segunda-feira, 10 de maio de 2010

PLANTIO


PLANTIO

A nossa vida é um eterno plantio; a consciência, a lavoura imensa, onde as sementes são depositadas como todas as nossas ações. Devemos ordenar os nossos sentimentos todos os dias, examiná-los, antes que eles se tornem palavras e atos porque, como nada se perde, tudo cresce e se agiganta diante do seu próprio criador e passa a conviver com ele.

Trabalhemos na escolha daquilo que vamos semear, principalmente quando o plantio for na mente alheia. A palavra é uma semente e a audição dos semelhantes é o canal por onde lançamos o que irá frutificar e uma grande parte da responsabilidade é nossa, pelo que depositamos nas terras dos nossos companheiros.

Aprendamos, pois, a plantar com discernimento, para colhermos alegria. A justiça não falha; somente dá a quem merece e oferta a quem precisa. Quem planta afabilidade colhe cortesia; quem planta gentileza colhe boas maneiras; quem planta afeição colhe entendimento. Tudo no universo tende a unir-se ao seu igual.

Não esqueçais, companheiro, de amanhar o bem em todas as direções da vida, seja ele um simples sorriso a um triste, ou livrar a nação de um catástrofe. Não importa o tamanho do que fazeis, isto sim, o modo pelo qual o fazeis e sentis no coração. Jesus achou de muito mais valia o denário colocado no gazofilácio pela viúva que somente possuía aquela moeda que estava doando, do que as ricas ofertas dos homens de posse.

A vida é contínuo plantio, do lar ao trabalho e deste à sociedade. Por onde passamos, deixamos a nossa marca de espírito de bem ou de alma ignorante.

Devemos escolher e escolher nas normas que o Evangelho nos ensina, e como os seus primeiros seguidores o viveram. Não há onde nos escondermos das reações das nossas ações, pois elas deixam o magnetismo interligado na consciência de quem as pratica, como fica escrito no éter cósmico o que plasmamos por dentro de nós. Respondemos pelo que fazemos, pois o que sai de nós volta à nossa casa mental, por vezes, reforçado por companhias afins. Plantai moderação, que recebereis brandura; plantai prudência, que recebereis modéstia; plantai sobriedade, que recebereis tolerância.

Sede uma criatura moderada, que a inteligência maior, por vias seguras, vos dará uma paz imperturbável nos caminhos que o Senhor vos concedeu para trilhar.

Deveis planear, por todos os meios lícitos possíveis, na semeadura do Bem com Jesus Cristo, para que Deus acorde em nós os talentos divinos no centro de nossa vida. Comunguemos com a comunhão maior, que a paz crescerá em nossos passos.

Se a oportunidade vos ofereceu meios de ajudar, não deixeis para outro dia: fazei hoje mesmo, agora, porque isto é luz nas mãos do trabalhador, luz que não deve ser desperdiçada. Observai a natureza, dadivosa e santa, e copiai seus gestos na doação universal, vibrando somente ação de servir.

A vossa boca é como uma mão de luz, que pode semear as palavras em forma de sementes, por isso, analisai o que ides falar aos outros, para que não venhais a plantar a desarmonia, o ódio, a vingança, o ciúme e a discórdia. Cuidai dos vossos ouvidos, na seqüência do que ouvis, porque é lícito que ouçamos tudo, porém, nem sempre é certo sermos influenciados pelo que ouvimos. E para que sejamos mestres na seleção, necessário se faz que tenhamos o Cristo vibrando em nosso peito e se irradiando em nosso coração, pela livre expressão dos nossos sentimentos.

O plantio é mais ou menos livre, mas a colheita cai na lei da obrigatoriedade da alma que semeou.

Trecho do livro “Saúde” – João Nunes Maia – pelo Espírito Miramez

Imagem: http://images.google.com.br

27 comentários:

  1. Linda e reflexiva mensagem!Uma linda semana pra ti,beijos,chica

    ResponderExcluir
  2. As dores que experimentamos,
    são sementes que ao longo do caminho já plantamos e que na ignorância,cometemos
    enganos o que fez com que espinhos brotassem
    alí...

    Linda postagem Valéria
    Gosto de estar aqui.
    Bjs
    Livinha

    ResponderExcluir
  3. Verdadeiro...mas tem pessoas que levam tempo para aprender a plantar...que todos possam ter um jardim de alfazemas em sua vida, beijo lisette.

    ResponderExcluir
  4. ValeriaC

    Uma coisa que pouco realizamos é a observação das nossas reações. Por ser atos instintivos, são atos que podemos considerar nossa, inconsciente, enquanto que a ação sempre vem filtrado pela inteligência, o consciente que é assimilado. Plantar algo não é, pois, apenas as ações, mas também as reações que pouco observamos.
    Cuidemos dos dois, trabalhando a real consciência onde tudo é sentido pelo Espírito com o bom-senso como regulador da nossa vida.
    Meu anjo, deixo um doce beijo com todo carinho,
    Jorge

    ResponderExcluir
  5. Que sábio este texto:"A nossa vida é um eterno plantio..." e como é, então devemos plantar somente coisas boas, para semear bons frutos.
    será a consequência dos nossos atos

    ResponderExcluir
  6. Amiga, a terra fértil é o nosso coração...
    A semeadura é opcional, mas a colheita é obrigatória!
    Então, plantemo e colhamos o bem!
    Grande abraço e uma ótima semana!

    ResponderExcluir
  7. Chica querida...sempre muito bom você por aqui...linda semana pra ti...beijos...

    ResponderExcluir
  8. Livinha meu encanto de amiga... bom demais sua presença...suas palavras...precisamos cuidar do nosso plantio...sempre... fico imensamente feliz por você gostar daqui...
    Beijos...

    ResponderExcluir
  9. Lisette querida amiga...não percamos tempo...e comecemos a plantar este belo jardim de alfazemas... beijos...

    ResponderExcluir
  10. Jorge meu anjo amigo...você está certo no que disse...realmente plantamos através de palavras, pensamentos, atos, sentimentos e reações...temos que estar atentos a tudo isso, para que corrijamos o que estamos plantando.
    Beijos, com carinho

    ResponderExcluir
  11. Mariana minha flor amiga...este texto nos mostra mesmo a importância do semear o Bem na vida...para que tenhamos uma boa colheita depois...
    Beijos...

    ResponderExcluir
  12. Dora querida, é isso mesmo...nada como plantar o Bem, a Paz, o Amor em tudo...para que colhamos o mesmo...
    Beijos amiga....

    ResponderExcluir
  13. tenho este livro, é ótimo.
    Este texto que escolheste é maravilhoso!
    Beijos :)

    ResponderExcluir
  14. Amiga querida,
    Obrigada por suas visitinhas e por suas doces palavras. Seu blog também é um bálsamo. Nossa vida é realmente uma semeadura. Colhemos sempre o que plantamos e o melhor de tudo são os companheiros que encontramos no caminho, pessoas como você, que sempre fazem a diferença e nos ensinam a plantar amor. Beijo enorme. Que os bons espíritos te inspirem sempre.

    ResponderExcluir
  15. Oiee Val...Que nessa semana tenhamos um pouco de tempo, para pensar, em tipo de solo é o nosso coração, e que tipo de frutos damos.

    Um beijo enorme e uma boa semana!

    ResponderExcluir
  16. Jeanne querida amiga...na verdade fui ler este livro, logo que você disse num comentário aqui, que você o tinha e era deste mesmo autor.
    Obrigada pela indicação...o livro é maravilhoso.
    Beijos...

    ResponderExcluir
  17. Janetinha meu encanto de amiga...lindas suas palavras... muito me alegra trabalhar pelo Bem...assim com você também o faz...e sei que pouco a pouco mais e mais pessoas também o farão...plantar Amor é muito bom...
    Beijos amiga...

    ResponderExcluir
  18. Teresa minha querida, pensemos mesmo, com muita atenção e carinho em nosso plantio pela vida...para que zelemos pela qualidade do que haveremos de colher...

    Beijos amiga...

    ResponderExcluir
  19. Lindo texto. E quanta sabedoria encerra!!!
    Ramatis é um dos meus preferidos...
    Um abraço
    Marineide

    ResponderExcluir
  20. Marineide minha flor amiga...fico feliz demais com você aqui... Vou procurar ler sobre Ramatis, para conhecê-lo também.
    Beijos...

    ResponderExcluir
  21. Valéria amiga,
    o que muito pouco fazemos é observarmos as palavras, ditas; palavra é energia, é como uma semente que lancamos e aí que temos que tomar cuidado, com o que que estamos semeando, pois deste plantio virá a colheita.
    Amei ler este texto/mensagem do Miramez, que licao maravilhosa!
    Peco a você seu consentimento para posteriormente publicá-lo em meu blog, se vc permitir, claro.
    Um beijo bem carinhoso para você.

    ResponderExcluir
  22. Oi Valéria! Obrigada pela visita e pelo carinho!

    Seu blog é mto lindo!

    Bjs

    Manu

    ResponderExcluir
  23. Adoro olhar este jardim de lavandas....paz beijo Lisette.

    ResponderExcluir
  24. Marcia querida...Miramez escreve lindamente...este texto é maravilhoso e claro que permito que você o coloque em seu blog também...plantemos mais e mais sementes do Bem...quanto mais pessoas o lerem e forem tocadas por estas benditas palavras, melhor.
    Beijos amiga...

    ResponderExcluir
  25. Manu minha flor...bom demais você por aqui...adorei seu blog também...
    Beijos...

    ResponderExcluir
  26. Lisette meu encanto de amiga...também adoro ver essas lavandas, é tão lindo...dá uma sensação tão boa de Paz...
    Beijos...

    ResponderExcluir
  27. Oi minha querida... Já vi muita coisa nesta vida... o importante é que por onde passemos lancemos as sementes do bem, da luz e da verdade; então haja o que houver em algum momento os que nos rodeiam vão acordar para o que verdadeiramente somos, isto ninguém nos tira. Beijos!

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails