segunda-feira, 29 de março de 2010

BEM X MAL

BEM X MAL

Amo a vida, amo a natureza, as pessoas, os animais dos mais diferentes tipos.

Já peguei pardais, andorinhas, até um beija-flor com as mãos e os libertei quando entraram dentro da minha casa.

Hoje vou contar uma pequena história que aconteceu comigo numa destas minhas aventuras em libertar pássaros e borboletas, em que eu aprendi uma grande lição.

Certo dia, ao entrar no quarto de meu filho, lá estava na cortina, uma bela mariposa. Claro que ao vê-la, fiquei morrendo de pena e fui logo supondo, que ela não sabia como sair dali rumo à liberdade.

Com o maior cuidado do mundo, a peguei nas mãos e a soltei pela janela.

Seria uma bela ação a minha, já estava me sentindo feliz, quando, num instante a história mudou seu rumo. Mal ela pousou no jardim de meu quintal, surgiu um pardal e em segundos, mais um e para minha tristeza e decepção, eles fizeram dela, saborosa refeição.

Muito me questionei, pois minha intenção havia sido a melhor, ao menos era o que aparentava ser naquele breve momento.

Fiquei muito triste com o destino que a mariposa teve, de certo modo, pelas minhas próprias mãos, justamente pelas mãos que não gostam de matar sequer uma formiga.

E então, como saber se o que estamos fazendo é mesmo o Bem?

Na visão dos pardais, eu fiz o bem.

Mas, se olhar pelo ponto de vista da mariposa, eu fiz um grande mal.

Temos sempre que ser cuidadosos ao fazer tudo nesta vida [...], pois temos apenas uma visão parcial dos fatos, das situações, das pessoas [...]

O que pode ser um Bem para um, pode ser um imenso mal para o outro.

Bom senso é fundamental e mesmo assim, é preciso estar sempre consciente que, pode-se “falhar”. Não deve ser à toa a expressão popular: “De boa intenção o inferno está cheio”.

Até mesmo quando por costume, oramos à Deus , “pedindo” que algo se realize em nossa vida ou na de quem amamos [...] a pergunta que fica é: O que estamos “pedindo” será mesmo o melhor?

Creio que não somos os mais indicados a julgar nada com tanta certeza, pois não temos uma visão ampla da imensidão que nos rodeia, dessa maneira tenho me inclinado cada vez mais a somente agradecer a Deus em minhas “conversas” com Ele e que se realize o que for melhor segundo a sua vontade. Continuo fazendo minhas escolhas, porém, sempre me norteando por Ele, para tentar ter um pouco mais de discernimento!

Texto escrito por ValériaC em 24/03/2010

Revisado por Danilo Carvalho

Imagem : : http://images.google.com.br

26 comentários:

  1. Valéria, sempre t~çao lindas e profundas, tuas mensagens, reconfortantes, alertas orientadoras para o prosseguir de nossa caminhada.
    O bem sempre prevalecerá ao mal, ainda que ele insista na desordem da casa. Tudo a seu tempo, na medida que as causas venham alcançando compreensão de tudo. Nada passa sem as devidas correções, pois que o amanhã retrata o filme de cada história na tela de cada consciência.
    Vivamos o bem, quado dele sabemos ser sem a menor sombra de duvida, a nossa verdadeira razão do existir...

    Bjs e feliz semana minha amiga
    Livinha

    ResponderExcluir
  2. É Valéria, mas entre o bem e o mal, por mais bom senso que a gente tenha, sempre haverá a dúvida, na medida em que cada uma dessas duas expressões encerra em si um conteúdo totalmente subjetivo. E sendo subjetivo, sabe como é... Tem mesmo é que entregar nas mãos de Deus, e pedir que Ele nos guie, porque pisamos em caminho desconhecido.
    Ótimo texto.
    Um beijo grande.

    ResponderExcluir
  3. Deus sabe o que é melhor para cada um de nós.
    Quanto a fazer o bem, é claro que sempre vamos errar, somos humanos.
    O que importa é a intenção e o desejo.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Livinha querida, sempre fico feliz com sua visita em meu cantinho e por suas, sempre tão lindas palavras...
    Beijos amiga...

    ResponderExcluir
  5. Marli minha amiga, suas palavras sintetizaram o que eu penso... continuemos a agir, na esperança que sempre seja o melhor e guiados por Deus.
    Lindas suas palavras...
    Grande beijo querida...

    ResponderExcluir
  6. Jeanne flor amiga, você tem razão, sempre vale nossa boa intenção...que sejamos guiados por Deus e continuemos sempre a agir em nome do Bem e do Amor...
    Beijos...

    ResponderExcluir
  7. Bom dia Valéria.
    belo post. Precisamos do mal para termos noção do é o bem. Um não vive sem o outro.
    beijo grande e bom feriado para você.

    ResponderExcluir
  8. Valeria,

    uma situação que acontece....acho que o que precisamos nos ater, fora o bom senso, é não se carregar de culpa. Se a intenção era boa, não se pode carregar-se de culpa.

    Minha doce amiga, deixo um beijo em teu coração!!

    ResponderExcluir
  9. Silvana querida, que alegria você aqui.
    É verdade, muitas vezes somente temos noção de um quando vivenciamos o outro.
    Lindo feriado pra você também...
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Jorge meu querido, você está certo em dizer para não carregar a culpa...o importante sempre é ao menos tentarmos fazer o melhor que pudermos, e se caso der errado, mais uma lição que se aprende.
    Beijos amigo!!!

    ResponderExcluir
  11. Olá Valéria,fiquei muito feliz por você ter gostado do meu trabalho no carlos espirita.
    Felicidades.

    ResponderExcluir
  12. Shalom, Valéria!!!
    Tenho me "deliciado" em todos os teus lindos textos.
    Obrigado, por nos tornar a vida mais alegre, profunda
    e reflexiva.
    Abraços

    ResponderExcluir
  13. Valéria , uma das maximas do amor ao próximo, é nunca julgar nenhuma atitude que nos possa parecer errada.
    Quantas vezes o errado pra nós é o certo para o outro ,pois cada um sabe de suas verdades e motivos que levam a praticar qualquer ato.
    Nós enxergamos muito pouco ainda para querer julgar e muito menos condenar alguem ,que hoje faz o que ontem certamente tambem já fizemos.
    Um abraço doce para a amiga VAL.

    ResponderExcluir
  14. Carlos querido amigo, que bom... gostei muito do seu espaço e realmente gosto de ler sobre a doutrina... Te agradeço por estar seguindo meu blog também...
    Alegrias e Paz em sua vida...
    Um abraço

    ResponderExcluir
  15. Querido amigo Hermes...Shalom!
    Fico muito feliz em levar reflexão a todos visitam meu cantinho... é com muito carinho e Amor que o faço.
    Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  16. Minha tão querida amiga JR... lindas suas palavras...temos tanto a aprender... e sigamos sempre ligados ao Bem, a Paz e ao Amor, norteados por nosso Pai Eterno buscando nosso crescimento interior...por uma vida melhor aqui e pela eternidade.
    Um grande abraço...

    ResponderExcluir
  17. Sim Valéria, quem de nós já não se equivocou tentando dar direção aqueles a quem amamos?! Importante sim que peçamos direção ao Pai... Nem sempre acertamos. Temos que ter a consciência sempre que ajamos ou fiquemos estáticos, a responsabilidade será sempre aquela que assumirmos perante um sim ou um não. Belo texto, beijos!

    ResponderExcluir
  18. Valéria, creio q o bem só se fortalece pq há o mal, e este devemos combater.
    As vezes erramos, o q faz parte do ser humano.

    ResponderExcluir
  19. o q pode ser um bem para um, pode ser um imenso mal para outro...uma grande verdade só isto já valeria por ler vc hoje, por exemplo, soltar um pássaro de um colecionador, (o q acho uma barbárie, colecionar animais vivos ou mortos) é uma graça pra mim, pra ele seria um mal, um grande mal, não consigo imaginar o q pensam eles, mas...enfim não sou o dono da lógica do raciocínio, pra vc minha linda bjos, bjos e bjossssss

    ResponderExcluir
  20. Minha flor amiga Cacau, que maravilha o que você escreveu...
    Temos que constantemente fazer escolhas...peçamos discernimento ao nosso amado Pai.
    Beijos...

    ResponderExcluir
  21. Mariana querida, é verdade...nos liguemos ao Bem e façamos sempre o nosso melhor, dentro de nossa humanidade.
    Beijos...

    ResponderExcluir
  22. Castanheira meu tão querido amigo...concordo com você, é difícil entender o porque de certos comportamentos...
    Bom demais sua visita...
    Beijos...

    ResponderExcluir
  23. Lindo seu texto.
    O que vale é a boa intenção, eu penso assim.
    Talvez, a própria mariposa sairia sozinha e seria a refeição do pasarinho do mesmo jeito não é verdade?
    O que importa é que você fez o melhor que sentiu no coração, é isso que conta.
    Bj

    ResponderExcluir
  24. Lady, que alegria te conhecer e recebê-la aqui. Agradeço seu comentário e creio que você está certa...devemos seguir nosso coração, com nossa boa intenção.
    Beijos...

    ResponderExcluir
  25. No plano espiritual existe o bem e o mal. no plano da realidade concreta eles estão misturados de forma incindível. Todo o bem e todo o mal iniciam processos causais de bem e de mal.
    Se algo conta é a intenção. A sua intenção foi compassiva, espiritualmente ela foi absolutamente boa. No plano da realidade, ela teve uma consequência danosa que você não queria e nem podia prever. Nossas acções só podem ser valoradas pela intenção, não pelas consequências.

    ResponderExcluir
  26. Josef, que alegria te conhecer e receber sua visita, aqui em meu cantinho.
    Adorei seu comentário. Você tem toda razão, a intenção é o mais importante.
    As portas estarão sempre abertas para que visites meu blog. Você será muito bem vindo!
    Um grande abraço...

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails