quinta-feira, 4 de março de 2010

PRECONCEITOS

PRECONCEITOS

Preconceito deveria ter como definição: pobreza em “olhar”, em perceber e aceitar o outro. Também poderia ser definido como falta de Amor ou no mínimo de Respeito.

Que importância deveria ter a diferença na cor da pele, nas crenças, no lugar do mundo que habitamos. Que importância há em ser rico ou pobre, obeso ou magro, baixo ou alto, jovem ou idoso...somos seres humanos ou pelo menos deveríamos ser o mais humanos possível.

Somente aqueles que insistem em ver com a “ignorância” do preconceito mantêm esse triste modo distorcido de tudo ver. De que nos adianta olharmos com os olhos equivocados da carne se tudo o que é preciso é permitir que se veja tudo com os olhos da Alma... para enxergar a verdadeira realidade.

Somos únicos, especiais em nosso modo peculiar de ser....somos diferentes e iguais ao mesmo tempo, somos irmãos... é preciso despertar, dar passos de compreensão, aceitação mútua... nossas diferenças são somente na aparência...somos tão parecidos quando estamos alegres, vivendo uma paixão, um nascimento esperado, celebrando a vida... porém, somos ainda mais parecidos quando visitados pela dor, pela doença, pelo abandono, pela morte...

A vida tem sutilezas e particularidades que visam o desenvolvimento intelectual, emocional e espiritual de acordo com as necessidades de cada um e todos sem exceção, somos convidados a caminhar na escola da vida, mesmo que em ritmos e passos diferentes... porém a vida, nossa grande mestra, sabe sem dúvida alguma que todos hão de chegar mais cedo ou mais tarde no mesmo destino.

Se estamos vivos nesta Terra Bendita, não é mero acaso, coloquemos vida em tudo... dediquemos o nosso melhor sempre, em nome de um Bem maior. Perceba que entre tantas aprendizagens que a vida nos traz, manter o preconceito em nosso viver não nos ajuda a crescer....

Tire do homem seus bens materiais, seu corpo... o que restará dele....restará somente o que ele é de verdade. Teremos medo de nos ver como somos na essência quando o momento chegar?

Cuide para que este seu “eu” verdadeiro seja cada dia melhor, pois embora o corpo que hoje vestimos tenha o seu valor como veículo que nos possibilita o desenvolvimento, ele é temporário e nele já não deve mais caber o preconceito, pois não há justificativa em tê-lo.

Acolha cada ser que te cruze o caminho com Respeito, Amor, ao menos Paciência, com suas limitações e falhas...pois todos nós as temos... todos somos um universo imenso... não permita mais que um julgar coberto de preconceitos te impeça de ver a essência que habita tudo e todos...mesmo que na forma de tesouros escondidos ou pedras brutas... pois, nada como um dia após o outro para o florescimento do despertar para a necessidade do desenvolvimento íntimo.

Ninguém é mais que ninguém, ingenuidade crer nisto... a carne perecerá...seja você um rei ou um mendigo... porém, como você se revelará na eternidade? E agora... como você se vê?

Pense nisso e decida-se por jogar fora qualquer vestígio de preconceito que habite o íntimo do seu ser...mude de atitude, cresça... ame e acolha mais... e serás então alguém com verdadeiro valor!

Texto de ValériaC escrito em 02/03/2010

Imagem : : http://images.google.com.br

12 comentários:

  1. "Pense nisso e decida-se por jogar fora qualquer vestígio de preconceito que habite o íntimo do seu ser...mude de atitude, cresça... ame e acolha mais... e serás então alguém com verdadeiro valor!"

    Amiga q texto lindo, parabéns mesmo...grande beijo cheio de luz para vc.

    ResponderExcluir
  2. Aninha minha querida, que bom te ver por aqui...que bom que tenha gostado...preconceito seja ele de que tipo for, é algo muito sério e realmente se faz preciso que reflitamos sobre este tema.
    Luz e Amor na sua vida amiga... beijos...

    ResponderExcluir
  3. Preconceito é a fraqueza de expormos nossas ideias.
    É tentar querer demonstrar ao mundo um lado que não existe, a não ser em nossa própria mente.

    Parabéns amiga!!
    Belo poste!!

    Bjos da Ju

    ResponderExcluir
  4. Preconceito , o nome já diz tudo ,fazer um conceito antecipado de alguem que por nós se faz notado.
    Não aceitar o outro como realmente é ,querer fazer dele alguem igual a nós ,não respeitando a individualidade.
    Temos muitos preconceitos dentro de nós ainda em diversas atitudes tomadas em relação ao outro.
    Claro que existem os mais visualizados e visados pela sociedade que está de olho em nós.
    Mas no dia a dia ,trazemos inculto ,muitas atitudes que ferem o direito alheio.
    Queremos o direito nosso no pensar e agir ,mas não damos o mesmo ao outro e achamos que ele tem o dever de nos engolir.
    Triste estatística ,que na mostragem diária demonstra o quanto ainda temos que nos melhorar.
    Parabens por debater um tema tão atual e que através deste canal ,ganha oportunidade de revisão.
    Abraços afetuososo VAL ,pra voce estendido aos seus....

    ResponderExcluir
  5. Ju querida que alegria você aqui... obrigada por seu comentário que sempre enriquece...
    Beijos...

    ResponderExcluir
  6. Doce JR você têm toda razão... o tema é importante de ser visto porque ainda somos muito falhos e trazemos rastros dele muitas vezes ocultos em nosso interior... é preciso estarmos atentos e trabalharmos constantemente para que possamos ter progressos.
    Bom demais sua presença na minha vida...obrigada...
    Abraços amiga...

    ResponderExcluir
  7. Olá Valéria, muito boa tarde pra ti, sempre bom estar contigo... Belíssima reflexão, entendo perfeitamente o que dizes (embora em alguns momentos nos desviemos neste intento), mas, cada dia é um dia para começarmos a escrever uma nova e melhor história, e isto se chama esperança. Creio num mundo melhor, e sabemos lá no fundo de nossa essência divina, que isto "depende de nós". Grande beijo!

    ResponderExcluir
  8. Doce Cacau, obrigado pela visita minha amiga...e por seu belo comentário... somos imperfeitos e nossa responsabilidade é dar passos, ainda que pequenos, rumo a nossa evolução como espíritos eternos que somos...você disse bem, tudo sempre depende de nós... e vamos caminhar e recomeçar sempre, pela esperança de um mundo melhor...
    Beijo enorme querida!

    ResponderExcluir
  9. Valzinha, que ótima reflexão tu nos proporciona.
    Nada é mais triste que esse sentimento falsa de superioridade,que faz com que algumas pessoas se achem mais especiais que outras...

    Somos tão iguais em nossas lutas, nossas dores, em nossa caminhada, em nossos objetivos de evolução... Apenas alternam-se os papéis.A ignorância é que é mãe cega do cego orgulho.

    Paz, querida xará. Que tua semana seja abençoada!

    ResponderExcluir
  10. Puxa, que profundo esse texto...

    O preconceito é algo que demonstra a pequenez do ser humano, que julga as aparências e não respeita as opiniões e as individualidades do próximo.

    Ainda é uma forma de querer se sentir maior, melhor do que o outro, realçando aquilo que classifica como "defeitos", alimenta seu ego se iludindo com coisas pueris, ao invés de trabalhar no seu aperfeiçoamento.

    Parabéns pelo texto!

    Beijos Ari

    ResponderExcluir
  11. Valerie querida.. feliz demais com você aqui... belas suas palavras...preconceito é algo a ser trabalhado em todos... pois não há ninguém que seja mais importante que o outro...é preciso abrir nossas mentes e deixarmos de ser "cegos" diante da ignorância e do orgulho.
    Tenha uma semana linda... beijos...

    ResponderExcluir
  12. Ariani minha flor, você enfatizou pontos importantes sobre o tema... preconceito realmente é a ilusão que um ser humano tem de achar que é superior ao outro...vã ilusão...diante da vida somos iguais, mesmo que em papéis diferentes...somos todos aprendizes, as lições podem ser várias, mas todos somos infalivelmente levados a vivê-las...portanto nos livrarmos dos preconceitos nos ajuda em muito em nossas caminhadas...pois crescer é preciso...
    Obrigada por sua presença...por sua amizade...
    Beijos...

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails