quinta-feira, 17 de março de 2011

A MOCHILA E AS PEDRAS

A MOCHILA E AS PEDRAS

Um fervoroso devoto estava atravessando uma fase muito penosa de sua vida, com graves problemas de saúde em família e sérias dificuldades financeiras. Por isso orava diariamente pedindo que o livrassem de tamanhas atribulações.

Um dia, enquanto fazia suas preces, um anjo lhe apareceu, trazendo-lhe uma mochila e a seguinte mensagem:

O Senhor se compadeceu da sua situação e lhe manda dizer que é para você colocar nesta mochila o máximo de pedras que conseguir, e carregá-la com você, em suas costas, por um ano, sem tirá-la por um instante sequer. Manda também lhe dizer que, se você fizer isso, no final desse tempo, ao abrir a mochila, terá uma grande alegria. E desapareceu, deixando o homem bastante confuso e revoltado.

"Como pode o Senhor brincar comigo dessa maneira? Eu oro sem cessar, pedindo a Sua ajuda, e Ele me manda carregar pedras?" Já não me bastam os tormentos e provações que estou vivendo? “Pensava o devoto”. Mas, ao contar para sua mulher a estranha ordem que recebera do Senhor, ela lhe disse que talvez fosse prudente seguir as determinações dos Céus, e concluiu dizendo:

Deus sempre sabe o que faz...

O homem estava decidido a não fazer o que o Senhor lhe ordenara, mas, por via das dúvidas resolveu cumpri-la em parte, após ouvir a recomendação da sua mulher. Assim, colocou duas pedras pequenas, dentro da mochila e carregou-a nas costas por longos doze meses.

Findo esse tempo, na data marcada, mal se contendo de tanta curiosidade, abriu a mochila conforme as ordens do Senhor e descobriu que as duas pedras que carregara nas costas por um ano inteiro tinham se transformado em pepitas de ouro... , apenas duas pequenas pepitas.

Todos os episódios que vivemos na vida, inclusive os piores e mais duros de se suportar, são sempre extraordinárias e maravilhosas fontes de crescimento.

Temendo a dor, a maioria se recusa a enfrentar desafios, a partir para novas direções, a sair do lugar comum, da mesmice de sempre.

Temendo o peso e o cansaço, a maioria faz tudo para evitar situações novas, embaraçosas, que envolvam qualquer tipo de conflito.

Mas aqueles que encaram para valer as situações que a vida propõe, aqueles que resolvem "carregar as pedras", ao invés de evitá-las, negá-las ou esquivar-se delas, esses alcançam a plenitude do viver e transformam, com o tempo, o peso das pedras que transportaram em peso de sabedoria.

Como está sua mochila?

Autor desconhecido

Imagem: http://images.google.com.br

24 comentários:

chica disse...

Linda reflexão...Temos que ver nossas mochilas, se não as estamos, por comodidade, a deixando vazia...beijos,chica e lindo dia!

Bloguinho da Zizi disse...

Valéria
Que texto lindo!
Pensando bem....andei tirando fora algumas que carregava.
Não que me preocupe as pepitas de ouro que possa ter perdido, mas sim, pelo que deixei de viver, de experenciar.
Pelo que deixer de crescer como Ser.

Gratidão

Rô... disse...

Oi Valéria...
bom dia...

bem atualmente na minha mochila somente amor...
e por falar nisso hoje tem bolo prá vc lá no nosso cantinho

beijinhos

Jorge (Nectan) disse...

Achamos sempre que a nossa mochila pesa mais que dos outros. Nos sentimos vítimas e nunca paramos para pensar se não somos os culpados. Afinal, ninguém carrega a mochila mais pesada que pode suportar o próprio ombro.

Um doce beijo, Anjo amiga!

Anne Lieri disse...

Texto sensacional!Uma história com um grande ensinamento de vida!Parabéns,Val!Bjs,

Vozes de Minha Alma disse...

Valéria,
É por isso que me julgo um previlegiado.
Estou aqui não por acaso, acredito que este alento servirá para mim como uma luva.
Quantas e quantas vezes não me deparei com uma mochila dessa?
Isto só vem corroborar que teu blog é iluminado e junto aos meus, o apresento como uma centelha viva, raridades nesta internet tão diversificada.
Portanto amiga querida, fizeste bem em abrir-nos este Portal de Sabedoria e Interação. Um abraço afetuoso, bjs em teu coração.

Isa Mar disse...

A minha mochila anda cheia rsss tenho carregado muitas pedras, mas por opção, pois quando fazemos nossa parte o Universo conspira a nosso favor né amiga?
Ótima reflexão para não ficarmos acomodados
Beijos na alma!

Élys disse...

Durante a vida sempre temos pedras para colocar na mochila para ajudar a aplainar o caminho onde elas se encontravam. Uma página excelente para uma boa reflexão.
Beijos querida amiga.

Marlene disse...

Valéria que mensagem sabia e verdadeira,quantas vezes não deixamos de ser beneficiados por covardia teimosia as vezes por preguiça
por descuido Deus sempre quer nos dar o melhor,e nem sempre este melhor é o que pedimos ou o que desejamos
um abraço obrigada por sua visita no meu cantinho,seja sempre bem vinda marlene

Sônia Silvino disse...

Minha mochila nunca está vazia, amiga! Mas eu trato logo de esvaziá-la. rs
Beijinhos!

" ESSÊNCIA ESTELAR MAYA " disse...

Valéria amada,

Como consegues mensagens tão Maravilhosas como esta?
Sempre encontro lindos aprendizados através de seus textos.
Parabéns querida.
Não posso reclamar, pois minha mochila anda bem leve.
Acreditar muito na Vida e no invisível é o segredo.

Um enorme beijo em seu coração!!!

Alma Aprendiz disse...

Olá amiga!
Que profundo e sábio!
Uma mensagem maravilhosa,que me fez refletir mais sobre todas as coisas perfeitas que o Senhor nos proporciona a todo instante,só temos que agradecer.
Beijossssssssss

ValériaC disse...

Meus amores de amigos(as) fico imensamente feliz com a presença carinhosa de cada um de voces e por suas palavras deixadas no meu recanto.

Este texto nos traz algumas reflexões, mas creio que trouxe algumas dúvidas para interpreta-lo.

É bem verdade que muitas vezes na vida carregamos tantas inutilidades e tornamos nosso viver mais difícil, como mágoas, rancores, tristezas,um passado dolorido que não conseguimos deixar para trás, quando não perdoamos, enfim, vários "pesos" que se buscarmos nos harmonizar interiomente, veremos que não haverá necessidade em carregá-los.

No caso deste texto, o que gerou alguma confusão, é que a mochila cheia, se trata dos problemas que a vida nos traz e significa que sempre que nos dispusermos a enfrentar a vida de frente, sem fugir dos obstáculos, sem temermos o novo e termos a "coragem" de efetivamente viver a vida, sabendo que tudo o que nos ocorre, inclusive a eventual visita da dor, do sofrimento, contribui para que corrijamos a rota que estamos seguindo, veremos que tudo é aprendizagem e consequentemente, crescimento.

No caso do texto, se ele tivesse "aceitado" carregar mais pedras, teria recebido mais "ouro"(ajuda).

Não estou querendo dizer que devemos buscar intencionalmente, dores e sofrimentos para evoluirmos, mas, os que eventualmente aparecerem, que nós enfrentemos de frente, pois tudo na vida é passageiro e todo aquele que tem fé, tem determinação, acaba resolvendo de alguma maneira o que lhe aflige num dado momento.

Então nos livremos sim, do que não nos serve, mas ao mesmo tempo carreguemos o que o momento nos pede, na certeza de que nada será em vão...tudo será por nossa evolução.

Anjinhos, tenham um final de semana abençoado, que o amor seja nosso maior guia, que ele norteie cada pensamento, cada sentimento, cada atitude nossa...beijinhos...

Vivian disse...

Bom dia,Valéria!!

Que lição linda!!
Entrou no coração!!
Nada de medo ou covardia!!
Beijos!!
Bom final de semana!!

Janetinha disse...

Lindo texto! Nunca queremos as pedras, mas adoramos receber as pepitas... Assim, devemos nos resignar durante os momentos que nos pesam nos ombros para depois termos a recompensa de tê-los enfrentado com coragem. Bjos no coração.

Livinha disse...

Lindo texto, de profunda reflexão...
É preciso acreditar, sentir, buscar...
Sem jamais arrepender-se da luta, sequer reclamar, pois que haverá sempre o momento de boas colheitas, o merecimento que temos, os bônus adquiridos pela perseverança em que se nutri em espírito de fé.

Vallerry, eu só queria a mochila, tão linda, sem pepita,
só pra levar uma garrafa de água com um deserto na frente por encarar...
Quem sabe a flor nela despontada, outras flores não nascerá...
Fé....

Feliz fim de semana pra ti

Bjs

Livinha

Dora Regina disse...

Valeria, obrigada pelo carinho!
Foi muito bom comemorar meu aniversário com você!
Um grande abraço!!

Astrid Annabelle disse...

Que história bonita Valéria!
Já a conhecia e é muito boa para colocar a mente e o coração em sintonia!
Adorei sua visita lá em casa. E Ubatuba continua linda!!!!
Beijos
Astrid Annabelle

Sonhadora disse...

Minha querida

Um texto lindissimo e verdadeiro...costuma-se dizer que Deus dá a carga que podemos suportar...nós por vezes é que achamos que é pesada demais, mas Ele sabe o que faz.

Deixo um beijinho carinhoso
Sonhadora

Lis disse...

UMa boa lição Valéria
Gostei muito de ler e refletir.
Carregamos tantas futilidades , sempre é hora de rever.
Obrigada por compartilhar .
deixo abraços

ⓣⓔⓡⓔⓢⓐ ⓒⓡⓘⓢⓣⓘⓝⓐ disse...

Oiee Val.....linda e profunda reflexão!!
Adorei!!!
Quando se pensa que estamos em dificuldades....nada mais são que aprendizados para aprendermos a valorizarmos quem somos e podermos nos tornar a ser melhores, sempre!!
Bjss♥
Boa semana pra ti!

orvalho do ceu disse...

Olá, querida
Sigo esperando as minhas pepitas pois sei que o Senhor é bom e favorável...
Bjs dominicais

Bloguinho da Zizi disse...

Vou
Vou em busca de mim
na certeza que o caminho que trilho agora é muito melhor
do que aquele que trilhava antes de aqui chegar.
O que aprendi aqui
nenhuma escola me ensinaria
pois os mestres que tive
foram os melhores
e nenhuma faculdade pode pagar.

O meu coração vai cheio de graça
neste novo caminho.
Muitas ideias fui tecendo
muitas ideias fui trocando
enquanto tentava manter desperta a minha luz.

Me deitei neste divã que é a vida,
recebi muitas respostas às minhas perguntas.
Segui meu sexto sentido,
e até me perdi no Japão.

Permiti que minha alma ficasse zen.
Li versos de fogo
no vale do sol encantado.
E quando a vida dentro de mim se tornou possível,
abri a arca do auto conhecimento
e ali vivi momentos
e descobri a beleza
e a felicidade
como numa caixinha
de boa nova.

Tomei meu chá das 5,
lendo as notícias da cozinha e
sentindo o doce da filosofia.

Vi as sementes no canteiro
da quinta
mostrando a essência de cada flor e,
continuando assim
até fadinhas eu vi.

Vi o delírio de uma bruxa
num arco íris.

Senti o vento numa ilha e,
simples assim percebi
que penso, logo insisto.

Aprendi com alguém especial
que a vida tem a cor que a gente pinta
e que somos fractais,
pedaços do grande Todo.

Entrei na cova do urso,
frequentei a casa das virtudes,
naveguei no infinito
conheci o poeta louco
e
... foi desse jeito que ouvi dizer ...
entre olhares líricos,
que há pérolas nos
pensamentos.

Aqui encontrei os mentores de luz,
trabalhei a minha espiritual-idade,
andei por vários mundos
sentindo o aroma nosso de cada dia.

Debaixo da Luz da minha amada Mestra Kwan Yin
li livros e colhi flôres
e foi por aí que
descobri alguns pequenos barulhos internos.

Por isso vou...


Vou em busca de mim
na certeza que o caminho que trilho agora é muito melhor
do que aquele que trilhava antes de aqui chegar.
O que aprendi aqui
nenhuma escola me ensinaria
pois os mestres que tive
foram os melhores
e nenhuma faculdade pode pagar.

ValériaC disse...

Amores da minha vida...grata a cada um de vocês pelo carinho que deixaram por aqui, em forma de palavras...meu carinho a todos vocês também...sou feliz em te-los em minha vida!
Beijinhos...

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails