quinta-feira, 30 de junho de 2011

CAVANDO UM BURACO

Dois irmãos decidiram cavar um buraco bem profundo atrás de sua casa.

Enquanto estavam trabalhando, dois outros meninos pararam por perto para observar.

- O que vocês estão fazendo? - perguntou um dos visitantes.

- Nós estamos cavando um buraco para sair do outro lado da terra! - um dos irmãos respondeu entusiasmado.

Os outros meninos começaram a rir, dizendo aos irmãos que cavar um buraco que atravessasse toda a terra era impossível.

Após um longo silêncio, um dos escavadores pegou um frasco completamente cheio de pequenos insetos e pedras valiosas. Ele removeu a tampa e mostrou o maravilhoso conteúdo aos visitantes gozadores. Então ele disse confiante,

- Mesmo que nós não cavemos por completo a terra, olha o que nós encontramos ao longo do caminho!

Seu objetivo era por demais ambicioso, mas fez com que escavassem. E é para isso que servem os objetivos: fazer com que nos movamos em direção de nossas escolhas, ou seja começarmos a escavar!

Mas nem todo objetivo será alcançado inteiramente. Nem todo trabalho terminará com sucesso. Nem todo relacionamento resistirá. Nem todo amor durará. Nem todo esforço será completo. Nem todo sonho será realizado.

Mas quando você não atingir o seu alvo, talvez você possa dizer:

- Sim, mas vejam o que eu encontrei ao longo do caminho! Vejam as coisas maravilhosas que surgiram em minha vida porque eu tentei fazer algo!

É no trabalho de escavar que a vida é vivida.

E, afinal, é a alegria da viagem que realmente importa!

Autor Desconhecido

Imagem: http://images.google.com.br

domingo, 26 de junho de 2011

AINDA FALANDO SOBRE AS DIFERENÇAS... ( de ValériaC)

Hoje, vamos prosseguir refletindo mais um pouco acerca deste tema[...].

Dia destes, veio a meu conhecimento o fato de uma adolescente conhecida, ter tido a coragem de se assumir homossexual. Na hora, não acreditei, pois era algo que não esperava, mas, pouco depois de saber, digerindo melhor a noticia, fiquei feliz por ela ter sido muito verdadeira consigo e ter resolvido viver a sua verdade.

Não estou fazendo apologias de modo algum, mas seja em que âmbito da vida for, fico feliz quando vejo as pessoas buscando ser elas mesmas, tentando ser felizes, seja na escolha da opção sexual, profissionalmente, conjugalmente, enfim, nos diversos papeis que cada um de nós desempenhamos na vida.

E então comecei a pensar que apesar das pessoas de um modo geral, acharem que o mundo caminha para o pior, diante do que “aparentemente” vemos pela sociedade a fora, eu particularmente vejo com outros olhos toda estas mudanças pelas quais todos em diferentes graus estamos passando, tenho em mim a certeza que estamos crescendo. Não sou indiferente ou alienada diante do que acontece no mundo, mas apesar de tudo o que vemos, entendo que escolhendo o caminho que for, tudo o que acontece conosco, infalivelmente promove despertar e crescimento.

Literalmente, está mais do que na hora de deixarmos de ter qualquer tipo de preconceito seja entre raças, religiões, classe econômica, de opção sexual ou com o que quer que nos seja “diferente”.

As pessoas gostem ou não, aceitem ou não, o mundo está se transformando numa grande mescla, misturando raças, vemos o ecumenismo, a união estável entre homossexuais, enfim, vamos encontrando um pouco de tudo, o que é fantástico, na medida que temos que aprender definitivamente aceitar uns aos outros, respeitar e se possível, e sei que se quisermos, é possível, amar incondicionalmente a todos.

Claro que percebo e vocês hão de convir comigo que ainda faltam ajustes, falta um certo equilíbrio entre a sociedade em geral, mas pouco a pouco, vamos caminhando na evolução, vamos diminuindo o julgamento, a condenação, que aos poucos vai cedendo lugar à energia de uma sociedade com mais respeito, paz, harmonia, permitindo cada um ser quem é, ser feliz por isso e efetivamente contribuir com o que melhor há em si, para que todos possam viver um mundo melhor.

Texto de: ValériaC (em 23/06/11)

Revisão: Danilo Carvalho

Imagem: http://images.google.com.br

domingo, 19 de junho de 2011

CUIDE DE SUAS RESPONSABILIDADES

Um grande sábio possuía três filhos jovens, inteligentes e consagrados à sabedoria.

Em certa manhã, eles altercavam a propósito do obstáculo mais difícil no grande caminho da vida.

No auge da discussão, prevendo talvez consequências desagradáveis, o genitor benevolente chamou-os a si e confiou-lhes curiosa tarefa.

Iriam os três ao palácio do príncipe governante, conduzindo algumas dádivas que muito lhes honraria o espírito de cordialidade e gentileza.

O primeiro seria o portador de rico vaso de argila preciosa.

O segundo levaria uma corça rara.

O terceiro transportaria um bolo primoroso da família.

O trio recebeu a missão com entusiástica promessa de serviço para a pequena viajem de três milhas; no entanto, no meio do caminho, começaram a discutir.

O depositário do vaso não concordou com a maneira pela qual o irmão puxava a corça delicada, e o responsável pelo animal dava instruções ao carregador do bolo, a fim de que não tropeçasse, perdendo o manjar; este último aconselhava o portador do vaso valioso, para que não caísse.

O pequeno séquito seguia, estrada afora, dificilmente, porquanto cada viajante permanecia atento as obrigações que diziam respeito aos outros, através de observações acaloradas e incessantes.

Em dado momento, o irmão que conduzia o animalzinho olvida a própria tarefa, a fim de consertar a posição da peça de argila nos braços do companheiro, e o vaso, premido pelas inquietações de ambos, escorrega, de súbito, para espatifar-se no cascalho.

Com o choque, o distraído orientador da corça perde o governo do animal, que foge espantado.

O carregador do bolo avança para sustar-lhe a fuga, e o bolo se perde totalmente no chão.

Desapontados e irritadiços, os três rapazes voltam a presença do pai, apresentando cada qual a sua queixa de derrota.

O sábio, porém, sorriu e explicou-lhes:

- Aproveitem o ensinamento da estrada. Se cada um de vocês estivesse vigilante na própria tarefa, não colheriam as sombras do fracasso. O mais intrincado problema do mundo, meus filhos, é o de cada homem cuidar dos próprios negócios, sem intrometer-se nas atividades alheias. Enquanto cogitamos de responsabilidades que competem aos outros, as nossas viverão esquecidas.

Autor desconhecido

Imagem: http://images.google.com.br

quinta-feira, 16 de junho de 2011

A DECISÃO

Charles Chaplin não foi somente um grande comediante, criativo, que nos legou peças raras do cinema.

Soube legar mensagens de piedade, de compaixão, mesmo numa época em que o cinema ainda era mudo.

Servindo-se da possibilidade que detinha, criou o personagem "Carlitos", doce, ingênuo e trapalhão, tudo ao mesmo tempo.

Contudo, com um detalhe indiscutível: uma imensa capacidade de amar.

Sabendo tecer críticas sem se tornar agressivo, Charles Chaplin legou ao mundo um acervo considerável de peças cinematográficas, até hoje vistas e revistas.

Mas, não somente fez cinema. Como ser humano, desde cedo, sofreu muito, vivenciando na infância a dor da orfandade paterna e a doença mental de sua mãe.

Triunfando, apesar de todas as adversidades, ele escreveu belas páginas, e uma delas fala exatamente em como superar os obstáculos da vida. Chama-se: a decisão, e diz assim:

"Hoje levantei cedo pensando no que tenho a fazer, antes que o relógio marque meia-noite. É minha função escolher que tipo de dia vou ter hoje."

Posso reclamar porque está chovendo ou agradecer às águas por lavarem a poluição.

Posso ficar triste por não ter dinheiro ou me sentir encorajado para administrar minhas finanças, evitando o desperdício.

Posso reclamar sobre minha saúde ou dar graças por estar vivo.

Posso me queixar dos meus pais por não terem me dado tudo o que eu queria, ou posso ser grato por ter nascido.

Posso reclamar por ter que ir trabalhar ou agradecer por ter trabalho.

Posso sentir tédio com as tarefas da casa ou agradecer a Deus por ter um teto para morar.

Posso lamentar decepções com amigos ou me entusiasmar com a possibilidade de fazer novas amizades.

Se as coisas não saíram como planejei, posso ficar feliz por ter hoje para recomeçar.

O dia está na minha frente esperando para ser o que eu quiser.

E aqui estou eu, o escultor que pode dar forma. Tudo depende de mim.

Você já parou para pensar em como pode decidir pela sua felicidade ou infelicidade, a cada dia?

Já se deu conta de que tudo depende da forma como você encara o que acontece?

Há tantos momentos na sua vida, que você desperdiça, e passa na inutilidade ou na reclamação.

Momentos que podem se transformar em aflições ou em alegrias.

Num momento você pode resolver vencer ou se entregar à derrota; libertar-se das velhas fórmulas de queixas ou prosseguir acabrunhado e triste.

Lembre-se: a cada segundo você pode decidir o momento seguinte. Por isso, resolva-se pela escolha da melhor parte, porque este é o seu momento de decisão.

Autor: Equipe de Redação do Momento Espírita, a partir de mensagem de autoria atribuída a Charles Chaplin, denominada "A decisão" e do livro Momentos de decisão, de Divaldo Franco

Imagem: http://images.google.com.br

domingo, 12 de junho de 2011

PARDAIS E PESSOAS (de ValériaC)

E há quem não goste de pardais...

Como pode alguém não gostar deles e acha-los feios, simples, de cores monótonas e que vivem a espantar outras espécies, nas grandes cidades.

É lamentável vermos um ser vivente vendo “feiura” num outro ser vivente.

Estamos nos pássaros, em tudo e em todos, assim como cada ser, cada átomo faz parte de nós. Literalmente, somos interligados.

Sou “apaixonada” pela natureza como um todo e a amo tanto que tudo nela aos meus olhos são de uma beleza impar.

Cada espécie de animal, inseto, plantas, enfim, toda a diversidade que há, bem como os seres humanos, tem o seu encanto especial, assim como tem sua “utilidade”, no melhor sentido da palavra; isto porque quem nos criou, fez a tudo e a todos de modo que tudo no Universo seja o mais funcional possível, não somente no intuito de tudo fluir bem, sermos bem sucedidos como espécies, mas de sermos felizes também, claro que cada um a seu próprio modo.

Talvez vocês duvidem de mim e possam me perguntar se consigo achar um urubu bonito. E lhes asseguro que os acho maravilhosos, são seres que fazem um trabalho espetacular no Planeta, portanto para mim, são graciosos e especiais, merecem gratidão e respeito por parte de todos.

Temos que parar de julgar, seja o que for, seja quem for, essa energia não é construtiva; padrões de certo ou errado, bonito ou feio, comparações baseadas na dualidade, sejam de que forma forem, nunca são “verdadeiras”. Temos que nos exercitar na empatia, no respeito e no amor, sentindo gratidão e alegria por ser quem somos, por cada ser existente, cada criação do Universo ser quem são e todos estarmos onde estamos, nesta Planeta Azul, que chamamos de Terra, nossa mãe Gaia, tendo o privilégio de estarmos experienciando a vida, tendo a oportunidade de evoluir mais a cada dia, pertença ao reino da natureza que for: vegetal, mineral, animal/ hominal.

Então, para quem costuma achar pardais(e pessoas também) sem graça, da próxima vez que os avistar, lembremos que cada ser, por mais simplicidade que aparente, tem sua beleza, sua “sabedoria” e utilidade na natureza, somos todos partículas do mesmo Criador e que se nos lembrarmos disto, saberemos que amar o outro, a natureza e a si mesmo é comtemplar e amar profundamente quem nos criou.

Texto de: ValériaC (em 10/06/11)

Revisão: Danilo Carvalho

Imagem: http://images.google.com.br

quinta-feira, 9 de junho de 2011

COMPARAÇÃO

Certo dia, um samurai, que era um guerreiro muito orgulhoso, veio ver um mestre Zen. Embora fosse muito famoso, ao olhar o mestre, sua beleza e o encanto daquele momento, o samurai sentiu-se repentinamente inferior. Ele então disse ao mestre:

"Por que estou me sentindo inferior? Apenas um momento atrás tudo estava bem. Quando aqui entrei, subitamente me senti inferior e jamais me sentira assim antes. Encarei a morte muitas vezes, mas nunca experimentei medo algum. Por que estou me sentindo assustado agora?"

O mestre falou:

"Espere. Quando todos tiverem partido responderei."

Durante todo o dia pessoas chegavam para ver o mestre, e o samurai estava ficando mais e mais cansado de esperar. Ao anoitecer, quando o quarto estava vazio, o samurai perguntou novamente:

"Agora você pode me responder porque me sinto inferior?"

O mestre o levou para fora. Era uma noite de lua cheia e a lua estava justamente surgindo no horizonte. Ele disse:

Olhe para estas duas árvores: a árvore alta e a árvore pequena ao seu lado. Ambas estiveram juntas ao lado de minha janela durante anos e nunca houve problema algum. A árvore menor jamais disse à maior: 'Por que me sinto inferior diante de você?' Esta árvore é pequena e aquela é grande, este é o fato, e nunca ouvi sussurro algum sobre isso."

O samurai então argumentou:

"Isto se dá porque elas não podem se comparar".

E o mestre replicou:

"Então não precisa me perguntar. Você sabe a resposta. Quando você não compara, toda a inferioridade e superioridade desaparecem. Você é o que é, simplesmente existe. Um pequeno arbusto ou uma grande e alta árvore não importa. Você é você mesmo. Uma folhinha de relva é tão necessária quanto a maior das estrelas. O canto de um pássaro é tão necessário quanto qualquer Buda, pois o mundo será menos rico se este canto desaparecer. Simplesmente olhe à sua volta. Tudo é necessário e tudo se encaixa. É uma unidade orgânica: ninguém é mais alto ou mais baixo, ninguém é superior ou inferior. Cada um é incomparavelmente único. Você é necessário e basta. Na Natureza, tamanho não é diferença. Tudo é expressão igual de vida."

Autor Desconhecido

Imagem: http://images.google.com.br

segunda-feira, 6 de junho de 2011

REFLEXÃO...

“Toda Criação existe dentro de você, e tudo o que existe em você existe na Criação. Não há fronteiras entre você e um objeto que esteja bem perto, assim como não há distância entre você e os objetos que estão muito longe. Todas as coisas, as menores e as maiores, as inferiores e as superiores, estão à sua disposição dentro de você, uma vez que são inatas. Um único átomo contém todos os elementos da Terra. Um único movimento do espírito contém todas as leis da vida. Numa única gota de água encontramos o segredo do oceano sem fim. Acima de tudo, uma única manifestação sua contém todas as formas de manifestação da própria vida.” - Kahlil Gibran

Imagem: http://images.google.com.br

quarta-feira, 1 de junho de 2011

MUTANTES

Somos as únicas criaturas na face da terra capazes de mudar nossa biologia pelo que pensamos e sentimos!

Nossas células estão constantemente bisbilhotando nossos pensamentos e sendo modificados por eles.

Um surto de depressão pode arrasar seu sistema imunológico; apaixonar-se, ao contrário, pode fortificá-lo tremendamente.

A alegria e a realização nos mantém saudáveis e prolongam a vida.

A recordação de uma situação estressante, que não passa de um fio de pensamento, libera o mesmo fluxo de hormônios destrutivos que o estresse.

Quem está deprimido por causa da perda de um emprego projeta tristeza por toda parte no corpo - a produção de neurotransmissores por parte do cérebro reduz-se, o nível de hormônios baixa, o ciclo de sono é interrompido, os receptores neuropeptídios na superfície externa das células da pele tornam-se distorcidos, as plaquetas sanguíneas ficam mais viscosas e mais propensas a formar grumos e até suas lágrimas contêm traços químicos diferentes das lagrimas de alegria.

Todo este perfil bioquímico será drasticamente alterado quando a pessoa encontra uma nova posição.

Isto reforça a grande necessidade de usar nossa consciência para criar os corpos que realmente desejamos.

A ansiedade por causa de um exame acaba passando, assim como a depressão por causa de um emprego perdido.

O processo de envelhecimento, contudo, tem que ser combatido a cada dia.

Shakespeare não estava sendo metafórico quando Próspero disse: "Nós somos feitos da mesma matéria dos sonhos."

Você quer saber como esta seu corpo hoje? Lembre-se do que pensou ontem.

Quer saber como estará seu corpo amanhã? Olhe seus pensamentos hoje!

Ou você abre seu coração, ou algum cardiologista o fará por você!

AUTOR: DEEPAK CHOPRA

Imagem: http://images.google.com.br

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails