sábado, 13 de fevereiro de 2010

SUCESSO E SUCESSO

SUCESSO E SUCESSO

No dicionário do pensamento cristão sucesso é vitória sobre si mesmo e sobre as paixões primitivas.

O mundo convencionou que sucesso, porém, é triunfo nos negócios, nas profissões, nas posições sociais, com destaque da personalidade, aplausos e honrarias, todos eles de efêmera duração.

No primeiro caso, ninguém toma conhecimento, embora transpareçam, no convívio com a pessoa, as alterações emocionais e comportamentais proporcionadas pela paz, sensibilidade afetiva, docilidade no trato.

No segundo, a exaltação e a glória chamam a atenção, despertam a inveja, a cobiça, provocam comentários, urdem competições.

O indivíduo que experimenta o sucesso interno torna-se gentil, quão afável, irradiando bondade, e conquista em profundidade, sem excentricidades, aqueles que se lhe acercam.

Quando, no entanto, é externo esse triunfo, torna-se ruidoso, impondo preocupação para manter o status, chamar a atenção, atrair os refletores da fama.

A plenitude domina aquele que se domou e trabalha pelo crescimento íntimo, sem pressa nem perturbação.

Já aqueloutro, que desfruta da projeção exterior, sofre solidão, vazio, frustrações e tédio. O convencional indivíduo de sucesso não é, necessariamente, uma pessoa feliz. Persegue-se, no entanto, na Terra, esse sucesso convencional, com sofreguidão perturbadora, com objetivos imediatistas e sobrecargas de emoções em desgastes. Para conquistá-lo e mantê-lo surgem desgostos mórbidos, guerras surdas e declaradas são acionadas, ódios cruentos se propõem pelo caminho do apogeu, e , quando se alcança o topo, receios injustificáveis, artifícios complexos, mecanismos de exaltação e de escândalos são recrutados para a preservação do lugar conquistado.

O sucesso sobre si mesmo acentua a harmonia e aumenta a alegria do ser, que se candidata a contribuir em favor do grupo social mais equilibrado e feliz, levando o indivíduo a doar-se ao mister.

O sucesso de Júlio César, conquistador do mundo, entrando em Roma em carro dourado e sob aplausos da multidão, não o isentou do punhal de Brutus nas escadarias do Senado.

O sucesso de Nero, suas conquistas e vilanias, não o impediram da morte infamante a que se entregou desesperado.

O sucesso de Hitler, em batalhas cruéis nos campos da Europa e da África, não alterou a sua covardia moral, que o conduziu ao suicídio vergonhoso.

O sucesso, porém, de Gandhi, fê-lo enfrentar a morte proferindo o nome de Deus.

O sucesso de Pasteur auxiliou-o a aceitar a tuberculose com serenidade.

O sucesso dos mártires e dos santos, dos cientistas e pensadores, dos artistas e cidadãos que amaram, ofereceu-lhes resistência para suportarem as afrontas e crueldades com espírito de abnegação, de coragem e fé.

Todos aqueles que transitam na forma física, no Educandário terrestre, de breve duração, deixam um dia o carro material, levando, entretanto, nos depósitos da alma, os tesouros logrados com os seus sucessos...

Avalia, de tua parte, qual o sucesso mais valioso, aquele que realmente merece a tua entrega total.

Sem que te alienes do mundo, ou abandones a luta do convívio social, busca o sucesso – a vida correta, os valores de manutenção do lar e da família, o brilho da inteligência, da arte e do amor – descobrindo que, nesse afã, terás tempo e motivo para o outro sucesso, o de natureza interior.

Quem visse o sucesso de Pilatos, de Anás e de Caifás na política e na religião, encarcerando Jesus traído por um amigo e crucificado entre bandidos comuns, certamente não os lamentaria, constatando depois que, aparentemente vencido, foi o Mestre o conquistador do real sucesso, permanecendo até hoje como símbolo e modelo de vitória sobre si mesmo, chamando-nos para imitá-LO.

Trecho do livro “Desperte e Seja Feliz”- Divaldo Pereira Franco/ Espírito Joanna de Ângelis

Imagem : : http://images.google.com.br

8 comentários:

wcastanheira disse...

Gosto muito das coisas de Joana de Angelis, seu post é muito prafundo, foi muito bom ter andado por aqui, fiz um aótima leitura a custo zero, viu só q baratinho é nosso espaço, e q riquesas ele oferece, pra vc bjos, bjos, bjossss

ValériaC disse...

Querido Castanheira,que bom que voltou...e que gostou também...será sempre muito bem vindo por aqui...Bjos...

Ariani disse...

Que lindo texto que você escolheu Valéria!

Realmente, o sucesso material é tão efêmero...

Mas para mim seu blog é um sucesso real, pois sempre encontro belos textos que me fazem refletir e me ajudam.

Olha, acabei de fazer um Selo para dar aos meus blogs favoritos e o seu é o primeiro que estou oferecendo este Selo!

Se quiser aceitar, venha buscar o selo:

http://cantodaari.blogspot.com/2010/02/selo.html

Beijos Ari

ValériaC disse...

Querida Ari que alegria você por aqui e seu tão lindo comentário. Me sinto imensamente feliz por você ter me oferecido seu selo...claro que vou aceitá-lo... vindo de uma pessoa tão maravilhosa como você... Beijos amiga...

Mateus Birnfeld disse...

mto lindo o texto. parabens. bjs

ValériaC disse...

Mateus meu querido que bom te receber por aqui...que bom que tenha gostado do texto...Bjos...

Cacau Loureiro disse...

Algumas pessoas acham os textos espíritas fortes demais para aceitação e compreensão, a verdade da vida tem que ser encarada com serenidade, assim como as coisas do mundo. Quando todos nós aceitarmos de fato que somos espíritos numa experiência carnal, estes textos cairão como uma luva e serão alento em nossos momentos difíceis. Joguemos as sementes do bem e a transformação dar-se-à em nós inevitavelmente... beijos!

ValériaC disse...

Tem razão Cacau querida... às vezes fico em dúvida em postar alguns textos espíritas, com receio que alguém que não o seja, não entenda a essência que eu gostaria de estar passando...mas como você disse, eu jogo a semente para que cada um compreenda de acordo com sua possibilidade e dessa forma pouco a pouco, veremos transformações acontecerem em nosso mundo.
Beijos amiga...

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails