segunda-feira, 29 de março de 2010

BEM X MAL

BEM X MAL

Amo a vida, amo a natureza, as pessoas, os animais dos mais diferentes tipos.

Já peguei pardais, andorinhas, até um beija-flor com as mãos e os libertei quando entraram dentro da minha casa.

Hoje vou contar uma pequena história que aconteceu comigo numa destas minhas aventuras em libertar pássaros e borboletas, em que eu aprendi uma grande lição.

Certo dia, ao entrar no quarto de meu filho, lá estava na cortina, uma bela mariposa. Claro que ao vê-la, fiquei morrendo de pena e fui logo supondo, que ela não sabia como sair dali rumo à liberdade.

Com o maior cuidado do mundo, a peguei nas mãos e a soltei pela janela.

Seria uma bela ação a minha, já estava me sentindo feliz, quando, num instante a história mudou seu rumo. Mal ela pousou no jardim de meu quintal, surgiu um pardal e em segundos, mais um e para minha tristeza e decepção, eles fizeram dela, saborosa refeição.

Muito me questionei, pois minha intenção havia sido a melhor, ao menos era o que aparentava ser naquele breve momento.

Fiquei muito triste com o destino que a mariposa teve, de certo modo, pelas minhas próprias mãos, justamente pelas mãos que não gostam de matar sequer uma formiga.

E então, como saber se o que estamos fazendo é mesmo o Bem?

Na visão dos pardais, eu fiz o bem.

Mas, se olhar pelo ponto de vista da mariposa, eu fiz um grande mal.

Temos sempre que ser cuidadosos ao fazer tudo nesta vida [...], pois temos apenas uma visão parcial dos fatos, das situações, das pessoas [...]

O que pode ser um Bem para um, pode ser um imenso mal para o outro.

Bom senso é fundamental e mesmo assim, é preciso estar sempre consciente que, pode-se “falhar”. Não deve ser à toa a expressão popular: “De boa intenção o inferno está cheio”.

Até mesmo quando por costume, oramos à Deus , “pedindo” que algo se realize em nossa vida ou na de quem amamos [...] a pergunta que fica é: O que estamos “pedindo” será mesmo o melhor?

Creio que não somos os mais indicados a julgar nada com tanta certeza, pois não temos uma visão ampla da imensidão que nos rodeia, dessa maneira tenho me inclinado cada vez mais a somente agradecer a Deus em minhas “conversas” com Ele e que se realize o que for melhor segundo a sua vontade. Continuo fazendo minhas escolhas, porém, sempre me norteando por Ele, para tentar ter um pouco mais de discernimento!

Texto escrito por ValériaC em 24/03/2010

Revisado por Danilo Carvalho

Imagem : : http://images.google.com.br

sábado, 27 de março de 2010

VIVER MELHOR

VIVER MELHOR

Todos queremos ser felizes, viver melhor.

Entretanto, ouçamos a experiência.

A felicidade não é um tapete mágico. Ela nasce do bem que você espalhe, não daqueles que se acumulam inutilmente.

Tanto isto é verdade que a alegria é a única doação que você pode fazer sem possuir nenhuma.

Você pode estar em dificuldade e suprimir muitas dificuldades dos outros.

Conquanto às vezes sem qualquer consolação, você dispõe de imensos recursos para reconfortar e reerguer os irmãos em prova ou desvalimento.

A receita de vida melhor será sempre melhorar-nos, através da melhora que venhamos a realizar para os outros.

A vida é dom de DEUS em todos.

E quem serve só para si não serve para os objectivos da vida, porque viver é participar, progredir, elevar, integrar-se.

Se aspiramos a viver melhor, escolhamos o lugar de servir na causa do bem de todos.

Para isso, não precisa você condicionar-se a alheios pontos de vista.

Engaje-se na fileira de servidores que se lhe afine com as aptidões.

Aliste-se em qualquer serviço no bem comum.

É tão importante colaborar na higiene do seu bairro ou na construção de uma escola, quanto auxiliar a uma criança necessitada ou prestar apoio a um doente.

Procure a Paz, garantindo a Paz onde esteja.

Viva em segurança, cooperando na segurança dos outros.

Aprendamos a entregar o melhor de nós à vida que nos rodeia e a vida nos fará receber o melhor dela própria.

Seja feliz, fazendo os outros felizes.

Saia de você mesmo ao encontro dos outros, mas não resmungue, nem se queixe contra ninguém. E os outros nos farão encontrar DEUS.

Não julgue que semelhante instrução seja assunto unicamente para você que ainda se acha na Terra.

Se você acredita que os chamados mortos estão em paz gratuita, engano seu, porque os mortos se quiserem paz que aprendam a sair de si mesmos e a servirem também.

Trecho do livro “Respostas da Vida” – Francisco Cândido Xavier – Esp. André Luiz

Imagem : : http://images.google.com.br

quarta-feira, 24 de março de 2010

CUIDE DE SEUS PENSAMENTOS

CUIDE DE SEUS PENSAMENTOS

Hoje quero falar sobre um tema que já foi exaustivamente falado, que é a importância de nossos pensamentos [...]. Porém : “Será que já aprendemos a lição?”

Ouvimos tanto falar sobre a força do pensamento, mas, já conseguimos efetivamente “usá-lo” a nosso favor?

Tantas vezes, pensamos em aplicar este poder em nossas vidas, mas como não somos “perfeitos”, temos recaídas e acabamos por não conseguir bons resultados.

Tudo no mundo gira em torno de afinidades. A Lei universal é: “Semelhante atrai semelhante.” O que vibramos energeticamente no mundo, é o que ele nós dá de volta.

É a mais pura verdade, basta observar e veremos por exemplo, como se formam os grupos de amigos, baseado na similaridade de idéias, vibrações. Vestem-se, falam, comportam-se de modo muito parecido e deste modo, sentem-se melhor situados no mundo. E em tudo na vida, funciona assim [...]

Veja que nossos pensamentos emanam energias e eles nos tornam quem somos. Muitos falam em pensamento positivo e até tentam aplicá-lo em suas vidas, porém não entendem que o pensamento deve ser acompanhado da emoção, do sentir, para “ganhar vida”. Quem dera bastasse dizer ou mentalizar frases positivas[...], frases ditas da “boca para fora”, não resolvem. O que é preciso ver é, quais os tipos de pensamentos que predominam e povoam nossa mente, pois eles são a energia que damos ao universo e ele por sua vez, nos devolve exatamente o mesmo para nós.

Se vivemos com medo e o cultuamos ou se costumamos remoer mágoas, se nos sentimos inseguros, vivemos tristes, cabisbaixos, retraídos, amargurados ou, reativos demais, agressivos, impacientes [...] enfim, se vivemos constantemente isso, exalamos estes sentimentos para o mundo, será isso, que tanto emanamos de nossos seres que teremos de volta em nossas vidas, na forma de problemas, brigas, doenças, pessoas exatamente deste mesmo jeito. Portanto, quando algo ou alguém não tão agradável nos acerca, pensemos o que em nós está atraindo tal situação. Reflitamos [...] e se não quisermos ficar prejudicados, tratemos de mudar nossas vibrações.

Sejamos inteligentes, observando mais, atentemo-nos mais aos nossos pensamentos e sentimentos, vamos sorrir mais, sejamos amorosos sem medo, fiquemos no Bem, e receberemos em abundância tudo o que gratuitamente dermos, atrairemos situações e pessoas compatíveis com este estado mental-espiritual que vibramos.

Temos um poder imenso a nossa disposição... fazemos o nosso mundo através do que emanamos constantemente, pensemos nisso.

Texto escrito por ValériaC em 19/03/2010

Revisado por: Danilo Carvalho

Imagem : : http://images.google.com.br

domingo, 21 de março de 2010

ACORDO DE PAZ

ACORDO DE PAZ

Eu sei que você quer paz. Todo Espírito quer. Paz é harmonia completa consigo e em si. Sentir-se pleno, grandioso e humilde.

Se é paz que você procura, então faça paz aqui, agora. Isso de querer paz pro futuro não existe, porque paz vem de atitude interior, e atitude interior não se planeja nem se adia. Age-se.

Viva como se a paz já estivesse em você. Sinta o que ela é. É uma melodia suave? É uma brisa? É o alto de uma montanha? É barulho de água correndo? É azul celeste?

Relaxe. Baixe a guarda, você não será atacado. Você não é atacável. Não tem nada que falem ou que façam, que seja capaz de tirar você deste sentimento.

Respire a paz. A paz é feita de brandura. Fale com brandura. Olhe com brandura. Sorria brandamente. Olhe para cada coisa como ela é, porque a ilusão é guerra com a realidade, e se você está na ilusão, está em luta.

Se você está na ilusão de ser perfeita, está em guerra com a sua verdade. Se está na ilusão de ser imperfeita, não vê o brilho de suas qualidades.

Apenas seja você. Não se julgue, não se classifique, não se compare. Não pense que devia ter mais do que tem, ou que devia fazer mais do que faz. Apenas usufrua o que tem, e descubra o prazer de cada atividade.

Deus não espera nada de você, você é quem sabe o que, quando e onde.

Deus não manda você ser, ter ou fazer nada. O mundo diz pra você ser, ter ou fazer, mas o mundo não existe pra fazer exigências. O mundo é o que é, tem o sabor que tem, tem o cheiro que tem, às vezes é melhor, outras vezes, pior, mas é o mundo: não brigue com ele. O mundo precisa de amor, não de briga.

Sua mãe, seu pai, sua melhor amiga, seu filho e sua filha são o que são. Sorria pras suas manias, o seu jeito gozado de dramatizar as coisas, de reclamar. E vai amando...

Faça tudo por amor; nada por obrigação. E se disserem que você tem obrigação, diga que só o amor manda em você, porque ele é um sentimento irresistível que sai do seu peito e vai conduzindo você pelos rumos da vida.

O dia em que você atende a este amor que fala no seu peito, é quando você descobre a verdadeira paz.

Então, que não seja a paz uma palavra que eu digo, mas a semente que eu planto, a flor que cultivo e deixo crescer.

Não seja a paz um ideal que persigo, mas o xale que eu teço, o bem que preciso e faço acontecer.

Texto de Calunga/Rita Foelker em “Vamos ficar bem”

Imagem : : http://images.google.com.br

CRISTÃMENTE

CRISTÃMENTE

Conheça a você mesmo.

Existem pessoas que percorrem o mundo inteiro à procura de si próprias.

Resguarde o corpo físico.

Toda indisciplina pode dar serviço aos coveiros.

Santifique a palavra.

Entre os animais da Terra, só o homem possui desenvoltura para falar.

Supere o vício.

Se você não domina o hábito, o hábito acaba dominando você.

Ajude para o bem.

A luta pela conservação da posse também cria chagas e rugas.

Esqueça o mal.

Antes da fatalidade da morte, existe a fatalidade da vida.

Entenda auxiliando.

Viva o cristão de tal modo que ninguém lhe deseje a ausência.

Não reclame.

O próprio Senhor do Universo traça leis mas não faz exigências.

Trecho do livro “Ideal Espírita” Francisco C. Xavier – Waldo Vieira (Espírito André Luiz)

Imagem : http://images.google.com.br

quarta-feira, 17 de março de 2010

O QUE A VIDA ENSINA

Creio que desde sempre, aprendemos conceitos que nos ensinam como devemos ser, como nos comportar, como melhor agir, etc. Porém, mesmo na melhor das intenções das pessoas, em suas limitações, acabaram nos ensinando tantos equívocos.

Neste nosso viver, nos compete sermos responsáveis pelo nosso melhor, por nos nortearmos adequadamente, seja pela educação, a principio com nossos pais ou responsáveis, depois a educação formal na escola, e também pela nossa vida espiritual, enfim, com tudo o que colabore para nos fazer seres humanos melhores pela nossa vida toda.

Hoje gostaria de destacar algo que considero um grande engano, o que nas músicas, nos poemas, as pessoas em geral acreditam e nos passam, que, somente nos tornamos “inteiros” quando temos alguém para amar e esse alguém nos ama com a mesma intensidade. É a tão famosa estória de que somos duas metades que se completam [...].

NINGUÉM É METADE. TODOS SOMOS INTEIROS!

As pessoas se envolvem umas com as outras e se perdem nestes relacionamentos, misturam-se com a outra, esquecendo que são um ser a parte. Parece que a paixão, faz-se apagar tudo o que foi até então, e as leva crer que somente agora que estão juntas, é que são completas. Triste engano [...] grande parte dos relacionamentos, no inicio são maravilhosos, porém, com o passar do tempo, constatamos que isso já não nos é mais suficiente, que o êxtase da paixão já não é mais sentido com a mesma intensidade. Nesta fase, o que temos, é um momento crucial: o que antes era paixão acaba, ou então começa a se transformar e caminhar para a possível construção de um amor.

Pensemos que, em se tratando de relacionamento humano e de Amor, não podemos esquecer que relacionar-se é uma experiência enriquecedora... “estar com”, compartilhar bons momentos com alguém é uma grande aprendizagem, porém, nunca devemos abandonar quem realmente somos, o que gostamos, o que nos impulsiona a crescer, porque se negligenciarmos este nosso lado, ficamos vulneráveis demais, e grande é a chance de nosso mundo desmoronar se o relacionamento chegar ao fim.

É muito bom o apoio que cada um pode proporcionar ao outro, o dividir, o somar [...] mas, quando fazemos do apoio do outro nossa principal base, ficamos dependentes e frágeis, por isso a importância em desenvolvermos nossas próprias forças, de sermos nosso principal apoio, investir em quem somos. É preciso que ambos nesta caminhada rumo ao crescimento, desenvolvam seus potencias individuais, para que possam se dar com qualidade um ao outro.

Não estou querendo dizer que cada um deva se tornar egoísta, pensar somente em si [...], não existe relacionamento sem compartilhamento, isso acaba com qualquer sentimento, este meu pensar serve de alerta quanto a importância em preservar nosso eu verdadeiro. Quem está bem consigo, tem mais chances de conseguir ficar bem com o outro.

É de suma importância que ambos tenham seu espaço, seu momento de viver o individual, de cultivar seu interior, para poder estar bem, estar “inteiro”, em harmonia com a vida, com o mundo, para então construir um bom relacionamento.

Estar com alguém é bom, mas não nos esqueçamos de quem está sozinho. Estar sozinho também é bom. Relacionar-se somente por medo da solidão, nunca será uma boa escolha. Neste caso, o que o momento pede é que: é preciso aprender a gostar da sua própria companhia. Um relacionamento não pode servir de remédio para os nossos problemas.

Enquanto as pessoas insistirem em manter velhos padrões de comportamento, em deixar de serem elas mesmas para agradar um parceiro, nem elas, tão pouco o companheiro(a) serão realmente felizes. Com o passar do tempo todas as “máscaras” acabam caindo e então, se você não teve coragem de mostrar sua verdadeira “face”, tudo ficará perdido.

Seja você, aceite-se, ame-se como você é hoje, busque seu desenvolvimento interior sempre, para ser cada dia melhor; e viva feliz, estando sozinho(a) ou num relacionamento.

Cultive bons pensamentos, tenha um tempo só seu, faça coisas que te preencham, pratique um esporte, cante, dance, VIVA!. Não queira mudar o seu temperamento, não abandone o que você tanto gosta, o que te dá alegria em viver, por causa de um relacionamento.

É muito verdadeiro quando se diz que não devemos fazer nossa felicidade depender de nada além de nós mesmos [...], pode parecer difícil colocar em prática por estarmos tão mal acostumados, mas, se conseguirmos mesmo que aos poucos, nos sentiremos livres, felizes com o nosso momento presente e estaremos prontos e inteiros para tudo que a vida nos trouxer.

Texto escrito por ValériaC em 16/03/2010

Revisado por : Danilo Carvalho

Imagem : : http://images.google.com.br

segunda-feira, 15 de março de 2010

QUEM ALEGRA OS OUTROS

QUEM ALEGRA OS OUTROS

Se te sobra algumas horas por dia, meu irmão, aproveita para alegrares aos outros. Os meios são incontáveis para fazer estender, por toda a parte, a alegria cristã. Não precisas duvidar deste recurso, pois quem não já recebeu seus benefícios?

Vê a natureza em plena alegria celestial! Observa as flores, mostrando a alegria dos Céus! Passa um olhar no céu estrelado, a mostrar o que parece ser a alegria do Criador! Analisa as crianças, como alegria dos anjos! Tudo feito por Deus expressa alegria.

O homem tem um dom a mais como instrumento de felicidade: é a expressão da alegria através do sorriso que ele pode dar e que os outros animais não conseguem. Quando procurares o leito, seja o teu último gesto o de sorrir e quando acordares, faze o mesmo e continua a proceder assim no decorrer do dia, que o condicionamento obedecerá a tua vontade e tu passará a sorrir mesmo para os infortúnios, que acabarão diminuindo com a tua alta compreensão. E a compreensão te fará trabalhar para diminuí-lo em todos os aspectos de perturbação.

Procura visitar os enfermos onde eles se encontrarem, porém, não te esqueças do sorriso benfeitor que estimula o organismo, predispondo-o a todos os tratamentos por medicamentos. A presença de pessoas que sabem amar aos que sofrem é, pois, o melhor medicamento para todos os males. Fora do amor, verdadeiramente não há salvação, sem ele nunca poderemos conquistar a felicidade. E, se já sabemos disso, o nosso dever é amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a nós mesmos. Vamos caminhar, meus irmãos, nas pegadas do Mestre dos Mestres, que nunca mais erraremos o caminho do céu. É do agrado de Jesus que corrijamos a nós mesmos, esquecendo os defeitos alheios, acendendo a luz da compreensão nos nossos sentimentos.

Sê tolerante com os companheiros, não no sentido da convivência. Se quiseres dar algum conselho, faze-o pelos exemplos de vida reta. Abre a escola da moral evangélica em teu peito e não digas nada a ninguém sobre as tuas vantagens. Mostre-as em silêncio.

Essa deve ser a conduta do homem de bem, aliando condições de luz para a luz de todas as criaturas. Se queres ser alegre, lembra-te que a alegria somente nasce no dever cumprido, no amor sem condições e na caridade sem troca. Trabalha neste sentido, que logo verás invadir em teu coração o coração de Jesus, a te ajudar a viver melhor. Quem deseja ser bom, já deu um passo para a bondade, porém, não deve ficar somente no desejo.

Avança mais um pouco. Se desejas ser alegres, na alegria pura, dá um passo neste clima e não fiques só na vontade. Exercita os sentimentos e doa essa virtude como flor do teu coração para os corações que te cercam.


Trecho do livro “Flor de Vida” – João Nunes Maia (Espírito Scheilla)

Imagem : : http://images.google.com.br

sábado, 13 de março de 2010

DESAPEGO

DESAPEGO

Na senda de nossa busca pelo crescimento interior, dentre tantas aprendizagens, trabalhemos o: desapego.

Todo apego é ilusão... é como água de um rio que você tenta reter, mas, que escorre por entre nossas mãos...não há quem se apegue, se iluda, que cedo ou tarde não se desiluda....

Despegar é deixar ir... é se libertar...

Pense... o que neste exato momento você precisa desapegar-se? Da sua juventude, da sua beleza, do seu orgulho... dos seus bens, do seu importante nome, dos seus sonhos...é, sonhos...porque sonhos podem nos impulsionar e isto é bom, porém quando nos tornamos seus escravos, pode ser perigoso... do que você precisa se libertar? Do medo da solidão, da sua dependência por algo ou por alguém...um vicio...uma paixão que te desiludiu? De um cargo, um título que te deram... quem você precisa deixar ir em paz... um ente querido que já se foi desta etapa de vida terrena... seja o que ou quem for... para você encontrar Paz...tem que libertar, deixar seguir... e viver então seu caminho.

Tudo o que é passageiro será sempre fulgaz... se acercará de nossa vida... nos trará uma lição e irá embora...

Porém tudo o que for essência, for verdadeiro...sempre permanecerá... no coração, na alma... e com certeza nos brindará pela eternidade...

Dentre os tantos apegos, nos atentemos a um muito comum... o Amor...muitas vezes o que chamamos de Amor, traz em si uma mistura de sentimentos e por sermos nós tão imperfeitos, aprendizes da vida, nos equivocamos e chamamos de Amor... algo que melhor seria descrito por apego.

A pergunta é: Amamos sem nada esperar em troca? Tudo o que damos de nós, deve ser dado gratuitamente... seja atenção, carinho, amizade, nossas palavras, nosso tempo, nosso trabalho pelo Bem, enfim, nosso Amor. Se você respondeu que ama gratuitamente...então você vive o Amor real... caso contrário... está vivendo uma ilusão.

Pode parecer incrível, mas quando simplesmente nos damos, a vida se abre em bênçãos , alegrias e Amor infinitos... muito mais do que quando nos limitamos a uma ou a poucas pessoas a quem vamos amar ou dar nosso melhor, pois bem sabemos que nem sempre recebemos de volta a dedicação dada e mais uma vez... nos decepcionamos.

Tudo o que criamos expectativas, muitas das vezes, acabam nos gerando frustrações.

Aceitemos o que a vida nos traz com tanta generosidade, sejamos gratos por tudo o que temos e vivemos, pois basta pensar um pouco e veremos o quanto somos abençoados em sermos quem somos e vivermos a vida que Deus nos presenteou... tudo é sempre aprendizagem.

Tolice nos prendermos às aparências, às temporalidades da vida...cultivemos sempre o que não irá perecer: nosso espírito... e nos livremos de todo apego que possamos ter nesta vida... pense nessa urgência... tudo tem seu valor, sua utilidade, o perigo está em nos tornamos escravos do que tanto nos serve. O material é útil, mas não tem importância maior do que os valores do espírito que todos possuímos e vivemos para desenvolvê-los.

Nada é nosso... nada do que você aparentemente possui é seu... dia há de chegar que teremos que enfrentar de frente nossas vãs ilusões e veremos o quanto perdemos em nos manter apegados...encarcerados a qualquer situação de vida ou pessoa... podemos ser colaboradores uns com os outros, aos trocarmos experiências de vida, porém grande é nossa responsabilidade especialmente conosco em melhorar sempre, nos libertando dos apegos que nos pesam demais.

Usufrua tudo com gratidão, mas não mais se esqueça que nada nem ninguém nos pertence...

Em tudo o que nos propusermos a fazer em prol de nosso crescer é um ganho real, eterno... e entenda que a vida nos propõe tarefas a cada instante e que nem sempre nos são fáceis... mas ela, nossa sábia mestra, oferece a oportunidade do constante exercício, para nosso aperfeiçoamento visando sempre nosso maior Bem e acreditando na capacidade que todos podemos desenvolver.

Texto escrito por ValériaC em 11/03/2010

Imagem : : http://images.google.com.br

quarta-feira, 10 de março de 2010

HOJE SIM

HOJE SIM

Ontem passado.

Amanhã futuro.

Hoje agora.

Ontem promessa.

Amanhã probabilidade.

Hoje ação.

Ontem parecia.

Amanhã quem sabe?

Hoje sem dúvida.

Ontem anseio.

Amanhã mudança.

Hoje oportunidade.

Ontem sementeira.

Amanhã colheita.

Hoje seleção.

Ontem não mais.

Amanhã talvez.

Hoje sim.

Ontem foi.

Amanhã será.

Hoje é.

Ontem experiência adquirida.

Amanhã lutas novas.

Hoje, porém, é a nossa hora de fazer e de construir.

Trecho do livro “Ideal Espírita” Francisco C. Xavier – Waldo Vieira (Espírito Emmanuel)

Imagem : : http://images.google.com.br

segunda-feira, 8 de março de 2010

DOM POR EXCELÊNCIA

DOM POR EXCELÊNCIA

Quando falamos do dom por excelência, todos já sabem do que se pode tratar com tanta reverência espiritual: falamos do Amor.

O Amor, na fala do apóstolo Paulo, é tudo que se pode crer em matéria de Bem, de luz, de dignidade, de perdão, de bondade e de alegria. Se João Evangelista disse, quando buscou uma expressão para Deus, que Deus era Amor, elevou essa virtude à condição de dom da Divindade.

Procura, meu filho, sentir amor em tudo o que fazes, em tudo o que pensas, em tudo o que falas ou escreves, porque se o Amor envolver o teu ser, estarás realmente vivendo no céu, senão em Deus, que já mora contigo.

Ao te levantares, ama o dia pelo contentamento que deves ter nas tuas lides, ama a tua cama que te favoreceu o descanso, abençoa a água com que deverás te higienizar, agradece a Deus pelo sono que te reparou as energias gastas no trabalho. Ama o teu alimento, ama os primeiros que encontrares no teu lar, ama a todos com a mesma dedicação, abençoa os animais, alegra-te com os pássaros, agradece ao Senhor pelas vestes, os veículos que te transportam, o ar que respiras, o sol benfeitor, o teu trabalho e as oportunidades que surgirão na área da tua educação. Agradece a oração que podes fazer em agradecimento aos Céus. Agradece pelo corpo que ajuda o teu aprimoramento. Se porventura surgir alguma dor como aviso, agradece e procura ler sua mensagem de advertência. Coopera com tudo o que se encontra cooperando contigo. Isso, meu filho, é função do amor, trabalhando para a tua perfeição nos caminhos infinitos que deves trilhar. Não deixes para depois; começa agora esse trabalho santo de melhorar a ti mesmo, amando e servindo, compreendendo e trabalhando, perdoando e aprendendo com todos os teus companheiros. Não estragues teu dia com tristezas, porque o Amor desconhece melancolias; ele é alegria pura dentro do contentamento da vida.

O amor é uma flor de Deus que pode nascer no jardim do teu coração e perfumar a tua vida inteira. Isso é felicidade, é dom por excelência, por ser o clima de Deus para o bem-estar da humanidade inteira.

O Amor pode ser tu mesmo na plenitude dos teus dons, que trabalham no exercício divino da Caridade.

Trecho do livro “Flor de Vida” – João Nunes Maia (Espírito Scheilla)

Imagem : : http://images.google.com.br

quinta-feira, 4 de março de 2010

PRECONCEITOS

PRECONCEITOS

Preconceito deveria ter como definição: pobreza em “olhar”, em perceber e aceitar o outro. Também poderia ser definido como falta de Amor ou no mínimo de Respeito.

Que importância deveria ter a diferença na cor da pele, nas crenças, no lugar do mundo que habitamos. Que importância há em ser rico ou pobre, obeso ou magro, baixo ou alto, jovem ou idoso...somos seres humanos ou pelo menos deveríamos ser o mais humanos possível.

Somente aqueles que insistem em ver com a “ignorância” do preconceito mantêm esse triste modo distorcido de tudo ver. De que nos adianta olharmos com os olhos equivocados da carne se tudo o que é preciso é permitir que se veja tudo com os olhos da Alma... para enxergar a verdadeira realidade.

Somos únicos, especiais em nosso modo peculiar de ser....somos diferentes e iguais ao mesmo tempo, somos irmãos... é preciso despertar, dar passos de compreensão, aceitação mútua... nossas diferenças são somente na aparência...somos tão parecidos quando estamos alegres, vivendo uma paixão, um nascimento esperado, celebrando a vida... porém, somos ainda mais parecidos quando visitados pela dor, pela doença, pelo abandono, pela morte...

A vida tem sutilezas e particularidades que visam o desenvolvimento intelectual, emocional e espiritual de acordo com as necessidades de cada um e todos sem exceção, somos convidados a caminhar na escola da vida, mesmo que em ritmos e passos diferentes... porém a vida, nossa grande mestra, sabe sem dúvida alguma que todos hão de chegar mais cedo ou mais tarde no mesmo destino.

Se estamos vivos nesta Terra Bendita, não é mero acaso, coloquemos vida em tudo... dediquemos o nosso melhor sempre, em nome de um Bem maior. Perceba que entre tantas aprendizagens que a vida nos traz, manter o preconceito em nosso viver não nos ajuda a crescer....

Tire do homem seus bens materiais, seu corpo... o que restará dele....restará somente o que ele é de verdade. Teremos medo de nos ver como somos na essência quando o momento chegar?

Cuide para que este seu “eu” verdadeiro seja cada dia melhor, pois embora o corpo que hoje vestimos tenha o seu valor como veículo que nos possibilita o desenvolvimento, ele é temporário e nele já não deve mais caber o preconceito, pois não há justificativa em tê-lo.

Acolha cada ser que te cruze o caminho com Respeito, Amor, ao menos Paciência, com suas limitações e falhas...pois todos nós as temos... todos somos um universo imenso... não permita mais que um julgar coberto de preconceitos te impeça de ver a essência que habita tudo e todos...mesmo que na forma de tesouros escondidos ou pedras brutas... pois, nada como um dia após o outro para o florescimento do despertar para a necessidade do desenvolvimento íntimo.

Ninguém é mais que ninguém, ingenuidade crer nisto... a carne perecerá...seja você um rei ou um mendigo... porém, como você se revelará na eternidade? E agora... como você se vê?

Pense nisso e decida-se por jogar fora qualquer vestígio de preconceito que habite o íntimo do seu ser...mude de atitude, cresça... ame e acolha mais... e serás então alguém com verdadeiro valor!

Texto de ValériaC escrito em 02/03/2010

Imagem : : http://images.google.com.br

segunda-feira, 1 de março de 2010

ALEGRIA

ALEGRIA

Alegria é o cântico das horas com que Deus te afaga a passagem no mundo.

Em toda parte, desabrocham flores por sorrisos da natureza e o vento penteia a cabeleira do campo com música de ninar.

A água da fonte é carinho liquefeito no coração da terra e o próprio grão de areia, inundado de sol, é mensagem de alegria a falar-te do chão.

Não permitas, assim, que a tua dificuldade se faça tristeza entorpecente nos outros.

Ainda mesmo que tudo pareça conspirar contra a felicidade que esperas, ergue os olhos para a face risonha da vida que te rodeia e alimenta a alegria por onde passes.

Abençoa e auxilia sempre, mesmo por entre lágrimas.

A rosa oferece perfume sobre a garra do espinho e a alvorada aguarda, generosa, que a noite cesse para renovar-se diariamente, em festa de amor e luz.

Meimei

Trecho do livro “Ideal Espírita” Francisco C. Xavier – Waldo Vieira (Espírito Meimei)

Imagem : : http://images.google.com.br

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails