sábado, 1 de maio de 2010

NECESSÁRIO E DISPENSÁVEL

NECESSÁRIO E DISPENSÁVEL

O consumismo atual responde por muitos problemas.

As indústrias do supérfluo apresentam no mercado da vacuidade um sem-número de produtos desnecessários, que aturdem os indivíduos.

Estimulados pela propaganda bem elaborada, desejam comprar, mesmo sem poder, o que vêem, o que lhes é apresentado, numa volúpia crescente.

Objetos e máquinas que são o último modelo, em pouco tempo passam para o penúltimo lugar, até ficarem esquecidos em armários ou depósitos de coisas sem valor.

No entanto, se não fossem adquiridos, naquela ocasião, a vida perderia o sentido para quem os não comprasse.

Consumismo é fantasia, transferência do necessário para o secundário.

O consumidor que não reflete antes de adquirir termina consumido pelas dívidas que o atormentam.

Muita gente faz compras, por mecanismos de evasão.

Insatisfeitas consigo mesmas, fogem adquirindo coisas mortas, e mais se perturbando.

Enquanto grande número de indivíduos se afogam no oceano do supérfluo, multidões inteiras não possuem o indispensável para uma vida digna.

Abarrotados, uns, com coisas nenhumas, e outros vitimados por terrível escassez.

São os paradoxos do século e do comportamento materialista-utilitarista da atualidade.

Confere a necessidade legítima, antes de te permitires o consumismo.

Coisas de fora não equacionam estados íntimos. Distraem a tensão por um momento, sem que operem real modificação interior.

Quando o excesso te visite, reparte-o com a escassez ao teu lado.

Controla e dirige a tua vontade, a fim de não seres uma vítima a mais do tormento consumista.

Trecho do livro: “Episódios Diários” – Divaldo Pereira Franco – Joanna De Angelis

Imagem : http://images.google.com.br

20 comentários:

  1. É verdade. Nós que fazemos parte de um percentual mínimo da população que ainda pode ter o supérfluo, devemos pensar duas vezes antes de adquirir algo. Porque o supérfluo vicia, aumenta a vaidade e no final, não nos traz satisfação a longo prazo. O prazer é só naquele momento. Belo texto para reflexão. Beijos e fique com Deus.

    ResponderExcluir
  2. Maria José querida...tudo requer equilíbrio na vida...e com toda certeza, querer coisas demais, nunca pode nos satisfazer...na verdade é tudo uma grande ilusão. Tentemos não nos enganar com ilusões que não nos fazem realmente felizes.
    Serenidade e beijos amiga...

    ResponderExcluir
  3. Valéria, muitas vezes o consumismo, exagerado, se faz presente como reposição de ansiedade, naquele ser que vive sob compulsão. Algo que se pode chamar até de falta de domínio em si mesmo.
    Conheço pessoas assim, manifestando suas ansiedades inexplicáveis, uma fuga, onde fica horas inesquecida de suas amarguras até voltar a senti-la novamente e vamos lá a novas compras...
    Outros que não dispõe desta facilidade financeira, cai em depressão ou encontra outras formas de enganar a si mesmo com outras reposições...
    Ah minha querida, como somos complicados nesta vida...

    Maravilhosos texto
    bjs
    Livinha

    ResponderExcluir
  4. Livinha querida, muito bem colocado seu comentário...infelizmente muitos são assim...vivem um querer sem fim...e se esquecem que nada material pode preencher um vazio que somente pode ser preenchido com os valores verdadeiros da vida...do espírito... tudo é passageiro por aqui...somente a essência de nós e como a enriquecemos permanecerá pela eternidade.
    Beijos...

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Um belo novo visual, gosti, adoro a lista das visitas q peninha já estva chegaaaando lá em cima agora não tem mais, gosto muiiiito de vir aqui, vc é especialista em ótimos textos, então merece, bjos, bjos e bjossssssssssss

    ResponderExcluir
  7. Só pra dizer q cometi um equívoco, vc não tem contador de visitas fiz confusão é a chica q tem, legal acho q esclareci, pra vc minha linda bjos e bjosssssssssssssssssss

    ResponderExcluir
  8. Meu lindo amigo Castanheira...eu bem me perguntei...sobre a tal lista de visitas que você estava falando...rsrsrs...meu anjo, não a tenho...mas tenho você linkado em blogs amigos...te acompanho bem de perto.
    Que bom que gostou do texto...
    Beijos...

    ResponderExcluir
  9. Linda mensagem essa e parece que o mundo só pensa em consumir mesmo.Pena!beijos,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  10. Chica!!! Que alegria sua presença por aqui a enriquecer este meu cantinho...
    Precisamos mesmo refletir sobre este tema...e perceber a importância de melhorarmos como pessoas, e com toda certeza não é acumulando mais e mais é que seremos.
    Beijos...

    ResponderExcluir
  11. Querida amiga, como o seu blog para mim é local especial, deixei um presentinho para si, lá no meu cantinho. Espero que goste.

    Bjs do tamanho do infinito
    Maria

    ResponderExcluir
  12. Olá minha querida,vim agradecer seu carinho por comentar no meu blog.
    Na simplicidade de palavras ditas por alguém tão longe e ao mesmo tão perto é que fazem a diferença em nossas vidas.
    parabéns pelo post e pelo blog.
    Beijos no seu coração e seja bem-vinda sempre.
    Ando muito atarefada mas sempre que puder estarei aqui acompanhando seus posts.

    ResponderExcluir
  13. Importantíssimo tema, principalmente em nossos dias, onde o ter substitui o ser cada vez mais.
    Comecei um novo blog, te aguardo por lá: http://jardinsdeumaalmaeterna.blogspot.com/
    Obrigada pelo carinho lá no blog.
    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Maria minha amiga...que bom que você gosta daqui da minha casinha... fico muito contente...pois bem sabe que muito admiro seu blog...adoro ir lá...
    Beijos...

    ResponderExcluir
  15. Jeanne querida, pode contar com minha presença em seu outro blog, minha amiga...
    Beijos...

    ResponderExcluir
  16. Sandra meu anjo de amiga...você disse algo muito verdadeiro...aparentemente estamos longe, mas nossas palavras, nos fazem sentir que também estamos perto...
    Venha sim, sempre que puder, ficarei feliz...
    Beijos

    ResponderExcluir
  17. Divaldo Pereira Franco é um ser iluminado, tantos temas falados reiteradamente no mundo de hoje nos precavendo dos males aos quais nos jogamos de forma consciente ou inconsciente, o ser humano se diz o maior entre os animais e a cada dia que passa eu observo mais os meus cachorros... é realidade, estamos ainda numa esfera evolutiva muito aquém daquilo que o Criador nos ofertou chegar. Dia-a-dia tento orientar meus filhos para esta realidade de "consumo desenfreado", e sabemos que a apelação da mídia é quase imbatível, somente numa introspecção profunda e sincera ao espiritual poderemos de fato lutar contra nosso instintos materialistas, belo texto, beijos meus. Obrigada Valéria, te gosto muito, e te respeito demais.

    ResponderExcluir
  18. Minha querida amiga Cacau...consumismo exagerado é algo a se refletir, para que evitemos cair nele.
    Gosto demais de você também,você é uma amiga que caiu do céu no minha vida...
    Beijos...

    ResponderExcluir
  19. Pra que ter 300 pares de sapatos??....só tenho dois pés....não precisa-se de muito para ser feliz...basta ter bom senso e consciência de q td nos é dado por empréstimo...desperdiçar é tolice!!
    Bjss

    ResponderExcluir
  20. Verdade Teresa...a vida é feita de coisas tão mais simples e que nos fazem verdadeiramente felizes...basta ver e valorizar...
    Beijos amiga...

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails