quinta-feira, 3 de março de 2011

TERNURA

TERNURA

É tão importante que sustenta a vida. Muitas criaturas a negam, mas ninguém a dispensa.

Apresenta-se tímida, quase como se não existisse. No entanto, engrandece quem a dá e embeleza quem a recebe.

Manifesta-se em pequenos nadas, como um olhar num momento muito especial. Um olhar que tem o brilho de uma estrela em um céu cheio de astros.

Pode se exteriorizar em um sorriso, em um aperto de mão. O namorado que se aproxima da sua amada e lhe acaricia com suavidade o rosto, como se estivesse tocando o veludo de uma rosa que desabrocha.

Pode ser sentida em uma canção que alguém entoa à distância, uma canção que fala de momentos doces, de um pôr-de-sol, de um amanhecer...

Irradia-se de uma palavra em um momento oportuno. Palavra que tem o dom de acariciar a alma e lembra o voo gracioso de uma ave no céu azul.

Expressa-se no silêncio de um amigo que nos reconhece a dor íntima e simplesmente se senta ao nosso lado, aguardando que desejemos falar, dizer do que nos está magoando, machucando. Oferece-nos o ombro amigo para o desabafo e as lágrimas.

Ela fala sem voz. Atua sem mãos. Brilha sem luz...

Falamos da ternura, que é alma e é coração.

Ela sustenta os matrimônios na Terra e aquece os corações maternos quando a neve dos invernos já coloriu os cabelos com sua brancura.

No namoro, ela faz parte do doce encantamento que toma de assalto os enamorados. Nos primeiros dias do casamento, é a brisa que visita os apaixonados todas as manhãs. Depois, quando os anos já se dobram sobre o casal, é o sentimento que alimenta a relação a dois.

Feita de coisas pequenas, como chegar do trabalho com uma flor e oferecer à amada. Ou um telefonema, no meio da tarde, para uma pequena declaração de eterno amor.

Um bilhete em envelope discreto, com uma frase curta e a marca de um beijo.

Quando a ternura se ausenta, as criaturas envelhecem mais rapidamente, parecendo murchar, como flores sem água, sem sol, sem ar.

A ternura é sempre espontânea, por isso mesmo tão preciosa. Não pode ser imposta. Quem pode dizer a uma criança que deixe a brincadeira e nos venha acariciar os cabelos com suas mãos pequeninas?

Mas, quando ela o faz de forma espontânea, nos enriquece e enche de bênçãos o coração.

A ternura é componente imprescindível às manifestações do amor.

Brota como as flores que explodem dos botões aos beijos do sol da primavera.

Onde chega produz harmonia, paz, porque a ternura é a mais forte expressão que traduz a elevação do Espírito.

Quando a brisa passa pelas ramagens dos arbustos e arvoredos, quando ela canta suave nos galhos, acaricia a folhagem que se agita em movimentos rítmicos.

A carícia, na Terra, é dádiva de Deus para a preservação da esperança na dor, do sacrifício na aflição, do alento na luta.

Façamos da nossa passagem pelo mundo uma permanente carícia de amor nobre, manifestando ternura aos nossos amores.

Sejamos como a madrugada que, ao despontar, acaricia o sono da noite que desperta.

Redação do Momento Espírita, com base no cap. Ternura, do livro Heranças de amor, pelo Espírito Eros, psicografia de Divaldo Pereira Franco

Imagem: http://images.google.com.br

20 comentários:

Bloguinho da Zizi disse...

Ternura
Quase não se ouve essa palavra.
O amor já anda por aí banalizado, mas a ternura, acho que esqueceram dela.
Quem diz hoje, "que olhar terno tem aquela pessoa"?
Quem vê ternura em alguém é porque tem a ternura em si.
Gratidão

Chica disse...

LINDO e sempre bom lembrar que podemos conviver com a ternura, ainda que os tempos se apresentem duros... Ela pode transformar situações, melhorar... beijos,tudo de bom,chica

Vozes de Minha Alma disse...

Valéria, falar de ternura, envolve a alma, o coração, e um amor muito profundo.
É como tocar os céus, é como adentrar outros mundos...
É algo indescritível, e sobre a ternura repousa a paz.
Gostei demais deste texto lindo, maravilhoso, e aqui a amiga vai com ternura, conduzindo sapiência, e plenitude.
Um abraço afetuoso do teu leitor e fã. Gostaria de levar os dois selinhos do blog.
Bjs.

Zil Mar disse...

Que lindo!!!!!!

Amei.....

pra vc:"O coração da gente gosta de atenção.
De cuidados cotidianos.
De mimos repentinos.
De ser alimentado com iguarias finas.
Com beleza... riso e afeto."Ana Jácomo

bjo querida!

Zil

ValériaC disse...

Meus amores aceitem minha gratidão e carinho a cada um de vocês, que são presenças que iluminam meu viver.

Saiamos a plantar Amor pela vida, em pequenos gestos, palavras, que saibamos abrandar a vida e colocar em tudo a Ternura...que de tão doce, tão bela , nos remete a serenidade, a paz, a leveza que tanto precisamos colocar em nossos dias...
Viver com ternura faz bem ao coração, a alma...a quem dá e a quem recebe...vamos criar um circulo que leve amor e ternura a envolver a tudo e a todos, assim como nosso Planeta amado.
Beijinhos a todos...

Pris Benedetti disse...

Essa palavra ternura, está quase em extinção, as pessoas se esqueceram como é bom tratar com respeito e carinho ao outro e como tudo na vida é recíproco...
Temos que espalhar a ternura novamente, para que a ternura volte a ser um sentimento e não somente uma palavra.

Beijinhos

Livinha disse...

Ternurinha carinhosa
quem a tem jamais esquece.
meiga, bonita, grandiosa,
é calor que a vida aquece...

Vallerry,
Adoro essa palavras.
tão meiga, tão tão
faz a vida encantada
nos enchendo de emoção...

Ternuras de beijos pra ti
querida

Bjs

Livinha

Anne Lieri disse...

Val,a ternura é uma qualidade do espírito! É docura,gentileza,amorosidade!Precisamos resgatar em nós essa magia!Bjs,

Anne Lieri disse...

Val,a ternura é uma qualidade do espírito! É docura,gentileza,amorosidade!Precisamos resgatar em nós essa magia!Bjs,

Marlene disse...

Amiga este poema ja diz tudo ternura de um olhar,de um gesto pode mudar vidas caminhos sonhos,um abraço com ternura pode salvar vidas derrubar barreiras que lido amiga Deus te abençoe,por encantar nosso dia com versos tão lindos,bjs
marlene

Carlos Varoli disse...

Querida Valéria, a ternura se manifesta de diversas formas, mas é muito importante estarmos atentos para perceber e sentir este ato de amor.
Existem pessoas que são doces e ternas por natureza e você é uma delas.
Que Jesus te ilumine sempre irmã querida.
Beijos,
Carlos espírita

Maria José disse...

Valéria, minha amiga. Lindo texto. A ternura vem da alma e do coração e encanta as pessoas por sua suavidade e meiguice. Beijos.

Plenitude do Ser disse...

Bj Vá!!!

Textolindo! Ótima escolha!!

Obrigada pela visitinha!

Jorge disse...

Valeria,

a ternura é inerente aos seres humanos, mas poucos tem a sensibilidade de senti-la. Desperta na alma delicada e suave pois compreende a vida e a movimenta com o coração.
Você, minha amiga, é ternura por excelência!!!

Um beijo!!!

ValériaC disse...

Anjos de amigos(as) grata pela presença e especialmente pela Ternura deixada por cada um de vocês, por aqui...saibam que essa mesma Ternura, ofereço a todos vocês...
Tenham um belo final de semana...vibremos em nossos corações muita alegria, paz e amor...beijinhos...

ONG ALERTA disse...

Hoje em dia as pessoas nem se permitem sentir...lindo texto, beijo Lisette.

Jeanne disse...

Muito legal! Adoro as mensagens do momento espírita!
Beijos :)

" ESSÊNCIA ESTELAR MAYA " disse...

Valéria amada,

Que texto LINDO!!!
"A ternura é sempre espontânea, por isso mesmo tão preciosa".
Como VOCÊ minha querida, sempre tão espontânea com suas palavras e sua presença.
Obrigada por sempre me dizer palavras que me emocionam o coração, não canso de dizer que és Luz!!!

Um Maravilhoso e Abençoado final de semana para você e toda a sua família!

Um grande beijo em seu coração!

Sonhadora disse...

Minha querida

Um texto maravilhoso que não deixa ninguém indiferente, a ternura é um sentimento sublime...é feita de muito amor e muita paz, nasce na nossa alma.

Deixo o meu carinho e um beijinho
Sonhadora

Sônia Silvino disse...

Amiga querida!
Preciso te dizer que és uma amiga cheia de ternura nos teus comentários!
Bom feriadão!
Beijinhos!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails