segunda-feira, 29 de agosto de 2011

PAZ...AGORA! (de ValériaC)

Hoje vou propor um assunto polêmico e muito sério e peço que reflitam com bastante sinceridade para com vocês mesmos.

Vocês se sentem realmente em paz? Se morressem agora, a estariam sentindo em seus corações?

É...geralmente adiamos este refletir e quase sempre ouvimos a seguinte expressão quando alguém morre: agora ele(a) está em paz. Será mesmo?

Eu não quero assustar ninguém, mas sinto que alguém só pode ter paz, quando de algum modo a tem, mesmo que não seja uma constante, seja real em alguns momentos. Esperar que teremos paz quando morrermos pode ser um processo um tanto quanto moroso, se nada fizemos para tê-la ainda em vida. Afinal, paz, é busca e conquista, sempre.

Vou deixar umas perguntas no ar para que pensemos um pouco no quanto temos nos dedicado a encontrá-la em nossas vidas:

- Falta alguém para perdoarmos? Mesmo que essa pessoa tenha nos magoado, nos traído ou nos rejeitado?

- Somos capazes de perdoar a nós mesmos? E termos a humildade de ver que todo “erro” que cometemos na vida, nada mais são do que “caminhos” e aprendizagem? Que não precisamos nos martirizar eternamente por isso, mas sim, seguirmos adiante depois da lição aprendida?

- Conseguimos perceber o quanto cada lição dolorosa que passamos nos fez crescer? Somos capazes de ver tudo como lição sem sentirmos pena de nós mesmos, pois tudo sempre é para nosso maior bem, mesmo os maiores sofrimentos? Conseguimos entender que se ficarmos presos a essa pena e ao fato de nos sentirmos vitimas das situações e pessoas só nos deixam mais presos a elas ao invés de nos libertar?

- Nos sentimos em paz com tudo o que vivemos, sofremos, ganhamos ou perdemos?

Então, se ainda não conseguimos fazer tudo isso, vamos pensar bem e sermos inteligentes em buscarmos pela aceitação, pelo perdão, pela reconciliação, em tratarmos de extinguir o orgulho e em termos muito mais humildade, pois através deste agir, poderemos sentir paz conosco, paz com cada um, com toda situação que passamos e com o mundo. Pode parecer que não seja simples viver desta forma, mas tenho absoluta certeza que é possível.

Não vamos deixar para depois a conquista pela PAZ Interior, vamos trabalhar nela AGORA!

Texto de: ValériaC

Imagem: daqui

34 comentários:

  1. Valéria
    Não, a paz completa ainda não.
    Sempre resta "algo" a ser trabalhado, perdoado.
    Muito exercício pela frente, ainda.

    Grata pela reflexão.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  2. oi Valeria,

    muito bom refletir com você,
    estou em paz,
    mas tenho certeza que para mantê-la,
    preciso de um trabalho diário intenso,
    um pouquinho por dia,
    é o suficiente...

    beijinhos

    ResponderExcluir
  3. Bom dia meus queridos(as)...
    O tema de hoje é delicado...

    Zizi, você tem razão minha querida...não me refiro a paz completa...esta está bem distante mesmo, mas sim a termos cada vez mais e mais momentos de paz...isto sim se trabalharmos em seu cultivo constante, é possível de ser atingida e fazer uma diferença significativa em nossas vidas.

    Rô minha querida...eu me sinto muito em paz também e assim como você, sei do quanto precisamos buscá-la constantemente e no quanto ela é possível ser vivida em nossas vidas.

    Meus queridos, infelizmente temos o hábito de quer fantasiar que tudo tem que estar absolutamente perfeito em todos os sentidos e em tudo nas nossas vidas, para nos permitirmos sentir alguma felicidade e paz. Isto é o que achamos que seria o ideal...mas quão longe ele pode estar do real, não é mesmo?
    Temos que começar a trabalhar mais em termos do real, do que nos é possível no momento presente, em buscar no âmago de tudo, o melhor, a lição a ser aprendida, a mudança na percepção dos fatos da vida, para que tenhamos mais chances de sentir belos momentos de serenidade e paz.

    Tenham todos uma maravilhosa semana...estarei acompanhando os comentários e respondendo pois penso que o tema precisa ser melhor digerido por todos nós.

    ResponderExcluir
  4. Val,que texto para se pensar mesmo!Eu tb acho que preciso ainda de mais alguns passos nesse caminho!Bjs,

    ResponderExcluir
  5. Oi Valéria!
    Gosto muito de encontrar estes textos reflexivos, pois nunca paro muito para pensar nestas coisas.Agora fiquei assustada, pois não me sinto nada em paz e tenho que vencer muitas batalhas para encontrá-la.rss
    Gostei muiiito da reflexão!

    beijos e um semana iluminada!

    ResponderExcluir
  6. Este seu texto é excelente, pois é de uma grande necessidade para a maioria das pessoas que imaginam que a morte traz o encontro imediato da paz. Somos na morte o que éramos em vida. Se já tínhamos conquistado a paz ela seguirá conosco. Esta paz será a verdadeira causa de uma felicidade muito maior. Claro que tudo é relativo ao mundo em que vivemos, quando falo de paz e felicidades é dentro desta conotação.
    Perdoar aos outros e a si próprios é uma atitude que nos encaminha para esta paz. Devemos lembrar que aqui estamos em aprendizado e portanto erros acontecem, Devemos é fazer um esforço para não repetí-los.
    Beijos minha querida,
    Uma linda semana pra você.

    ResponderExcluir
  7. Valéria, por isso digo que aqui aprendo e reflito.
    Minha querida, perdoar não é complicado, acho até fácil. Já perdoei.
    O problema é quando determinadas atitudes nos abala ao ponto mais trágico de uma relação.
    Claro que mesmo na dor, podemos crescer. Basta ter este entendimento de que determinados sofrimentos nos fará evoluir, e aqui não devemos nos fazer de vítimas, pois podemos até estar sendo co-participantes nalguma situação mesmo que dentro de uma suposta ignorância.
    Quando perdoamos, (e para isto tem que haver uma alma despojada de todo rancor), aí sim estaremos libertando essa alma para uma paz mais plena.
    Confesso que não tenho paz absoluta, pois para isso, deveria fechar meus olhos para as atrocidades do dia a dia, e não temer pelo futuro dos meus, no ir e vir, se é que me entende...
    De qualquer maneira amiga, o texto é para refletir agora, hoje e amanhã, ou seja, sempre!
    Um fraterno abraço, beijos e muita paz em teus caminhos.

    ResponderExcluir
  8. Valéria
    Excelentes questionamentos, que te juro para alguns não tenho respostas ainda. Mas, nada melhor que começar a refletir sobre essa temática. Excelente, perfeito seu post!

    ResponderExcluir
  9. Oi Val, esse tema é bastante polêmico mesmo e a grande maioria das pessoas não conseguem se sentir em paz sempre, inclusive eu rsss
    Temos alguns momentos de paz, mas diante de tantas experiências que vivemos, como problemas familiares, de saúde, emocionais e outros, ela não é permanente.
    Você tem toda a razão quando diz que quem morre não estará em paz se enquanto vivo não se sentiu assim, pois a morte é apenas uma passagem, e lá continuamos no mesmo estado que estamos aqui ou até pior, dependendo da maneira como levamos a vida.
    Sempre penso que viver remoendo mágoas e vivendo na ansiedade é o que mais destrói a paz, por isso falo tanto em não ser magoável ou ofendível, pois quando não damos importância as ofensas, não temos o que perdoar e é uma coisa a menos pra se preocupar.
    O perdão só é necessario para aqueles que cultivam ódios e ofensas no coração.
    Acredito sim que a paz seja possível, é um trabalho diário onde temos que manter os pensamentos positivos, não criar expectativas com nada e nem ninguém, aceitar as coisas como são e como nos acontecem e principalmente ser gratos por tudo que temos.
    Pode até parecer que ás vezes estamos iludindo a nós mesmos, mas o persistir acabará por se tornar realidade.
    Muito importante esta tua postagem e que bom que podemos refletir sobre tudo isso, é um grande aprendizado.
    Beijos em teu coração amiga!

    ResponderExcluir
  10. Que a nossa amizade seja sempre verdadeira até o fim.
    Quero que saiba tenho prazer em conviver com você
    essa amizade linda.
    Eu sei que verdadeiros amigos são fieis e nos protegem,
    quando estamos sofrendo.
    Mesmo sofrendo,continuo semeando
    sempre boas sementes.
    Quero ser uma primavera eterna no seu coração.
    Deus tem benção para você.
    Bjs no coração.
    Evanir

    ResponderExcluir
  11. Olá, Boa noite... Tem um presentinho pra vc, um banner no meu blog, n esqueça de pegar...
    bjs Dalila
    www.jejp.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Valéria amada,

    Puxa vida, você tocou num tema que me deu muito o que pensar.

    Te confesso que se eu morresse hoje, não estaria levando na minha Alma nada tão pesado e negativo .....muito pelo contrário, iria com muita dor no coração por ter que deixar de conviver fisicamente com as pessoas que tanto gosto(um pouquinho de apego não é?...rsrsrr).

    Procuro não guardar em meu coração mágoas, ódios e raivas....pois sou uma pessoa que sempre fui verdadeira primeiramente comigo mesma.
    Mas hoje em dia está um pouco difícil de manter a Paz diante de tantos absurdos que vemos acontecer neste Planeta.
    Tanta violência gratuita, muitos valores sendo perdidos ou invertidos, a falta de consciência da população perante assuntos que são de extrema importância, mas que por pura ignorância ou preguiça não transformam suas atitudes, o desrespeito com nossa Fauna e Flora, e por ai vai....a lista seria imensa.....
    E infelizmente ainda sinto muita dificuldade para lidar com estas coisas, e acabo perdendo a minha Paz....fazendo com que automaticamente eu caia na minha vibração, e com isto, tudo a minha volta fica perturbado também.
    Eu ainda preciso trabalhar muito esta questão do coletivo, pois estou muito inconformada com as atitudes da humanidade perante alguns assuntos....e o que me tira a Paz é saber que muitas pessoas não fazem o mínimo esforço em evoluir, em mudar e se renovar....

    Mas tento deixar nas mãos do Universo, que é sábio e sabe o que faz.....mas tem dias que não é fácil e não consigo conviver com Seres tão atrasados....

    Beijos minha irmã querida e uma semana muito abençoada para você e sua família!!!!

    ResponderExcluir
  13. Bom dia meus amigos(as)!
    Quero agradecer a cada um de vocês que etão participando desta reflexão, enriquecendo nossa conversa com seus comentários. E juntos vamos repensando e aprendendo como ter uma vida melhor...

    ANNE minha querida, eu quis propor este texto, apesar de ser polêmico,pois creio que quase todo mundo não crê que é possível sentirmos paz, e é possível sim, mesmo que em momentos, então,achei que seria útil falarmos a respeito para que a gente pare e pense mesmo...afinal todos nós precisamos dar passos neste sentido, todos nós aspiramos por paz. Temos literalmente que agir para conquistá-la mesmo que em breves momentos.

    VALÉRIA minha flor, fico feliz em ver que você gostou da reflexão e por favor, não quero que você e ninguém fique assustado. A proposta é justamente estarmos vendo alguns caminhos como o perdão, a reconciliação, vermos tudo como lição, pois quando percebemos com outros olhos nossa realidade de vida, podemos nos libertar de tantos pesos desnecessários, o que nos ajuda a sentir paz. Mas, sinto que muitos diante da agitação da vida, acabam "não tendo" tempo para pensar um pouquinho nestas coisas e quando percebem estão perdidos e cansados no meio de uma imensa agitação.
    Mas vamos trabalhando com calma, um pouco por dia e vamos passo a passo melhorando a nossa caminhada evolutiva pela vida.

    ResponderExcluir
  14. ÉLYS meu bom amigo, pensamos de forma muito semelhante e você ajudou a complementar meu texto.
    Acho fantástico quando percebemos o quanto perdoar a nós mesmos e aos outros é libertador, o quanto entendermos que tudo na vida é aprendizagem visando evolução e despertar nos é fundamental para embasarmos nossas vidas e trabalharmos o que é realmente essencial e nos traz os melhores benefícios, dentre eles, a paz.

    ANTONIO meu querido, fico feliz em ver que aprendemos todos juntos.
    Perdoar nem sempre é tão simples, porque carregamos em nós muito orgulho, nos sentimos ofendidos e ficamos indignados diante do que alguém possa nos fazer. Mas sei que tanta gente as vezes em nome deste orgulho fica anos sem falar com determinas(s) pessoas, sendo que tudo poderia ser diferente se o diálogo existisse, se o perdão agisse e se a reconciliação, acontecesse, o que seria ideal. Muitas vezes sei que é possível, mas também sei que há casos que não se chega em reconciliação, as pessoas preferem se afastar, ninguém tem que conviver com quem o feriu, desde que mas o importante seja conseguido: deixar de haver a raiva, a magoa, o ressentimento. Tudo isso é libertador.
    Realmente nenhum de nós tem esta Paz absoluta, diante da vida neste mundo de provas e expiações e muitos anos levarão para que se mude a consciência coletiva para que ela comece a se instalar.
    Temos que aprender a confiar mais na vida e saber que tudo o que nos acontece são lições para cada um de nós, então nos é importante começarmos a trabalhar os medos que sentimos, pois medo não nos protege efetivamente. Vamos vivendo com cautela sim, mas sem medo, na certeza que temos o amparo do Alto a cada situação que a vida nos trouxer.

    ResponderExcluir
  15. LENA minha querida, nem sempre temos mesmo as respostas para alguns destes questionamentos que propus. Mas fica o convite a refletirmos com mais frequência nesta temática, para conquistarmos mais e mais uma vida feliz, equilibrada, livre e plena de momentos de paz.

    ISA minha amiga, você também complementou meu texto muito bem, o enriquecendo com a sua visão dos fatos.
    Minha intenção quando escrevi este texto, que apesar de ser delicado, escolhi publica-lo, é porque percebo que a maior parte das pessoas creem que para sermos felizes, para termos paz, precisamos que absolutamente tudo ao nosso redor esteja perfeito. E perfeição aos moldes que imaginamos não existe, a vida é como é. Portanto, se ainda não conseguimos paz nas 24 hs do dia, podemos ir trabalhando para ter alguns minutos,algumas horas e assim sucessivamente.
    Sei também que diante de problemas financeiros, de saúde própria ou de algum familiares, é evidente que a perdemos em muito, mas tudo na vida, é passageiro, são fases que passam e nos deixam as lições, muitas vezes dolorosas sim, mas todos nós passamos por elas, não tem como fugirmos dos problemas e determinadas situações da vida.
    Sei que vários são os fatores que podem nos desestabilizar, mas como os grandes iluminados pregaram, precisamos na medida do possível aprender a sentir paz mesmo diante do caos. Grande caminho a ser trilhado por todos nós, não é mesmo?
    No meu outro blog coloquei uma frase “Ter paz não depende de absolutamente nada do exterior, mas sim, de como nos sentimos e nos equilibramos interiormente diante de tudo.” e isto é fato...as vezes a pessoa se diz sem paz porque está mal financeiramente, é claro que ter estabilidade financeira é ótimo, mas se bastasse tê-la, os ricos teriam muita paz, e não é isso que tantas vezes vemos.
    Enfim, paz, como tudo na vida é busca e conquista, especialmente de equilíbrio em todos os setores da vida. E vamos trabalhar este equilíbrio não é mesmo? Porque vale a pena investirmos em nós.

    ResponderExcluir
  16. EVANIR minha flor, grata por sua amizade, carinho e generosidade sempre...

    DALILA minha querida, grata pelo mimo...

    LÚ minha irmã querida, você é uma pessoa de grande consciência diante das evidências da vida e do mundo.
    Assim como você, se eu morresse agora, estaria em paz com cada pessoa que cruzei na minha vida, com cada situação que vivi, não importa o quão doloroso ela tenha sido, pois consegui me libertar de tudo isso. Claro que a custa de muita busca, mas creio que além disso, a percebemos quando a maturidade nos vem, não a idade, mas a nível de despertar de consciência. Começamos a perceber tudo com outros olhos, compreendemos que tudo são reflexos de nossas escolhas, mesmo que inconscientes, que somos nós quem escrevemos nossa história e a recheamos de dor e alegrias e quando nos damos conta disto, perdoar fica fácil, reconciliar também, aceitar a si aos outros fica tarefa bem mais simples, enfim, para atingirmos este estado de espírito é preciso busca, reflexão até que o entendimento se instale e se torne parte de nossa realidade de vida.
    Tenho certeza que se nos dedicarmos a buscar as respostas deste questionamento que propus que conversássemos, muitos passos poderão ser dados neste sentido de sermos libertos, felizes e sentirmos momentos de paz, apesar do caos que nos cerca, pois este caos causado pelo próprio homem, será como beber do seu próprio veneno e muito teremos que aprender por conta disto.
    Mas enquanto esta harmonia não reina, vamos agindo a nível individual, pois com certeza tudo isso trará reflexos a nível mundial, mesmo que a longo prazo.
    O importante é não desanimarmos diante das coisas, mas seguirmos fortes e determinados pela elevação e expansão da consciência planetária.


    Mais uma vez minha gratidão a cada de um de vocês que tanto contribuíram para esta reflexão...
    Um dia de alegria e paz à todos...

    ResponderExcluir
  17. Maravilha de reflexão...Temos muito a trabalhar pra estar em PAZ sempre, todos os momentos e esse aprendizado é uma constante... beijos,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  18. Valéria,
    Um texto claro e ao mesmo tempo de profunda reflexão sobre a paz que é tão desejada acredito que por todos nós.Entretanto,também acredito que só a possuem os que a amam e pelo amor sabem conservá-la.Amar a paz e senti-la dentro de si mesmo deve ser o primeiro passo para infundí-la nos outros.
    Abração pra você!

    ResponderExcluir
  19. Valerinha adoro assuntos assim polémicos...e nunca falo a frase para a pessoa que morreu: AGORA ELA ESTA EM PAZ.......acho isso errado!! quem garante que ela morreu em paz??
    Respondendo as perguntas:
    Sobre perdoar alguem? Nao tenho ninguem que eu possa não ter perdoado..tenho relacionamentos mau acabados,coisas que não disse. Perdoo fácil.
    Perdôo a mim mesmo:
    Não valerinha.tenho muita dificuldade em me perdoar,martirizo coisas,sofro,sofro pelo passado que perdi,sofro porque gostaria que as coisas tivessem sido diferente se eu tivesse agido de outra forma. Eu me machuco muitas vezes.(agora por ex estou com vontade de chorar escrevendo isso)
    Apreendo a crescer com os problemas?
    Nem sempre Valerinha! sofro muito e levo muito adiante algo que já devia ter acabado. Tenho dificuldade de encerrar amizades que não querem mais ser minhas amigas ou simplismente não tem mais o porque. Me apego as pessoas e não quero soltar nunca mais..sofro!!
    Sentimos paz sempre?
    Não Valerinha a paz só encontro quando penso em Deus..e derepente ela me é tirada não pelas pessoas,mas pelo medo do novo,medo de conseguir ser tudo que sou na minha casa,sou sobrecarregada demais!!!...
    Valerinha obrigada por fazer eu escrever um pouco mais de quem eu sou...
    A gente tenta ser otimista demais,feliz demais,simplificar muito as coisas nos blogs..
    Mas é isso...
    fiquei emocionada..
    beijos..
    te gosto muito amiga..
    titi

    ResponderExcluir
  20. É preciso saber perdoar para a alma ficar mais leve, mas nem sempre é fácil...
    Beijos meus!!!!!

    ResponderExcluir
  21. Bom dia meus amigos(as), vou estar dando continuidade ao nosso tema, conversando com cada um de vocês e novamente agradeço a interação, a participação de vocês que aqui vieram, se propuseram a refletir e enriquecer o tema.

    CHICA minha querida buscarmos paz deve ser mesmo uma constante na nossa vida...até porque a vida não dá sossego" para ninguém, se observarmos bem, ela nos traz situação atrás de situação, para que não paremos,não nos acomodemos, para que nos superemos sempre, visando nosso despertar a cada "lição" que nos apresenta. Neste sentido esperarmos que tudo esteja perfeito ao nosso redor para ter um pouco de paz, nunca será fato, o jeito é aprendermos a nos equilibrar e busca-la do melhor modo que conseguirmos, não e?

    BERGILDE minha amiga, assim como você, creio que sentir e cultivar verdadeiro Amor em nós nos ajuda com toda certeza a termos paz...o Amor, especialmente incondicional é maravilhoso, porque contem nele o perdão, a reconciliação, a aceitação, enfim os diversos "ingredientes" que podem nos ajudar a viver mais em paz.

    ResponderExcluir
  22. CLAUDIA... Titi minha amiga querida, desculpe pela emoção...sei que o tema é "forte", que mexe nas nossas estruturas e até mesmo por isso achei importante falar sobre ele e estou respondendo a cada comentário.
    Minha querida ter esta alma aberta e ser sincera consigo mesma é uma atitude maravilhosa e um grande começo.
    Fico feliz que você perdoe fácil, creio que relacionamentos mal acabados todos temos, eu também tenho, mas o importante é "perdoarmos" e aceitarmos o caminho que o(s) outro(s) escolheram e mais importante ainda é não mantermos em nosso coração nenhum ressentimento ou mágoa com relação a esta(s) pessoa(s). Entender que cada um segue seu caminho e que o sigam em verdadeira felicidade. Porque quando assim agimos, libertarmos o outro e a nós mesmos para seguirmos em frente, mesmo que em caminhos bem distintos.
    Quanto a ter dificuldade de se perdoar, sei que muitas pessoas também o sentem. Minha querida, quero que você se lembre que nosso Criador não é vingativo, punitivo, mas sim, infinitamente amoroso. Conhece a cada uma de suas criaturas e sabe que tudo o que fizemos ou deixamos de fazer é porque era o que naquele momento sabíamos, era a maturidade que tínhamos e não temos que sofrer se agora percebemos quão inexperientes fomos naquele tempo. O importante é o AGORA e a maturidade que temos em perceber e lidar com as situações da vida e com as pessoas.
    Não se martirize mais, você está em construção, como todos nós estamos, "errar" também é aprender, tudo nos leva ao crescimento e ao despertar para que sejamos cada dia mais parecidos e ligados ao Criador.
    Não se cobre demais, faça o que de melhor conseguir, mas lembre-se que estamos aqui para aprender, mesmo que eventualmente falharmos em algo, caímos, também nos levantamos e prosseguimos firmes em nosso trilhar caminhos que nos levem ao Amor incondicional e a Paz.
    Este elo ligação com Deus te traz paz, o cultive minha querida e Ele nos quer felizes...portanto, continue sendo esta pessoa otimista, com alegria e levando alegria, deixando esta Luz tão bonita do seu coração brilhar para com todos.
    Fique na paz... você está caminhando por ela amiga...

    SONIA minha querida,você está certa, saber perdoar e´uma das chaves mais importantes para nos libertar, quando ao mesmo tempo libertamos os outros... vale a pena investir nela e sentir paz...

    Minha sincera gratidão à todos e que seja maravilhoso este dia...

    ResponderExcluir
  23. Obrigada Valérinha...chorei mais um pouco aqui ao ler sua resposta.mas nem ligue,sou chorona desde que nasci e foi bacana esse tema pois estava precisando desabafar..A gente foge de certos assuntos e você fez bem em colocar isso a tona..
    Muitos beijinhossss...vc é muito querida mesmo..
    titi

    ResponderExcluir
  24. Val,obrigada pelo carinho de sua resposta!Esse texto é para ler e reler!Bjs,

    ResponderExcluir
  25. Valéria, estou convicto de que esta tua proposta em abordar os temas de uma forma diferenciada, só eleva o conceito deste lindo blog.
    Muito bacana, pois os comentários são respondidos sempre com uma palavra de alento e amor.
    Valeu. Beijos, um abraço.

    ResponderExcluir
  26. Oi Val, vim aqui mais um pouco acompanhar os comentários, e que aula... como é bom tocar em certos assuntos, assim aprendemos juntos a compartilhar e trocar experiências.
    Beijos pra ti!

    ResponderExcluir
  27. Valéria, minha boa amiga.

    Fico feliz por pensarmos de forma tão semelhante,
    Foi muito boa a sua ideia em propor esta reflexão.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  28. Valéria , querida !
    entendo perfeitamente da paz que você fala. se todos pensasse igual a você , acho que o mundo seria bem melhor para se viver. guardar mágoa, sentir rancor , odio...tudo isso atrasa o progresso interior . as pessoas andam muito preocupadas em obter ganhos materias e se esquecem que a maior riqueza que o ser humano pode ter é a paz interior.

    Admiro muito pessoas como você , que sempre tem uma linda mensagem para passar para as pessoas.

    Um beijo , pra lá de carinhoso, pra você !

    ResponderExcluir
  29. Querida,
    Foi de Deus eu ler o seu post hoje... agora...
    Se morresse no dia de hoje... eu iria pro Céu... primeiro, pela Bondade divina e segundo, porque fui alvo do ataque do mal... logo, Deus está comigo bem pertinho...
    Obrigada por nos acalentar o coração dolorido em muitos dias frios e chuvosos como o de hoje...
    Bjm de paz

    ResponderExcluir
  30. Valéria, minha querida!
    Que excelente post!... Paz, é tudo que desejo neste momento da minha vida, preciso muito de paz em minha alma e no meu coração para seguir em frente, e com certeza, esse momento difícil, está sendo um grande aprendizado para o meu crescimento espiritual.
    Parabéns, seus textos como sempre, são brilhantes!
    Um beijo no coração.

    ResponderExcluir
  31. Bom dia meus queridos(as)...dando continuidade na reflexão que começamos, quero agradecer novamente à todos que se propuseram vir aqui e deixar seus comentários, com toda sinceridade, enriquecendo o tema.

    CLAUDIA minha flor, sei que você muito se emocionou , mas fico feliz que pensarmos neste tema a ajudou a entrar em contato com sentimentos e situações que precisavam ser mexidas.
    Você tem razão, quase sempre fugimos destes assuntos mais intensos, que podem nos abalar nossas crenças, mas tenho absoluta convicção que somente quando encaramos as situações da vida de frente, buscando entendê-las, temos a chance de superá-las, não é mesmo? Grata por sua participação tão sincera.

    ANNE minha querida, eu quem agradeço sua colaboração em refletirmos este tema. Na verdade quando avisei alguns de vocês que havia respondido o comentário individualmente, nem seria necessário que fizessem novo comentário, pois eu sei da correria que é para todos nós, tudo o que queria era fazer um ciclo completo com cada um de vocês, uma vez que mexi num tema delicado para todos, mas fiquei muito feliz em ver como vocês participaram de forma bem intensa e eu só tenho a agradecer a todos e claro a você amiga.

    ANTONIO meu querido, mais uma vez minha gratidão por suas palavras e fico feliz que tenha gostado. Raramente tenho respondido comentários por aqui, mas diante do tema, achei que se fazia necessário esta interação de forma mais intensa e individual.

    ResponderExcluir
  32. ISA minha querida, fico feliz que tenha vindo e tenha acompanhado os comentários, pois você sabe muito bem o quanto é importante, especialmente quando desenvolvemos temas mais polêmicos, onde grande parte das pessoas não veem no caso, a Paz, como algo que seja possível de se conquistada, recebam um feedback no sentido de fechar o ciclo da ideia, pois ao responder os comentários vários outros pontos foram surgindo e complementando ainda mais o tema.
    Fico feliz porque acho que todos nós acabamos compartilhando e aprendendo. Minha gratidão à você.

    ÉLYS meu bom amigo...grata por suas palavras de apoio novamente. Percebo que temos sintonia em diversos temas, olho para você e é como se nos conhecêssemos de longa data. Que bom que gostou de participar da reflexão.

    ResponderExcluir
  33. MOISÉS meu querido amigo, que bom que você entende perfeitamente do que falo.
    Sabe, apesar da intensidade do tema, quis propô-lo, porque neste meu buscar pela Paz, tenho trabalhado atitudes reais em minha vida e percebido o resultado fantástico que elas produzem e quis compartilhar com vocês. Não estou falando de utopias, estou falando de uma paz real que aprendi a sentir em minha própria vida. E se eu consigo, todos são capazes de conseguir, se buscarem por isso.
    Sei que a Paz completa levará muito tempo para ser estabelecida, mas termos uma certa Paz interior se nos esforçarmos diariamente, poderemos alcançar sim, claro que em graus variados, mas tudo isso, com certeza nos trará uma vida mais feliz. Muito grata por sua participação e por suas palavras.

    ROSÉLIA minha querida que bom que Deus a trouxe aqui, para participar desta reflexão e fico feliz em saber que Ele a protege e com certeza te ajuda a sentir paz. Grata por sua presença amiga.

    ILCA minha amiga, que bom te receber aqui. Com toda certeza tudo o que você tem vivido, mesmo que seja doloroso, são grandes aprendizados visando o seu despertar espiritual e assim o é, com cada um de nós. Sei do quanto precisa de paz para prosseguir amiga. Quando entendemos que tudo é como é e que nem sempre podemos mudar, aprendemos então a aceitar. Nós fazemos o que podemos, o que não podemos, entregamos à Deus. Quanto mais você perceber que tudo é lição, sem se revoltar, que estamos experienciando a vida aqui, mas que nossa verdadeira vida, é "lá" no espiritual, onde somente o vibrar de nossa essência que conta, vamos dar o nosso melhor ainda na carne,trabalhando nossa vibração desde agora, para nos reencontrar com quem tanto amamos e que estamos ligados por laços eternos, depois. Mas, tudo a seu tempo minha querida. Estamos em "missão" por aqui, para superar as situações. E com certeza sempre que damos o nosso melhor em tudo o que nos propomos a realizar, isso nos dá a certeza que nossa vida não foi em vão, que não a desperdiçamos e isso nos dá uma certa paz.
    E vamos trabalhando cada detalhe, perdoando se for preciso perdoar, reconciliando se assim o fizer necessário, dialogando, investindo em nosso interior, ouvindo nosso coração, enfim vibrando amor, pois todos estes caminhos, nos ajudam a vislumbrar Paz.
    Grata por sua participação e palavras, amiga.

    Bom meus queridos(as), de coração eu agradeço a todos e lhes desejo: muita PAZ!

    ResponderExcluir
  34. É MUITO LINDO AS COISAS QUE ESCREVE.SE VC QUIZER PARTICIPAR DO MEU HUMILDE BLOG EU AGRADEÇO UM BJSS.MEU BLOGÉ:http://artesepinturasmonicagil.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails