quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

JUSTIFICATIVAS... (de ValériaC)

Uma das coisas que mais me chama a atenção é perceber como o ser humano de modo geral, sempre têm uma justificativa para qualquer que seja o seu comportamento, o seu modo de agir e pensar. Sempre temos uma “desculpa” para nós mesmos e para os outros.

Na vida tudo são escolhas e isso é a mais pura verdade, apesar de que muitos ainda gostem de se perceber como “vitimas” das circunstancias, do destino e das pessoas.

Sabendo que somos responsáveis por nossas escolhas e por suas consequências, creio que o mais sensato é que deveríamos ficar mais conscientes delas. Infelizmente muitas vezes, as pessoas fazem escolhas equivocadas e só depois que se dão mal, percebem o engano, choram, se dizem arrependidas. Mas, porque não são pensadas as consequências , antes de se ter um resultado “ruim”?

Em nome da carência, da solidão as pessoas perdem a ética, se relacionam com pessoas comprometidas, casadas, num vale tudo para suprir suas carências. Esquecem-se que há muitas vezes, outras pessoas envolvidas, que podem vir a sofrer e em muito se abalar. E ainda tem a coragem de dizer que por amor, vale tudo. Amor não tem nada a ver com egoísmo, com falta de ética, em passar por cima de ninguém.

Em nome da pobreza, muitos roubam, matam e justificam-se achando que não tinham outra alternativa na vida.

Em nome da ignorância, batem nos filhos ao invés de dialogar e educar com amor. Ou por sentirem-se injustiçados partem para a violência como tática de defesa. Em nome da consecução de uma suposta paz, partem para a guerra.

Em nome da ganância, fraudam, roubam, falsificam, porque acham que a vida só é boa para os espertos, não importa se vão prejudicar outros, importa somente eles, darem-se bem.

Outros não estudam o ano todo, não trabalham com afinco, mas quando são reprovados ou demitidos, ficam sentindo-se perseguidos, injustiçados, mas não veem que não fizeram por merecer por aprovação e reconhecimento.

Quanto contrassenso!!!! Mas, o impressionante é que ainda assim, cada um tem sua justificativa, especialmente no momento em que são pegos numa situação dessas, daí então mostram-se arrependidos, choram, tentam se redimir de todas as formas.

Eu não estou aqui para julgar ninguém, até porque sei que errar faz parte da nossa humanidade, porém, observarmos a vida é uma grande oportunidade de muito aprendermos sem necessariamente vivermos a experiência, além do que, temos inteligência, temos que usar de bom senso e ver se o que queremos ou fazemos vai realmente ser benéfico a nós, além de vermos se vai ou não prejudicar terceiros, pois com toda certeza, ninguém consegue de fato ser feliz passando por cima dos outros.

Sejamos inteligentes, conscientes e vamos pensar mais nas consequências, antes de agirmos, porque arranjarmos desculpas esfarrapadas é fácil, difícil pode ser arcarmos com as possíveis consequências de nossas atitudes.

Ainda assim sei que o mundo não está perdido e que tudo pode ser mudado para melhor, se deixarmos o Amor que há dentro de nós emergir e a tudo tocar! A partir do momento que amarmos verdadeiramente uns aos outros, mais e mais a energia do Amor vai a tudo transformar e veremos um mundo muito mais harmonioso. Vamos fazer a nossa parte?

Texto de: ValériaC

Imagem: daqui

29 comentários:

  1. PARABÉNS, Valéria! Texto verdadeiro e de uma profunda reflexão! Destaco: "Amor não tem nada a ver com egoísmo, com falta de ética, em passar por cima de ninguém". Fantástico, resume tudo!
    Abraço, Célia.

    ResponderExcluir
  2. Lindo,Valéria e precisamos cada vez mais espalhar boas semente.O Amor deve proliferar. beijos,chica

    ResponderExcluir
  3. Bom dia,Valéria!!

    Disse tudo e muito bem amiga!!!!Penso assim também!!
    As escolhas são nossas e querendo ou não colheremos o que plantarmos!!!!
    Quem planta traição, colhe traição...e assim por diante!
    Vamos ficar atentos!!!
    Beijos minha querida!!!!

    ResponderExcluir
  4. Olá, sábia amiga Valéria!
    Realmente o egoísmo cega a razão humana em suas atitudes. Culpa e desculpa servem para justificar nossos fiascos. O pior é que muitos não têm a consciência desta situação. O diabo, o amor e os outros têm as costas largas. Diante disso, creio que somos mais instintivos do que racionais em nossas ações.

    Ao ler o texto, lembrei-me desta frase de Millôr Fernandes:

    "Errar é humano. Botar a culpa nos outros também".

    Abraços do amigo de sempre!

    ResponderExcluir
  5. oi querida...

    mais um texto pra repensarmos nossa vida...e ver se realmente estamos fazendo a nossa parte...

    como sempre...amei!

    um grande beijo!


    Zil

    ResponderExcluir
  6. Errar é humano, mas não deve servir de desculpa para o erro.
    É preciso que se reflita mais, antes de qualquer ação, para se minimizar as possibilidades de erro.
    Como você diz com sabedoria, o amor é a resposta e o remédio...
    Belíssima mensagem!...
    Beijos, amiga querida.
    Élys.

    ResponderExcluir
  7. Passa mesmo por aí, Valéria, cada um a fazer a sua parte.

    Beijo :)

    ResponderExcluir
  8. Olá,queria Valéria
    O quarto parágrafo é verdade atual e mais corriqueira do que imaginamos... todos "roubam" um dos outros... com a menor naturalidade...
    E ainda somos enganados... tem esse risco: em acreditarmos nas pessoas com o coração aberto...
    Mas é como vc bem disse: Façamos a nossa parte e, se precisar, demos a volta por cima ou pelo lado... mas saiamos do que não nos deixa felizes... do que almeja só nos sugar e nada mais... sem disfarces...
    Deus é por nós!!!
    Bjm de paz e harmonia

    ResponderExcluir
  9. Grande reflexão Val, e quantos ainda fazem isso...
    Sempre penso que não devemos fazer aos outros aquilo que não queremos pra nós, isso é ter consciência.
    Todos temos alternativas sempre, sem precisar lesar esse ou aquele pra obter qualquer coisa que se deseje.
    Você falou tudo, o mundo não está perdido apesar de tantas coisas indignas que vemos, o importante é continuarmos nosso caminho dentro da Lei do Amor e da Fraternidade, com certeza estamos fazendo nossa parte e espalhando energia benéficas.
    Beijos amiga!

    ResponderExcluir
  10. Você expôs vários dos comportamentos que são injustificáveis. Não há fim nobre quando o caminho é trilhado com egoismo, desrespeito aos sentimentos de outros, atropelamentos. E nem posso crer que quem assim age consegue se dizer feliz. E tudo começa dentro do lar, onde as justificativas não devem ser sempre aceitas. As crianças precisam aprender que não são especiais ao ponto de sobreporem seus interesses aos das demais. Bem orientadas, contribuirão para essa tão almejada harmonia.

    Bjs.

    ResponderExcluir
  11. Olá, Valéria!

    Sempre providenciais seus textos. Deixemos de desculpas e assumamos consequências . Façamos nossa parte na condução de um mundo melhor, sem culpar os outros por nossas decpções pessoais.Muito bom, muito reflexivo este texto.

    Abraço,

    Aureliano.

    ResponderExcluir
  12. Oi Valeria, emocionante seu texto parabens, muito lindo mesmo, falta o que nosso criador ensinou para nós que é caridade, fraternidade e principalmente amor em nós, amar ao próximo como a si mesmo, bjs no coração e afagos na alma.
    Vanderlei

    ResponderExcluir
  13. Olá!
    Gostei muito de ler esse texto e peço permissão para seguir seu blog.
    O mundo continuará perdido se não fizermos algo para salvá-lo.
    Grande abraço
    se cuida

    ResponderExcluir
  14. Minha querida Valéria,
    As pessoas não querem assumir responsabilidades. Só pensam nos "direitos" e nunca nos "deveres"...
    Pagam caro por isso...Se entopem de remédios mas o mal está na alma imatura!

    Beijos

    ResponderExcluir
  15. É hora de reverter Valéria
    Precisamos nos doar mais e as desculpas nao serão necessárias.
    Uma mensagem pra ler e reler e tomar atitude de amor , quem sabe vamos colher alguns frutos mais na frente?
    deixando meu carinho

    ResponderExcluir
  16. ainda hoje ouvi em um programa de rádio sobre comportamento, que a sociedade moderna quer prazer imediato e a qualquer custo. concordo com o programa que tem a ver com o teu texto. não sou saudosista, mas quando as pessoas eram mais religiosas, parece que os valores eram mais sólidos. no fundo as religiões são os únicos freios para a fase evolutiva da sociedade atual. enfim, temos muito que aprender e evoluir ainda...
    Beijos

    ResponderExcluir
  17. Valéria querida,
    Que bela mensagem amiga, perfeita, grande verdade! Mas realmente, nem tudo está perdido, é sim possível mudar, sejamos mais conscientes, as escolhas são nossas... se semearmos ventos, colheremos tempestades, se no entanto, semearmos amor por onde andarmos, com certeza colheremos amor.
    É por aí mesmo minha amiga, sábias suas palavras, nos faz refletir... e que cada um faça sua parte por um mundo melhor.
    Obrigada por sua visita e pelo carinhoso comentário deixado lá no blog. Fico sempre feliz!
    Um beijo com muito carinho.

    ResponderExcluir
  18. A festa dos 800 já começou! Só falta você! Vem! Uma sexta-feira abençoada e um final de semana iluminado! Grande e fraterno abraço!
    Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com/
    http://www.dihitt.com.br/elaineaverbuch
    http://twitter.com/@elaineaverbuch

    ResponderExcluir
  19. A festa dos 800 já começou! Só falta você! Vem! Uma sexta-feira abençoada e um final de semana iluminado! Grande e fraterno abraço!
    Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com/
    http://www.dihitt.com.br/elaineaverbuch
    http://twitter.com/@elaineaverbuch

    ResponderExcluir
  20. Linda mensagem minha amiga. Um futuro melhor e mais humano passa realmente por uma mudança de atitudes de todos nós.
    Bom fim de semana
    Beijinhos
    Maria

    ResponderExcluir
  21. Fazendo o bem e os efeitos esperando sem dar falsas explicações para os próprios erros.Esse é o caminho trilhado pelo homem autêntico e correto.
    Abraço carinhoso e um ótimo fim de semana!

    ResponderExcluir
  22. Arrasou no texto minha florzinha!

    Tem uma frase que nem sei de quem é, mas me lembrei dela: "Às vezes é precioso bater com a cabeça na porta um milhão de vezes, para se dar conta de que não é a porta que está no lugar errado, mas você." e muitas e muitas vezes insistimos que a culpa é da porta, esquecendo que quem escolheu estar onde estamos somos nós mesmos. Tenho percebido que uma das coisas que temos que ser é sensatos. Não agir por impulso, mas pensar muiiiiiiiiito antes de agir em qualquer situação.

    bjos minha fofa.

    ResponderExcluir
  23. Quanta verdade nesse texto querida Valéria.
    Também acredito que o mundo não está perdido, aos poucos o verdadeiro amor vai brotando nos corações.
    Um grande abraço e um final de semana de muita paz!

    ResponderExcluir
  24. Quem sabe se nãom estais a falar
    da impulsividade
    da correria de fazer, sem mesmo antes pensar,
    sem que se pese os prós e os contra,
    algo a se querer mudar...
    O pensar vem depois do arrependimento, o que se deu de errado, o nada por alcançar, o que se fez por reação, esquecida da ação...
    Conheço casos assim minha amiga
    e quão lamentável depois a
    entidade, sem graça, constrangida
    dizendo não saber o que é felicidade...

    Sempre muito bom te lê

    Feliz domingo

    Bjinhus

    Livinha

    ResponderExcluir
  25. Valéria, acho oportuno este texto, pois me faz refletir em minha condição humana.
    Minha querida, sei que não está julgando ninguém. Sei que é uma mulher sábia, amorosa, piedosa e acima de tudo, humana e inteligente.
    O que me aborrece nas pessoas, não é elas criticarem quando erramos, ou como eu mesmo quando errei e quando erro.
    O que me aborrece, é saber que todos nós de uma forma ou de outra somos imperfeitos e errôneos, e depois, queremos execrar o próximo como se nós fossemos o modelo da perfeição divina, celeste, e angelical.
    Minha rua, por exemplo, é habitada por anjos! Demônios por aqui passam longe ou são queimados, rsr.
    Talvez até a morte esteja pagando meus micos e gafes.
    A vida é assim. O ser humano é assim.
    Queremos sempre ACERTAR e muitas vezes ERRANDO!
    Tudo na vida é como num jogo de xadrez. Queremos sempre experimentar novas sensações, nem que para isso quebremos a cara!
    Certo?
    Errado!
    Concordo contigo sim, Valéria, que o ideal seria que todos nós, raça humana, fossemos altruístas, idôneos religiosamente, eticamente e... MORALMENTE!
    O que vemos, porém, são acusações, julgamentos, apedrejamentos e execução sumária contra quem acreditamos ser um vil, um insano, um negligente desprovido de qualquer perdão, ou compaixão...
    Já senti na pele, o quão desagradável é, estar no tribunal POPULAR da inquisição!
    Não sou vítima não. Fui responsável por todos os meus atos.
    Certa feita, e isso achei de uma nobreza total, foi quando um homem nos EUA, acusado e depois absolvido de um suposto crime, dizer aos juiz:
    -Sou culpado sim, e quero pagar pelo que fiz, nem que para isso tenha que ser eletrocutado!
    Não faço a menor idéia se ele estava em são juízo...
    A verdade, e que a humanidade daqui a um milhão de anos ainda continuará errando.
    O Amor. O Amor é tudo.
    Ele não compactua com o mal. Mas o condena.
    Ele é soberano, mas não é juiz.
    Ele é pleno, mas não compactua com a infidelidade.
    Ele é acolhedor, mas repudia a hipocrisia e a mentira.
    Ele é benevolente, mas não compactua com o egoísmo.
    Enfim, o Amor é tudo, mas se não há um mínimo de honestidade em nós em reconhecer que erramos e se não buscamos acertar na vida, ele é nulo.
    Parabéns a ti amiga, por esse despojamento em colocar teu coração neste texto para nós que talvez, precisássemos hoje.
    Um abraço deste amigo, um beijo em teu coração.

    ResponderExcluir
  26. Bom dia moça querida, somos responsáveis pelo caminho que decidimos seguir, e isso inclui tudo na nossa vida... se escolho amor, recebo amor... E errar, todo mundo erra mesmo, e se "justifica" sempre tentando encontrar muitas vezes um culpado que não seja si próprio. O que é mais um erro, é tão melhor assumir as próprias falhas e saber pedir perdão.Desejo do fundo do meu coração que as pessoas de um modo geral busquem mais o amor, mas não um amor "maquiado", e sim um amor simples, aquele que anda descalço, pézinhos no chão...rs

    Beijos e levo essa reflexão comigo.

    Lindo domingo.

    Su.

    ResponderExcluir
  27. morro de inveja de quem escreve assim, adorooooo,parabéns Valéria

    ResponderExcluir
  28. O texto é sério amiga, mas vou brincar um pouco, pois tem pessoas que só faltam falar a famosa frase do personagem Chaves: " Foi sem querer...querendo". bjnhos.

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails