domingo, 21 de março de 2010

ACORDO DE PAZ

ACORDO DE PAZ

Eu sei que você quer paz. Todo Espírito quer. Paz é harmonia completa consigo e em si. Sentir-se pleno, grandioso e humilde.

Se é paz que você procura, então faça paz aqui, agora. Isso de querer paz pro futuro não existe, porque paz vem de atitude interior, e atitude interior não se planeja nem se adia. Age-se.

Viva como se a paz já estivesse em você. Sinta o que ela é. É uma melodia suave? É uma brisa? É o alto de uma montanha? É barulho de água correndo? É azul celeste?

Relaxe. Baixe a guarda, você não será atacado. Você não é atacável. Não tem nada que falem ou que façam, que seja capaz de tirar você deste sentimento.

Respire a paz. A paz é feita de brandura. Fale com brandura. Olhe com brandura. Sorria brandamente. Olhe para cada coisa como ela é, porque a ilusão é guerra com a realidade, e se você está na ilusão, está em luta.

Se você está na ilusão de ser perfeita, está em guerra com a sua verdade. Se está na ilusão de ser imperfeita, não vê o brilho de suas qualidades.

Apenas seja você. Não se julgue, não se classifique, não se compare. Não pense que devia ter mais do que tem, ou que devia fazer mais do que faz. Apenas usufrua o que tem, e descubra o prazer de cada atividade.

Deus não espera nada de você, você é quem sabe o que, quando e onde.

Deus não manda você ser, ter ou fazer nada. O mundo diz pra você ser, ter ou fazer, mas o mundo não existe pra fazer exigências. O mundo é o que é, tem o sabor que tem, tem o cheiro que tem, às vezes é melhor, outras vezes, pior, mas é o mundo: não brigue com ele. O mundo precisa de amor, não de briga.

Sua mãe, seu pai, sua melhor amiga, seu filho e sua filha são o que são. Sorria pras suas manias, o seu jeito gozado de dramatizar as coisas, de reclamar. E vai amando...

Faça tudo por amor; nada por obrigação. E se disserem que você tem obrigação, diga que só o amor manda em você, porque ele é um sentimento irresistível que sai do seu peito e vai conduzindo você pelos rumos da vida.

O dia em que você atende a este amor que fala no seu peito, é quando você descobre a verdadeira paz.

Então, que não seja a paz uma palavra que eu digo, mas a semente que eu planto, a flor que cultivo e deixo crescer.

Não seja a paz um ideal que persigo, mas o xale que eu teço, o bem que preciso e faço acontecer.

Texto de Calunga/Rita Foelker em “Vamos ficar bem”

Imagem : : http://images.google.com.br

20 comentários:

Cacau Loureiro disse...

Olá Valéria, belíssimo texto e que concordo plenamente, mas este exercício está ficando tão dificil ultimamente, então que busquemos, tentemos, uma hora conseguiremos, beijo!

ValériaC disse...

Querida Cacau...o exercício nem sempre é fácil...mas Paz pra mim, está diretamente ligada a desapego...em se livrar da "necessidade" que impõe o querer ser sempre certo, de controlar tudo em nossas vidas, de exigir perfeição em tudo. Quando paramos de dar excessiva importância pra isso tudo, dá uma leveza, dá Paz... assim como cultivarmos o Amor de uma forma bem ampla.
O caminho que cada um tem que percorrer para viver a Paz é bem único, cada um tem seu próprio jeito... desde que siga seu coração.
Beijos...

ONG ALERTA disse...

Verdadeiro...viemos com o objetivo de amar acima de qualquer coisa, mas infelizmente as pessoas estão buscando coisas...e esquecem o que esta dentro do seu coração, paz.

Livinha disse...

OLá Valeria minha querida,
Acordo de Paz, que bem tão poderoso e tão difícil de encontrar...
Penso que seja um silencio diferente, onde somente os ruidos sejam presente benditos, entre terra céu e mar...
Mas estando descontente, tudo fica rudimenta
bem difícil de aceitar, é como a fome se revela, gritando dentro da gente, com sede de se alimentar...
A paz a gente alcança, quando abraçada a satisfação, tudo fica colorido, não tem tempo ruim não.
Parece que tudo tem um preço, preço que o tal do financeiro, se recusa a pagar...
Mas deixa estar, quem sabe no instante da riqueza, pervere a nobreza, e a paz com toda a beleza, dentro de nós venha morar...

Lindo texto,
Parabéns!
Linda semana pra ti...
Bjs
Livinha

ValériaC disse...

Lisette querida, me sinto imensamente feliz com sua presença em meu cantinho e por estar seguindo meu blog. Adorei suas palavras, você está coberta de razão.Viemos para amar acima de tudo e no exercício deste amar vamos aprendendo com a vida...e com esse aprender quando vindo do coração, temos senão sempre, mas alguns momentos de paz, que seja. Paz tem muito a ver com o aceitar o momento presente...lição para uma vida toda...
Bem vinda amiga...
Beijos...

ValériaC disse...

Livinha minha amiga flor...que comentário tão poeticamente belo...é verdade amiga, sentir paz nos momentos difíceis de vida é sempre mais difícil. Nós como seres humanos em construção permanente, temos uma dificuldade imensa em aceitar as coisas como elas são... e por este motivo, o que de certo modo já era sofrimento, fica ainda maior, pela não aceitação.
Cada um tem seu jeito de tentar fazer essa aprendizagem, mas, seja o caminho que for, ela tem que ser buscada sempre, ouvindo nosso coração.
Beijos...

Silvana Nunes .'. disse...

Boa tarde, amiga.
bela postagem. fazer acordo com a Paz sempre é muito zennnnn.
Passando para dar uma espiada nas novidades e dar os parabéns pelo dia de ontem.
Desculpe a minha ausência esta semana, mas estou sem internet, tendo que recorrer a uma lanhouse, coisa não gosto muito de recorrer a estes lugares, mas... fazer o quê. Para quem mora dentro do mato como eu, é a única opção no momento, assim mesmo muito lenta.
Não sei por quanto tempo vou ficar sem conexão, o 3G apresentou um problema e estou aguardando uma solução (sentada porque em pé vai cansar ), mas espero que não me abandone.
Quando eu não contar para vocês uma história todos os dias é porque estou com problemas . Adoro essa relação, pode crer.
FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER... aproveita para desejar um bom final de semana.
Saudações Florestais !
em http://www.silnunesprof.blogspot.com

ValériaC disse...

Querida Silvana que bom vê-la por aqui...muito obrigada por seu comentário... fique tranquila que também adoro essa relação tão boa de visitar os blogs das amigas e amigos. Espero que sua internet seja logo arrumada.
Beijos...

wcastanheira disse...

Meu acordo de paz é realmente interessante, busco DEUS e ele imediatamente envia-me PAZ, são tantos meios q por vezes nem precebo a paz q ELE envia-me, posso não perceber pela dureza do meu coração, mas com certeza a alguém ilumino com a paz da alma, pra vc minha linda, esteja na paz do SENHOR, pra vc bjos, bjos e bjosssssss

Jorge disse...

Valéria,
lindo texto.
Façamos tudo com amor, por amor!!!
É certo que estamos aqui para cultivarmos a paz no meio da tempestade. Se não, como amarmos a vida, sem a quietude interior, sem sentir?

Grande amiga, um forte abraço, com muito carinho,
Jorge

Brasigrega disse...

Minha querida, nem todos pensam assim. Tem pessoas que fogem da paz. Elas querem guerra, elas procuram confusão, elas não saberiam viver na paz...infelizmente!
Muita paz a você e aos seus.
Eu sou da paz!
Marineide

ValériaC disse...

Castanheira, meu amigo...adorei seu comentário...estarmos ligados à Deus pode sim nos trazer muita Paz...paz no seu coração também querido...
Beijos...

ValériaC disse...

Querido Jorge...suas palavras me encantaram...amei tudo o que você disse... penso como você...nosso grande desafio é buscar e cultivar a Paz no meio da tempestade...
Grande abraço amigo!!!

ValériaC disse...

Marineide minha flor da Paz... é verdade, tem gente que vive em guerra... que pena... é preciso buscar a paz dentro da gente e levá-la ao mundo... fico feliz por você ser mais uma que acredita na Paz...
Paz no seu coração amiga...
Beijos...

Sandrinha disse...

Valéria,

É sempre um presente cada texto postado por vc. Cada tema apresentado é um novo aprendizado, é um tempo de voltar para o interior e perceber onde de fato estamos e como estamos vivendo!!!
Bjs e obrigada por tanto ensinamento!!!

Jeanne disse...

Lindo texto. Calunga tem poesia ao escrever, já conhecia outras obras deste espírito.
Fica com Deus, beijos :)

ValériaC disse...

Sandrinha querida, bom te ver aqui...fico feliz com que, cada um que aqui venha, encontre textos que nos levem à reflexão, e com isso todos nós aprendemos um pouquinho mais... este é meu intuito, compartilhar.
Beijos amiga!

ValériaC disse...

Jeanne, que imensa alegria você em meu cantinho... Adoro Calunga... ele é de uma simplicidade e de uma sabedoria admiráveis.
Deus a abençoe querida...
Beijos...

Marliborges disse...

Valéria,
Lindo texto, fechado com chave de ouro:
"Não seja a paz um ideal que persigo, mas o xale que eu teço, o bem que preciso e faço acontecer."
Só nessa frase há milhões de lições, mas aos poucos a gente vai aprendendo e vivenciando.
Beijo, amiga.

ValériaC disse...

Marli querida...você tem razão...essa frase tem uma riqueza imensa, para todos nós aprendermos e colocarmos em prática em nossas vidas.
Beijos minha amiga!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails