segunda-feira, 14 de maio de 2012

SER HUMILDE É SER QUEM SOMOS(de ValériaC)


Quando vamos definitivamente aceitar que ser humilde é verdadeiramente  nos auto aceitar  nas qualidades e “limitações” que temos?

SER HUMILDE É SER QUEM SOMOS e conseguirmos nos amar do jeitinho que somos. Pode nos parecer difícil, mas é possível.

Até quando seremos carrascos de nós mesmos? Infelizmente as pessoas se equivocam e acham que para serem  merecedoras de  consideração, respeito, aceitação, amor e se permitirem  ser felizes,  antes elas tem que ser mais magras, mais bonitas, inteligentes, bem sucedidas, enfim,  “neuroticamente perfeitas”. Ledo engano, isso é andarmos na contramão. Precisamos entender que merecemos nos validar antes de que qualquer outra coisa aconteça em nossas vidas, pois de fato, consequentemente  só começarão a nos acontecer  boas coisas e mudanças se nos amarmos, nos aceitarmos primeiro.

Creio que todo aquele que descobre este tesouro em si e  o vive na prática , sente-se mais confortável consigo, mais leve, livre e muito mais feliz. E acreditem, todos  temos um  tesouro dentro de nós. É que muitas vezes o sufocamos,  por não acreditarmos verdadeiramente em nós, porque vivemos  nos perdendo em comparações com os outros, nós prendemos nas aparências  exteriores, vivemos querendo impor uma igualdade no modo de ser, agir, pensar e  aparentar,  que não existe. Podemos melhorar? Sim podemos, mas jamais nos sacrificando em ser como a massa e  sim vivendo dentro do que podemos manifestar do melhor de nós e com o  que nos faça sentir bem de verdade. Apesar de algumas semelhanças, somos lindamente únicos, especiais, cada qual é  uma joia rara, que com o correr dos tempos está sendo lapidada. Não menosprezemos e nem  apaguemos o nosso brilho, deixemos que ele naturalmente transpareça  cada dia mais. Sempre que nos permitimos ser quem  somos,  mais brilhantes vamos ficando, pois nossa luz, nossa verdadeira essência vai se manifestando. E sinceramente, creio que essa é a nossa maior beleza, é uma preciosidade,  é o que toca, é o verdadeiro “poder”, graça  que  emana do interior e transforma o exterior.

Que divino vermos que a natureza não se repete, não é mesmo? Porque temos tanta dificuldade em aceitar a unicidade de cada um e insistimos em querermos ser tão iguais uns aos outros? Quando vamos entender que não há um único modelo a ser seguido, mas são infinitos modos de ser, de viver, de experienciar a vida e que todos são válidos e dentro desta imensa, eu diria infinita diversidade, TODOS MERECEMOS AMOR E  RESPEITO.

Como é maravilhoso quando entendemos que até quando  “aparentemente  erramos” é porque estamos tentando acertar, é vivendo e aprendendo que vamos encontrando  o mais funcional em nossas vidas.

Já disse anteriormente  que certo  e errado são conceitos extremamente equivocados, limitantes, relativos, pois na verdade tudo é caminho para despertarmos, para ampliarmos nossas percepções e consciência. E este caminho, esta funcionalidade  é sempre muito particular e pode ser bem diferente uns dos outros. Portanto, é importante  passarmos a dar uma atenção especial ao modo como as situações , as pessoas   ressoam em nós, no nosso coração, pois nosso coração reflete o que sente nossa alma, alinhavando nossa inteligência a este sentir, devemos seguir  o que sentimos  que nos traga  uma sensação boa no peito, no corpo, o  que nos faça bem e felizes e definitivamente  descartarmos o que nos faz sentir algo diferente disto, que nos oprima, nos cause mal estar. Isso sim é sermos originais, é fazermos o nosso  próprio caminho,  é escrever com as mais belas letras, a nossa historia, é termos coragem de SER.

Então, quanto mais passarmos a viver com humildade, com mais  aceitação viveremos, consequentemente  mais  nos libertaremos das amarras  da mente(ego) que tanto nos cobra, nos compara aos outros, nos exige, que tanto se preocupa com o que os outros vão pensar de nós, com a aparência de tudo, querendo em vão, agradar aos outros, à sociedade,  às custas de um sacrifício imenso de si mesmo.

Não estamos aqui para perder tempo nos comparando massivamente,   estamos aqui para despertar, crescer interiormente, sermos felizes, deixarmos o melhor que há em nós vir à tona. Ninguém tem que ficar acomodado em nenhum setor da vida, somos capazes de nos superar a cada dia, se assim nos propusermos, mas cada um no seu próprio ritmo e modo e  neste sentido digo que é importante trabalharmos e permitirmos  que o melhor de nós floresça, mas sempre lembrando que cada um é uma espécie única de flor, com suas próprias  características, cores e  perfumes. Não há uma flor mais bela que a outra, todas são belas do jeitinho que são.

Esta liberdade em ser nós mesmos, em seguirmos nossos caminhos,  não é concedida por ninguém além de nós mesmos.  Vamos definitivamente nos amar incondicionalmente e sermos quem somos? Vamos começar a olhar para os outros, vendo a beleza de sua unicidade, do mesmo modo que gostaríamos que nos vissem?

Texto de: ValériaC 
Imagem: daqui

38 comentários:

  1. Vamos assumir de vez esse Ser maravilhoso que somos.
    Texto maravilhoso Valéria
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Quando?

    Quando pararmos pra ver e pensar nosso verdadeiro TAMANHO!!

    Lindo,Valéria!! uma semana bem legal!beijos,chica

    ResponderExcluir
  3. Que texto maravilhoso, minha amiga!!
    Como é importante prestarmos mais atenção em nós mesmos, nos cuidarmos e sermos quem realmente somos, e não o que os outros querem que sejamos! Ser humilde é reconhecer nossas fraquezas, sem deixar de ver o intenso brilho que temos em nós mesmos...é deixar brilhar a nossa luz!

    Beijinhos!!♥

    ResponderExcluir
  4. Somos todos partículas de um mesmo Ser, cada um com a sua individualidade, buscando evoluir os atributos que estão em nós em estado latente.
    Vamos nos amar verdadeiramente, polindo alguma aresta e reforçar cada vez mais o nosso lado que já conseguiu, um pouco, crescer.
    Vamos ver em cada individualidade que faz parte desta maravilhosa unicidade, um elemento que que como nós está buscando crescer neste lindo jardim de Deus e amá-las com o nosso mais puro amor.

    Tenha uma bela semana.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Olá Valéria querida, uma ótima reflexão para todos nós, humildade de ser simplesmente e verdadeiramente o que somos sem medos dos julgamentos e aceitações realmente é um aprendizado diário, adorei seu texto! Bjooooss e ótima semana amiga!

    ResponderExcluir
  6. Quanta palavra especial, Valéria. A melhor definição de humildade que já li. Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Ah minha linda se cada um parasse pra olhar dentro de si e conseguisse ver a grandeza que tem lá tudo ficaria mais tranquilo. Algumas vezes perdemos tempo demais tentando agradar os outros e acabamos pisoteando nosso próprio espírito, nos maltratamos, mas quando permitimos que a venda caia, tudo flui, amiga e de uma maneira tão bela e gostosa de sentir.
    Não precisamos forçar nada, pois tudo o que é bom e nos faz bem tem que vir carregado de leveza.

    Vc é uma lindeza de alma :)
    beijos de luz e carinho na bochecha fofa.

    ResponderExcluir
  8. ps.: Te ler é sinônimo de sentir paz!

    ResponderExcluir
  9. Que bom que você pensa assim! Abraços!

    ResponderExcluir
  10. Um convite à auto-estima, belíssimo, você fez. Todos somos completos e imperfeitos, razão pela qual, em nosso aprendizado, temos que nos abster de qualquer tipo de comparação.

    Bjs.

    ResponderExcluir
  11. Oi Val, só agora consegui chegar aqui, andei a tarde toda atarefada pra variar rsss

    Não tem nem mais o que acrescentar no teu texto e lendo aqui os comentários, nossos amigos escreveram mais complementos, enfim...é a energia de cada um fluindo, sendo e compreendendo.

    Humildade não é ser bonzinho nem se anular, é simplesmente reconhecer o próprio valor, se permitir errar, se divertir com as coisas simples da vida e acima de tudo amar incondicionalmente nós e nossos semelhantes.
    A aceitação de "quem somos", de como os outros são e como as coisas acontecem boas ou ruins é que faz as diferença em nossas vidas.
    Nem certo nem errado, apenas caminhos, uns mais longos, outros mais curtos, depende da inteligência e flexibilidade de cada um.
    Eu não ia escrever nada, mas não tem como rsss as palavras vão vindo e se eu me der "corda" ...
    E vamos indo, cada um na sua mas com alguma coisa em comum, isto é o bom da vida!
    Beijos na alma amiga!

    ResponderExcluir
  12. Valéria minha flor de delicadeza,
    Que texto maravilhoso! Amo ler teus escritos! Transmitem, despertam, inspiram uma confortante paz que acaricia a alma.

    Um terno abraço

    ResponderExcluir
  13. Oi Valéria!
    Muito sabia sua postagem.
    Ser humilde e um bem que tem peso de ouro.
    Desejo que o Dias das Mães tenha sido de muitas alegrias.
    Beijos grande em teu coração!
    Ótima semana!

    ResponderExcluir
  14. Olá Valéria,

    Cada um, cada um , conforme disse certa feita o Will.
    Todos temos nossas diferenças, defeitos e qualidades, mas todos temos nosso valor. Não há porque buscar comparações ou tentar ser o que não se é, violentando o SER.

    Belo texto e um ótimo chamamento
    à auto-estima.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  15. Valéria, sabe que de uns tempos pra cá tenho pensado muito em tudo isso, em todos esses padrões impostos pela sociedade, mas tão ocos... Temos que ser nós mesmos, sem nos compararmos com qualquer que seja a pessoa ou situação. Olhar pra dentro de nós, ter essa humildade que você fala aqui. Ver o outro como um ser único e respeitá-lo como queremos ser respeitados também. Às vezes surgem as pedras no meio do caminho e nem sempre é fácil ou rápido tirá-las, mas o importante é saber que podemos mudar, aprender e crescer.

    Beijinhos!
    Su.

    ResponderExcluir
  16. A incoerência em querer ser mais que o outro é o grande obstáculo para desenvolvermos nossa sabedoria. Só a caridade e a partilha é que nos aproxima.
    Bj. Célia.

    ResponderExcluir
  17. quem não se valoriza e respeita também não recebe dos outros.
    para amar precisamos primeiro nos amar, e isto acontece com todos os sentimentos.
    magnífico texto, Valéria, beijos

    ResponderExcluir
  18. Olá, grande amiga Valéria!
    A humildade é uma virtude essencial à nossa felicidade, mas poucas pessoas se dão conta disso. Muitos confundem humildade com humilhação, mas são conceitos totalmente diferentes: enquanto a primeira (humildade)é uma virtude caracterizada pela consciência das próprias limitações; modéstia, simplicidade e, esta última (humilhação) é submissão, rebaixamento moral.
    Então, podemos ser humildes, sim, sem ser humilhados.
    Seu procurarmos o autoconhecimento, temos grandes chances de vivermos felizes e sermos justos com o próximo.

    Seu ensaio contém grande sabedoria!

    Abraços do amigo de sempre!

    ResponderExcluir
  19. Eu estava precisando muito ler algo assim, agradeço Srta, abraços

    ResponderExcluir
  20. Valeria,uma cronica excelente e que nos faz pensar e começar a clarear as ideias a respeito do nosso papel e valor real nesse planeta!bjs e boa semana!

    ResponderExcluir
  21. Querida Valéria, quando conseguimos chegar neste estágio, aceitação total do ser que somos, da forma e com os sentimentos que temos, independente de rótulos e comparações, alcançamos a felicidade sonhada e a serenidade necessária! Você bem diz:
    "Como é maravilhoso quando entendemos que até quando “aparentemente erramos” é porque estamos tentando acertar, é vivendo e aprendendo que vamos encontrando o mais funcional em nossas vidas."
    Linda mensagem! Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  22. Olá Valéria

    Belíssimo texto, feliz tema. Ontem estava eu a folhear um livro e abrindo-o ao acaso saiu essas palavras ditas pelo irmão Emmanuel
    e aqui te repasso:

    "A humildade não está na pobreza, não está na indigência, na penúria, na necessidade, na nudez e nem na fome. A humildade está na pessoa que tendo o direito de reclamar, julgar, reprovar e tomar qualquer atitude compreensível no brio pessoal, apenas abençoa." ( Emmanuel )


    Obrigado pelo texto com que nos brinda a aclarar algumas coisas esquecidas... A lição não nos basta somente uma vez, é preciso estudar, estudar e estudar...

    Feliz semana pra ti

    Bjoinhus

    Livinha

    ResponderExcluir
  23. Valeria,a cada dia que passa sua escrita me toca mais e mais...

    só tenho que agradecer-lhe...

    grd bjo querida!


    Zil

    ResponderExcluir
  24. Valéria minha flor mais que especial,

    Acredito que não só eu, mas todos que passam por este espaço abençoado, aprendem cada vez mais contigo.......pois consegues traduzir de forma perfeita, sentimentos profundos de todos que estão procurando melhorar e crescer internamente.
    Pelo menos comigo é assim......sempre saio melhor e mais consciente.
    Hoje o ser humano está numa neurose desenfreada sempre um querendo ser melhor que o outro, ter mais que o outro e ser mais que o outro.
    E tanto foco em cima do outro, outro, outro......muitas pessoas se esquecem de si mesmas.
    E o resultado: muita frustração, depressão, insatisfação e etc......
    Ahhhh quanto ilusão não é mesmo minha irmã?
    Se tivessem pelo menos um pequeno lampejo de suas forças e sua Luz.........batalhariam para nunca mais deixá-las de lado.
    A beleza está realmente em ser si mesmo, se assumindo com suas falhas, fraquezas..... (que na verdade são pontos a serem trabalhados, e são suas preciosas fontes de transformações, então até isto devemos abençoar).
    Achei magnífica a forma como comparastes o ser humano á uma flor.......perfeito!!!!
    Se você olhar um jardim completamente florido, colorido e com muita diversidade de flores.....é a coisa mais deslumbrante da vida.
    E se entrarmos neste jardim e observarmos flor por flor, cada uma tem seu formato, sua cor, enfim.....todas são diferentes, mas a beleza particular de cada uma faz toda a diferença.
    Assim deveria ser com o ser humano: cada um respeitando suas particularidades e valorizando suas potencialidades, emanariam muito mais Luz e equilíbrio para O TODO, tornando nossa atmosfera muito mais leve e de Paz.

    Tenhas uma semana muuuuuito abençoada minha irmã querida!!!!
    Um grande beijo em sua alma!!!

    ResponderExcluir
  25. Verdade ninguém é melhor que ninguém, mas muitas pessoas ainda tem o que aprender nesta vida daquinão se leva nada ....
    Beijo Lisette.

    ResponderExcluir
  26. Valéria querida que texto maravilhoso, tão maravilhoso que não tem nada mais a acrescentar, sómente absorver cada palavra.
    Um grande abraço e muita paz!

    ResponderExcluir
  27. Boa noite querida !
    Texto convitativo para leitura ...vindo e escrito por uma menina talentosa como vc ,ganhou todo sentido para o entendimento...
    bjssssssssssssssss

    ResponderExcluir
  28. Olá amiga Valéria. Texto e imagem lindos. Beijos.

    ResponderExcluir
  29. É isso mesmo, Valérica. A gente até sabe... mas é sempre bom ler algo assim tão lúcido e bem escrito.

    *adoro seu blog, coloquei em meus favoritos*

    *se quiser fazer parceria, será um prazer imenso*

    bj♥

    ResponderExcluir
  30. valeria bom demais... ser... essa é um bela questão. abraços lamarque

    ResponderExcluir
  31. Oi Valéria,
    Passei pra ver as novidades e te desejar um ótimo fim de semana cheia de coisas especiais.

    Grande abraço!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  32. Oi Valéria,
    vc tocou num tema crucial: os históricos estereótipos impostos desde sempre sobre comportamentos e procedimentos refletores de sucesso.Diferentemente de valores, estes esteriótipos, são cruéis prisões da auto-imagem, da espontaneidade que ferem a alma profundamente.
    Já é mais que tempo de amarmo-nos integralmente, pois só poderemos doar o que possuímos, no caso, Amor.
    Que sejamos : espontâneos e felizes com dignidade.
    Tuas "conversas" são inspiradoras.
    Bjos,
    Calu

    ResponderExcluir
  33. Depois dessa leitura quem mais vai se importar com a famosa baixa estima?
    Ótimo Valéria, sempre me faz muito bem demais ler seus pensamentos, ver como se posiciona na vida e claro aprender mais.
    Precisamos nos impor de forma bonita e verdadeira, sem medo de ser feliz.
    grande abraço
    bom domingo florzinha

    ResponderExcluir
  34. Senti saudade, minha amiga única e especial, que deixou que seu melhor florisse!

    Um beijo, ótimo domingo!

    ResponderExcluir
  35. Valéria, bato nesta tecla, porque quem prega humildade amor e fraternidade nos púlpitos dos templos e igrejas, infelizmente vivem mais de aparências, julgando e criticando quem não é de seu meio, ou quem é "pecador".
    Acho que este tema também faz parte neste tão bem elaborado texto.
    Um abraço portanto, e um beijo grande.

    ResponderExcluir
  36. É tão insignificante a luz do Sol
    Quando uma criança chora
    É tão imenso o sentimento
    De quem não quer ir embora

    Já despontaram todas as flores do mês de Abril
    As hortências ainda dormem nas colinas da ilha
    Este mar tem no ânimo a calmaria
    Há sonhos que se desbotam da maravilha

    E há um sítio para onde não levo ninguém
    Onde tudo acontece sem raiva ou desconfiança
    Neste sitio descanso minha atormentada alma
    E planto sorrisos regados de esperança…

    Doce beijo

    ResponderExcluir
  37. Oi, Valéria. É interessante observar que à medida em que algumas pessoas se assumem como tais (sendo elas mesmas) começa um conflito interior por diferenciarem-se de grupo social sempre cobrando modelos, padrões de conduta. O reconhecimento social que se busca tem que levar em conta as idiossincrasias de cada um com respeito.

    Adoro refletir com seus textos, sempre! Abraço grande. Paz e bem.

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails