segunda-feira, 9 de maio de 2011

A PORTA NEGRA

Era uma vez um país das Mil e uma Noites.

Neste país, havia um Rei que era muito polêmico por causa de seus atos. Ele pegava os prisioneiros de guerra e levava para uma enorme sala. Os prisioneiros eram enfileirados no centro da sala e o Rei gritava, dizendo:

- Eu vou dar uma chance para vocês. Olhem para o canto direito da sala.

Ao olharem, os prisioneiros viam alguns soldados armados de arco e flechas, prontos para ação.

- Agora, - continuava o Rei - Olhem para o canto esquerdo.

Ao olharem, todos os presos notavam que havia uma horrível Porta Negra de aspecto gigantesco.

Crânios humanos serviam como decoração e a maçaneta era a mão de um cadáver.

Algo horripilante só de imaginar, quanto mais para ver.

O Rei se posicionava no centro da sala e gritava:

- Agora escolham : o que vocês querem ? Morrerem cravados de flechas ou abrirem rapidamente aquela Porta Negra e entrarem lá dentro enquanto tranco vocês? Agora decidam, vocês têm livre arbítrio, escolham....

Todos os prisioneiros tinham o mesmo comportamento: na hora da decisão, eles chegavam perto da horrível Porta Negra de mais de quatro metros de altura, olhavam para os desenhos de caveiras, sangue humano, esqueletos, aspecto infernal, coisas escritas do tipo: "Viva a Morte", etc...e decidiam:

" Quero morrer flechado"...

Um a um, todos agiam assim: olhavam para a Porta Negra e para os arqueiros da Morte e diziam para o Rei:

- Prefiro ser atravessado por flechas a abrir essa Porta Negra a ser trancado lá dentro.

Milhares optaram pelo que estavam vendo: a morte feia pelas flechas.

Mas, um dia, a guerra acabou. Passado algum tempo, um daqueles soldados do "Pelotão da Flechada" estava varrendo a enorme sala quando eis que surge o Rei. O soldado com toda reverência e meio sem jeito, perguntou:

- Sabe , ó grande Rei, eu sempre tive uma curiosidade, nao se zangue com minha pergunta, mas... o que tem além daquela Porta Negra ?

O Rei respondeu :

- Lembra que eu dava aos prisioneiros duas escolhas ? Pois bem, vá e abra a Porta Negra.

O soldado, trêmulo, virou cautelosamente a maçaneta e sentiu um raio puro de sol beijar o chão feio da enorme sala.

Abriu mais um pouquinho a porta e mais luz e um gostoso cheiro de verde inundaram o local. O soldado notou que a Porta Negra abria para um caminho que apontava para a grande estrada. Foi aí que o soldado foi perceber:

a Porta Negra dava para a.... LIBERDADE !!!!!

MORAL DA HISTORIA:

Todos nós temos uma Porta Negra dentro da mente.

Para uns, a Porta Negra é o medo do desconhecido.

Para outros, é uma pessoa difícil.

Quem sabe até uma frustração qualquer, do tipo:

Medo de se entregar ( a alguém ou a alguma coisa ).

Medo de se relacionar ou

Medo de viver um grande ( e triste ) amor ou

Medo de ser rejeitado ou

Medo de inovar ou

Medo de mudar ou

Medo de voar mais alto.

Para alguns, a Porta Negra é a incerteza que a falta de preparo atemoriza.

Ou uma trava imaginária que as inseguranças da vida fabricaram durante a educação.

Mas, se você pode perder, você também pode vencer.

Se der um passo além do medo, você vai encontrar o raio de sol entrando em sua vida.

Abra essa PORTA NEGRA e deixe o sol inundar você...

Autor Desconhecido

Imagem: http://images.google.com.br

16 comentários:

Vozes de Minha Alma disse...

Valéria,
Poderia ser também essa Porta Negra, os nossos preconceitos?
Poderia ser ela, os mal-entendidos que permeiam por aí?
Poderia ser também essa Porta Negra, o mau juízo que fazemos de outrém, para depois os atirarmos ao “fogo do inferno” das difamações, da falta de humildade, da falta de perdão?
Sim, porque a Porta Negra nos mostra algo terrível, mas que ao atravessarmos pela mesma, desfazemos nossos maus juízos e felizes ficaremos em saber que toda aquela feiúra não passava de um mito, ou uma visão deturpada.
É a luz do alvorecer, é a luz alvissareira da boa terra, da serenidade, e da libertação do ego.
Noto que muitos procedem como essa Porta.
Eu já passei por ela algumas vezes, e para minha felicidade, notei que nem tudo que parecia era de fato horrível...
Talvez seja ela um aprendizado para evoluirmos...
Ao atravessarmos essa Porta sem a raiva, a ira, a mágoa, ou o ego, chegaremos do outro lado na certeza de uma missão vencida em conjunto com desprendimento e alegria.
Mais um texto dez.
Um abraço, bjs e uma boa semana.

Bloguinho da Zizi disse...

O que faz o medo...
Mata, destrói.
E pensar que o Pai nos presenteou com o Amor e nós, tão tolos, criamos o medo.

Uma semana repleta de paz pra vc Valéria.
Beijinhos

✿ chica disse...

Que maravilha de mensagem...Uns nem se aproximam dela só pelo nome. Nem tem coragem de chegar perto, quanto mais abrí-la...e nem sabem o que perdem...

beijos,linda semana,chica

Rô... disse...

oi Valeria,

o medo muitas vezes,
nos afasta do belo,
precisamos criar coragem,
aprender a confiar em Deus
e nos entregarmos...
só assim poderemos desfrutar
de Seus presentes...

beijinhos,
amiga

♫*Isa Mar disse...

Oi Val,eu estou precisando atravessar algumas portas dessas
Maravilhoso texto pra reflexão
Beijos e boa semana!

Andréia B. Borba disse...

Val, querida, mas que espetáculo de post! Estou aqui boquiaberta e estupefata!
Quantas e quantas vezes deixamos, nós mesmos, de abrir as grandes e "terríveis" portas negras que habitam nosso interior por pura covardia e medo do desconhecido?

Se você me permitir, gostaria de postar essa mensagem no meu blog, com o devido link para o seu, é claro. Um beijo enorme e uma excelente semana! Déia

Mgomes - Santa Cruz disse...

Valéria: Belo Texto há portas negras por todo o lado nós a que não temos capacidade ou meu para abrir essas portas negras do nosso coração aos outros que precisam de nós.
Beijos
Santa Cruz

JR disse...

Valeria, quando a gente começa ler O TEXTO ,fica a imaginar...SE CORRER O BICHO PEGA SE FICAR O BICHO COME....e no final eis a revelação.
O MEDO , ESTE SIM É O NOSSO MAIOR INIMIGO e o pior que ele mora na nossa mente e somos nós que o alimentamos e deixamos que se torne uma dulto assustador.
Amiga, obrigada pelas palavras carinhosas deixada lá em casa.
Beijos muitos....

Jeanne Geyer disse...

Esta mensagem faz pensar. Os vários medos citados, podem ser reunidos em um só medo: o medo de viver. Por incrivel que pareça a maioria das pessoas tem medo de viver, que inclui correr riscos, sair da zona de conforto...
Beijos

Lena disse...

Valéria,
Dizem que quem tem coragem não tem medo!Mas, tenho dúvidas. Belo texto.
Uma semana ensolalarada pra você. Bjkas com muito carinho!

Lis disse...

Muito bom Valéria
Precisamos dar passos mesmo que tropecemos.
Muitas lições tiramos dessa leitura.
Obrigada .
Que saibamos entrar , conviver e deixar que a luz se espalhe .
beijinhos

Bergilde Croce disse...

Valéria,
Confirmo e reafirmo essa mensagem de coragem e otimismo.A minha porta negra(e não conto quantos disseram que era negríssima a distância,o desconhecído) eu abrí e ainda não me arrependí porque quem não arrisca não pode descobrir a própria felicidade.
Grande abraço,

Vivian disse...

Bom dia,Valeria!!

Estou aqui, impressionada com este texto e pensando...
Quantas coisas são assim na vida...escolhemos o que parece mais fácil, sem nos darmos conta que estamos deixando de ganhar...de viver!! Lindo texto!!
Que seu dia seja ótimo!!beijos!

Élys disse...

Minha querida amiga
Difícil realmente enfrentar o desconhecido quando não se teve uma educação que tivesse por base, ensinar a decidir de forma positiva, otimista, com fé.
A fé sempre nos mostrará o melhor caminho.
Beijos,
Élys.

ⓣⓔⓡⓔⓢⓐ ⓒⓡⓘⓢⓣⓘⓝⓐ disse...

Oiee Val...linda lição...viver sem medo de ser feliz, mesmo que pareça absurdo a primeira vista o que pretendemos realizar....o importante é confiar e realizar!!
Bjss♥

Jorge disse...

Todo desafio, todos complexos não deixam de ser portas negras, pois cada um tem a sua dificuldade ainda inerente a si mesma. A vida é o caminho além da porta, e que é preciso coragem e confiança para entrar neste caminho.

Meu Anjo, um beijo de luz!!!
Um excelente fim de semana!!!
Beijo

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails