segunda-feira, 8 de outubro de 2012

PAPO DELICADO (de ValériaC) *


Oi gente! O papo hoje vai ser delicado, talvez meio polêmico, foge um bocado do meu estilo habitual, mas senti necessidade de trocar ideias sobre este tema e saber o opinião de vocês.

Vira e mexe vejo alguém nas redes sociais reclamando que seja em seus Blogs, Twitter, Facebook [...], há pessoas que as criticam por postar determinados temas específicos , tipo Deus, religiões , mensagens diversas ou sobre animais em seus perfis pessoais  ou páginas, enfim, elas reclamam pelo direito de postarem o que bem entenderem em seus espaços e eu sinceramente as apoio.

Desde bem pequena sempre gostei de ser livre, dona do meu nariz, fazer as coisas ao meu modo, sem interferências dos outros, creio que por este motivo, aprendi a não ser  uma pessoa  impositora,  porque na verdade abomino que alguém queira me impor algo, seja nas minhas coisas ou na minha vida. Amo ser livre e aprendi o quanto é bom deixar que cada um também o seja. Fala sério, tem sensação melhor na vida, do que poder ser livre para ser quem a gente é?

Que mania o povo tem de querer que só postem o que eles gostam, do jeito que eles  fazem! Querer que  todos sejam  iguais a  eles é uma tremenda criancice, seja no que for,  na vida.

Que coisa mais chata, mais sem graça seria se todo mundo gostasse das mesmas coisas, fizesse tudo igual, tivessem apenas um tipo de dom, vocação, pintassem a vida com as mesmas cores, escrevem suas histórias com as mesmas palavras e as perfumassem com o mesmo cheiro, como a vida seria pobre.

E daí, se a pessoa gosta de postar sobre Deus, Buda ou Wicca,  ou seja de que religião for, se é fissurada em carros,  bichos, poesia  ou joguinhos, ou se luta por uma determinada causa, seja criança, idoso, deficiente, animais, natureza, vamos deixar que cada um coloque o que quer em seus espaços, que se manifestem livremente o que lhes vai no coração, isso é respeito, é aceitação e sempre que agimos assim, tudo fica tão mais leve!

E daí, se uns gostam de interagir bastante ou se outros  ficam na sua, preferem ficar quietinhos, falam bem pouco, se ouvem samba, rock ou bolero ou outro ritmo musical que queiram,  se a pessoa gosta de ser filosófica ou de escrever piadinhas, broncas  ou abobrinhas? Vamos parar de fazer papel de juízes implicantes, o problema é de cada um! Porque haveriam de ser todos iguaizinhos? Penso que o importante é cada um  ser original, ter coragem de ser quem é,  ter seu próprio jeitinho! Porque uma coisa eu lhes digo, pelos mesmos motivos, haverão os que nos  adorem e outros, que nos detestem.

Bom,  eu sou a favor do respeito entre todos, se possível vivermos em  verdadeira aceitação, porque tenho experimentado na minha vida prática o quanto isso é libertador,  o que gosto, o que é bom fica em mim, o que não gosto ou não concordo, deixo passar,  é simples assim. Sei que muitos vão concordar comigo, mas haverão os que não vão. Por mim tudo bem, cada um fica na sua, a amizade é a mesma, ok?

Agora,  eu gostaria de saber o que vocês pensam sobre isso? Já tiveram este tipo de problema?

*Este texto não é dirigido em nenhuma pessoa em particular.
  Estarei interagindo com os comentaristas/comentários  feitos neste Post.

Texto de: ValériaC (em 03/10/12)
Imagem: Google

40 comentários:

  1. Bom dia!!!
    Estou tendo problemas com a conexão, estarei visitando seus blogs na medida do possível.
    Boa semana à todos, beijos

    ResponderExcluir
  2. APLAUSOS!!! LIBERDADE DE EXPRESSÃO e de se EXPRESSAR!! Por favor! Agora, ler e interagir fica a cargo da liberdade de cada um, certo? Da minha autonomia não abro mão mesmo! Parabéns pela sensata reflexão!
    Bj. Célia.

    ResponderExcluir
  3. Valzinha do céu, se tivéssemos combinado nossos textos não teriam saído tão parecidos kkkkkkkkk
    Fiquei chocada pois algumas frases nossas saíram quase
    idênticas...mentira rsss nem fiquei pois pensamos mais ou menos igual, apesar de vc ter uma sutileza maior em escrever e eu ir direto ao ponto,mas enfim...a idéia é quase a mesma.
    Nem vou dizer o que penso pq já escrevi tudo no Vale rsss
    Meu beijo e meu carinho amiga, boa semana!

    ResponderExcluir
  4. Eu concordo com você, Valéria! Todo mundo tem o direito de postar o que quiser, onde está o nosso direito de liberdade?? Acho que cada um tem o direito de gostar e acreditar no que quiser, e também o direito de escolher o que é bom ou não para sí mesmo. Se eu não me identifico com determinado assunto, simplesmente não leio.

    Tenha uma semana repleta de alegrias, paz e muita luz!!
    Beijos!!♥

    ResponderExcluir
  5. Oi CÉLIA, ISA e MARI vejo que entenderam bem o que eu quis dizer...estou meio cansada de ver tanta gente reclamando que tem alguém criticando sobre o que postam, nos diversos meios, é triste ver tanta incompreensão, intolerância de uns para com os outros.

    Todos tem o mesmo direito de se expressar, ser e viver, não é mesmo? São tantos os caminhos que podem ser escolhidos e seguidos, porque há pessoas que querem que só haja um?

    Bonito é ver toda essa diversidade, é como olhar um jardim e ver tantas flores belas, cada uma de um jeito, de uma cor, um perfume, convivendo harmoniosamente no mesmo jardim. Nós podemos viver assim...

    Grata por seus comentários,beijos à todas vocês.

    ResponderExcluir
  6. Amei ler seu texto. Muito bom!
    Não tive (ainda) esse tipo de problema.
    O direito de postarem o que quiserem todos tem!
    Muitas vezes o tema postado é bom, mas a forma com que é abordado,sem ética e até com imposição, não é nada agradável de ler...nesse caso específico prefiro ignorar porque acredito que mudar o jeito de ser de uma pessoa com comentários é um pouco difícil.
    Abraços amiga!Uma semana feliz e abençoada pra ti

    ResponderExcluir
  7. Olá Querida Amiga! Excelente semana pra todos nós. Concordo contigo pois meu desenvolvimento pessoal, familiar, religioso etc, tem sido pela minha adversidade de pensamentos e observações da vida. Tenho muita dificuldade de fazer amigos e olha que são 55 anos de empenho. Creio que não há problema nenhum cada SER, ser o que é e fazer o que quizer. O respeito é tudo mesmo. Sou auto didata, não tenho diplomas, não fiz cursos de nada, tudo o que sei é pela colaboração de muitos que expôe seus pensamentos e atitude, na qual aprendemos algo pra sí mesmo. Agradeço todos os dias pela oportunidade de presenciar tudo isso. Beijãooo Va. sou sua admiradora.

    ResponderExcluir
  8. IMACULADA minha querida, é verdade, tem vezes que se o que encontramos nada tem em sintonia conosco, não tem porque criticarmos ou reclamarmos, simplesmente nos silenciemos, pois cada um tem direito de pensar e agir como quiser.Não deve ser a nossa prioridade mudarmos ninguém, mas sim trabalharmos mudanças em nós mesmos, pois isso sim, traz transformações imensas. Reagirmos criticamente a tudo, nos colocaria numa posição de briga constante e pra que brigar, cada um fique na sua, não é mesmo? Respeito e aceitação faz um bem enorme não somente ao outro, mas em nós mesmos. Grata pelo comentário amiga.

    SONIA admiro você ser auto ditada e eu também sou, sempre busquei aprender muito, com leituras, com amigos, bonito este aprendermos uns com os outros e enfim , a vida se bem a observarmos nos ensina muito, não é mesmo? Creio que algum tipo de preconceito, todos nós acabamos por sofrer, eu mesma no inicio deste Blog, por postar textos mais voltados para a espiritualidade, sofria algumas discriminações, sim, muitos não me seguiam, por conta disso.
    Sinto que precisamos ver além, por trás de cada gesto, atitude e palavra de cada um, há um ser humano com sentimentos, emoções, há na verdade muito mais do que determinados aspectos que percebemos nele e que precisam ser respeitado.
    Obrigada pelo comentário, pelo carinho e amizade, viu?

    ResponderExcluir
  9. Olá, Valéria!
    Pois é... eu até já perdi uma amiga no FB por postar pensamentos de Paulo Coelho... ela não gosta dele... não o suporta!!! Fazer o quê???!!!
    Abraços

    ResponderExcluir
  10. ISSARRAR meu bom amigo, que surpresa boa!

    Que coisa, perder uma amiga, porque não gosta de um determinado autor. E o pior é que por conta de pequenas bobagens as pessoas deixam de ser amigas.

    As coisas, a vida, a gente é tão mais que determinados detalhes, não sei porque as pessoas classificam-se de acordo com certos detalhes e têm dificuldade em ver o outro como um Todo, tão maior, tão mais rico e todos somos assim, muito mais do que podemos muitas vezes perceber.

    Acho triste alguém se afastar por um motivo destes, mesmo entendendo que é um direito da pessoa, se assim preferir. Perdi um, estes dias também, acho que por eu não corresponder à imagem religiosa que ele segue, ou talvez por não interagir do jeito que esperava, mas tudo bem, eu respeito e aceito a escolha de cada um, seja em que setor da vida for, e sei que muitos ainda não conseguem agir com aceitação, ainda.

    Grata pela presença e palavras, amigo.

    ResponderExcluir
  11. Aplausos, parabéns pelo tema...

    É isso mesmo!

    Temos o direito de postar o que quisermos, enquanto não estivermos fazendo nada que desrespeito os outros, assim temos que seguir.

    Faltava só isso mesmo que quisessem controlar o que escrevemos.

    É o fim da picada!!

    Cada um faz e escreve o que vai dentro de si e está com vontade.

    O blog é SEU e quem lê, se não gosta, não comenta, espera um outro post...

    Assim vamos! beijos,linda semana! chica

    ResponderExcluir
  12. Cada um sabe a dor e a delicia de ser o que é,coisa de uma canção ou que cada um é cada um.Somos unicos e livres para exercer nossos direitos e honrar nossos deveres.O que queremos deixar publico é o que nos alimenta no momento.Se assim não for não estaremos prontos para voar.Neste ponto os outros que se danem.Se não me agrada passo direto, exerço meu direito.Ainda não tive quem audaciosamente se manifestasse.Mas o mundo tem de tudo e vá que numa esquina da net, eu o encontre,saberei lhe mostrar o caminho correto. Belo texto da liberdade de expressão.
    E vamos que vamos.
    Um abração amiga.
    Bjo

    ResponderExcluir
  13. Aplausos, Srta! Sabe que já pediram p eu tirar a música do meu blog, pra mudar de cor e até de foto rss!

    ResponderExcluir
  14. Olá Valéria! Claro que concordo com vc e acho que o Blog é para isso mesmo, cada um colocar um pouco de si e do que curte ou gosta de fazer! Sigo Blogs de todo tipo e visito cada um vendo suas particularidades, ninguem é igual a ninguem nem no mundo nosso de casa dia e nem na Blogosfera!
    Beijos e te admiro por pensar assim!
    CamomilaRosa

    ResponderExcluir

  15. Olá Valéria,

    Perfeita e oportuna a sua abordagem. Ainda não percebi nada com relação ao meu espaço (de maneira direta), mas já vi comentários em blogs a respeito do incômodo de músicas em blogs e também depreciando blogs que focam temas de auto-ajuda e outros pormenores. Na verdade, não publico para as pessoas que não apreciam meus temas. Publico para aqueles que gostam e se sentem bem entrando em minha casa. Quando não aprecio alguma coisa em um espaço qualquer eu simplesmente saio de fininho, silenciosamente, em respeito à casa alheia.
    Em síntese: desde que haja respeito para com o leitor, cada um faz o que quer em seu espaço.
    Apoiada (rsrs).

    Beijo.

    ResponderExcluir
  16. A net é feita de pessoas, Valéria, e acho que é 'assim na net como na vida real...' existem os que gostam de que sejamos o que eles querem. a eles, meu mais silencioso desprezo. E é como uma fotinha de uma carinha de pato que eu coloquei no meu face uma vez, que dizia: "O Facebook é meu e eu posto o que eu quiser!" Rsrsrs...

    ResponderExcluir
  17. CHICA eu penso assim também, eu vejo tudo de um modo tão simples, se não temos nada a ver com um post, seja em que rede social for, basta deixar pra lá, deixar passar, não precisamos brigar com ninguem, tampouco querer impor o que nós gostamos e queremos ao outro. Respeito é tudo, todos merecem, tão bom sermos livres!

    TONINHO, é isso aí, cada um faz o que gosta e quer!

    IVES só dando risada mesmo de uma situação destas amigo! Cada um tem seu espaço e pode fazer o que bem quiser, acho falta de consideração e respeito alguem querer interfirir no espaço dos demais.

    CAMOMILAROSA sou assim também, sigo os mais diversos tipos de blogs, porque muito além do(s) tema(s) preferenciais de alguem, vejo cada um como um ser humano tão maior do que se mostra. Acho fantástico poder interagir com os mais diferentes tipos de pessoas, isso nos amplia, enriquece a gente. Cada um não é somente os temas que posta, é um ser humano infinitamente maior e cheio de facetas que só mesmo ao cultivarmos estas amizades, pouco a pouco vão nos sendo descortinadas. Assim como voce e muitos que conheço, eu não coleciono seguidores, eu cultivo amigos e adoro isso, mas enfim cada um faz e age como prefere, não é?

    VERA achei estas suas palavras fantásticas:"Quando não aprecio alguma coisa em um espaço qualquer eu simplesmente saio de fininho, silenciosamente, em respeito à casa alheia. " é tão simples fazer isso, não é?
    Quanto as pessoas gostarem ou não dos temas que publicamos, entendamos que sempre vai existir a sintonia, ela que tem que de fato prevalecer e ser respeitada, portanto sempre vai haver os que gostem e os que não do que postamos; sinceramente, gosto que meus leitores sintam-se sempre absolutamente à vontade em virem e/ou comentarem se realmente sentirem este desejo, caso contrário, se não quiserem comentar, tudo bem também; há casos de algumas vezes que vou em blogs, comento e a pessoa não retribue,sou sincera em dizer que eu fico bem,porque não gosto de cobranças, não sou movida a fazer algo esperando algo em troca, porque não me agrada a ideia de que façam nada forçado, eu não critico de forma alguma, eu deixo absolutamente livre, porque sou livre e quando comento é porque deixo meu coração falar por mim rsrsrs...eu curto isso...já o dia que não estou legal,me dou também o direito de ficar quietinha. E todo mundo tem seus dias de falante e quietos, natural que seja assim.

    ANA é verdade, em toda interação há pessoas, ohhh seres tantas vezes complicados rsrsr, voce está certa, havendo respeito, seja livre pra ser e se manifestar, sempre.

    Grata à todos pelos comenarios! Boa tarde!

    ResponderExcluir
  18. Oi Valéria!
    Cocordo plenamente com você! Ah, criamos um espaço nosso, para falar de como pensamos e vamos deixar isso de lado para falar sobre o que agrada ao público? Nunca, se alguém escreve algo que não concordo, deixo um pouco de minha opinião e pronto, não discuto nem procuro polemizar. Outra coisa que falam é sobre comentários curtos, quase en passant, ah, sou econômica nas palavras, caladinha mesmo, já falo muito por aqui.rsss
    Beijinhos e uma linda semana!

    ResponderExcluir
  19. VALÉRIA,tão bom cada um de nós podermos criar nossos espaços, nos manifestarmos através deles e eles terem "a nossa cara, a nossa marca"... eu não reparo se o comentário é pequeno ou grande, sempre dou muito valor ao fato da presença da pessoa que veio ao meu espaço e aceito de coração o que a pessoa me der. Já ao contrário de voce, eu geralmente costumo escrever comentários grandes, "filosóficos" demais e tem pessoas que não gostam; mas cada um é de um jeito, não é mesmo amiga? Tudo é válido e importante pra mim e fico feliz em ver que pra voce também é.
    Agradeço imensamente o seu comentário e presença, Val...

    ResponderExcluir
  20. Valeria,um texto bem necessario!Por que será que onde tem gente tem confusão?...rss...e na blogosfera não poderia ser diferente o que é uma pena,porque com essas diferenças que a gente aprende coisas novas,outros pontos de vista,eu adoro!bjs e meu carinho

    ResponderExcluir
  21. ANNE minha flor, onde tem gente tem confusão, infelizmente, porque vejo que ainda há muita intolerância entre as pessoas, muitos preconceitos limitadores, falta verdadeira aceitação, falta muitas vezes mero respeito.
    Assim como você, também adoro estas diferenças, é enriquecedor.
    Obrigada por sua presença e palavras, viu, amiga?

    ResponderExcluir
  22. Minha querida Valéria,

    Gostei que abordasse este tema, pois a intolerância com a diversidade é algo inaceitável...o direito de se manifestar sobre o que se quiser deve ser respeitado mas, infelizmente, as pessoas(algumas)querem impor o seu ponto de vista e querem tentar modificar a opinião de outrem.
    Desde criança, nunca aceitei que me impusessem nada e, mais tarde, já "senhorinha", tive o meu quinhão de "ditadura", no casamento...como você já deve ter visto nas Memórias, a aceitação de regras absurdas nunca foi o meu fraco.

    Quanto à liberdade de expressão é muito importante que se tenha sempre, ou o nosso espaço deixaria de ser nosso. Os incomodados que se mudem, já dizia minha avó.

    Bjssssss,
    Leninha

    ResponderExcluir
  23. Valéria, concordo com tudo que você expõe aqui.
    Quero salientar que a mesma coisa se refere à questão da liberdade de opinião e expressão.
    Lembremo-nos de que liberdade de expressão não é fazer como o cartunista francês que PROVOCOU OS MUÇULMANOS PUBLICAMENTE, E DETURPANDO A FIGURA DE SEU LÍDER RELIGIOSO...
    Deu no que deu!
    Mas uma coisa é eu falar o que penso, outra coisa é ofender meu interlocutor.
    Se eu disser a você que comparo um político à determinada figura, não estarei ofendendo TUA DIGNIDADE E TUA HONRA, concorda?
    Lembra-se daquele filme do Martin Scorcese chamado A ÚLTIMA TENTAÇÃO DE CRISTO? Já imaginou amiga minha, se o clero aplicasse uma pena de morte ao referido diretor, como fizeram os aiatolás com o Salman Rushdie?
    Martin Scorcese foi sim duramente criticado, mas nem por isso foi desencadeado uma guerra santa, ou lhe impuseram um castigo!
    Se não ocorreu uma guerra santa por conta de uma ofensa ao personagem mais importante do cristianismo, porque é que eu ficaria ofendido, ou histérico se você tivesse uma opinião contrária à minha? Então temos que separar as coisas!
    Valéria pode ter ressentimentos de determinada figura pública formadora de opinião, por exemplo.
    Talvez para mim tal figura seja minha referência. Há quem admire Che Guevara, e o compare a um santo, outros o consideram um matador impiedoso. Há quem admire Bob Marley, embora não faça uso da cannabis sativa, rsrs
    Certa feita no colégio, uma professora ficou de mal de mim, porque em sua aula de geografia disse para ela que determinado país sul-americano era muito mais desenvolvido que o Brasil, em algumas áreas.
    Vou achar ruim ou ficar irado com quem discorda de mim, por conta de uma opinião sobre um artista, um político, ou um jogador de futebol?
    Não! Então vamos aprender com Voltaire quando diz: "Posso não concordar com nenhuma das palavras que você disser, mas defenderei até a morte o direito de você dizê-las”.

    Um abraço amiga, beijos.

    ResponderExcluir
  24. Olá, sábia amiga Valéria!
    Creio que nunca ninguém irá agradar a todos como pessoa, tampouco com o que faz, porém, há de se respeitar a opinião e o trabalho dos outros, pois cada um tem sua idiossincrasia juntamente com sua visão.
    O que desagrada a uns, pode muito agradar a outros, faz parte da vida em sociedade e as redes sociais virtuais não são uma exceção, uma vez que é um microcosmo da vida real.
    Sua opinião expressa aqui é sábia e lúcida, como sempre.

    Abraços do amigo.

    ResponderExcluir
  25. Valéria,bom dia e meu carinhoso abraço daqui!
    É um assunto sempre polêmico esse da liberdade de expressão.Como você,sou a favor da ética e do respeito pelo que cada um pensa e queira dizer e expor seja pela Internet ou outros meios de comunicação.A única restrição que ponho a mim mesma,repito a 'mim' é quando percebo o uso desses importantes veículos de interação social modernos para a sensacionalização dos fatos de crônica da vida real.Forma e Substância dia desses fiz também uma espécie de desabafo tocante ao argumento.
    Seus textos e reflexões são sempre muito pertinentes e tocantes,parabéns pelo modo sensível como os propõe.

    ResponderExcluir
  26. Creio que cada um deve escrever aquilo que gosta, buscando sempre o respeito devido, quando for comentar o que outro escreveu.
    Se alguém não gosta de determinado tema, simplesmente não é obrigado a ler.Se deseja criticar é um direito desde que o faço com muito respeito, mas creio que em vez de criticar deveria estar buscando temas para criar um texto e colocá-lo para a apreciação de todos. Minha querida amiga, tenha um ótimo fim de semana.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  27. LENINHA minha querida, concordo inteiramente contigo, desde sempre fui muito "dona do meu nariz", nunca aceitei opressão e como citei no texto, aprendi a não oprimir ninguém, acho um absurdo quem gosta de ficar impondo seu modo de ser, agir e pensar aos outros, como se este fosse o único e mais acertado modo.
    Cada um tem que ser livre para ser e se expressar como quiser, desde que sempre mantendo o respeito aos demais. Grata por suas palavras, amiga.

    ANTONIO LIDIO meu bom amigo, creio que infelizmente muitas pessoas confundem liberdade de expressão, ou se dizem "sinceras" para com as outras , mas no fundo estão desrespeitando violentamente o outro com sua atitude.
    LIBERDADE seja em que setor for, deve andar de mãos dadas com a RESPONSABILIDADE E RESPEITO.
    Legal falarmos a verdade, sermos sinceros, mas tudo há de ter certos limites, que não ultrapassem a linha do respeito ao outro, porque as vezes a suposta sinceridade de uma pessoa é no fundo, falta de aceitação a outra. Por isso digo que há momentos que é melhor se retirar, silenciar, do que falar demais, ferindo o outro.
    Vou dar um exemplo bem simples: certa vez a moça A chegou para a senhora B e disse: Nossa!!! Que horrível esta sua cor de esmalte... claro que a senhora B ficou chateada.
    Por um lado a moça A acha que ser sincera(na minha opinião de forma muito questionável) é correto e não tem problema algum; eu interpreto que ela baseou-se num gosto pessoal para definir o que é bonito e o que é feio e gosto não se discute, cada um tem direito ao seu e então neste caso, eu vejo a suposta sinceridade da moça A, como grosseria e desrespeito à Senhora B.
    E assim é com tudo, temos que nos lembrar que há tantos modos de pensar, de agir, tantos caminhos a serem seguidos, há tanta diversidade, temos mesmo é que aprender a aceitar e respeitar cada um, sem querer que todos sejam iguaizinhos.
    Eu defendo à liberdade das pessoas em postarem o que mais gostarem em seus blogs ou redes sociais, sim, mas...sempre levando em conta o respeito, a tolerância, a aceitação entre todos.
    Grata por suas palavras, amigo.

    Bento meu amigo, falou tudo, impossível agradar a todos, por isto mesmo respeito sempre, não é amigo? Obrigada por suas palavras.

    Bergilde minha querida, liberdade sim, mas creio que há de caber ética, respeito e bom senso sempre, em tudo o que fazemos seja no mundo real ou no virtual.
    Obrigada por suas palavras, amiga.

    Élys meu querido amigo, você disse bem, podemos falar, escrever, inclusive, criticar, mas sempre com muito RESPEITO, sem ferir ao outro, sem querer impor nosso ponto de vista como se fosse o único e mais correto aos demais. Caso contrário, penso mais vale silenciar ao invés de ofender o outro.
    Grata por suas palavras, amigo




    ResponderExcluir
  28. Agradeço à todos que passaram por aqui, por terem trazido à tona, tantos aspectos que complementaram o tema proposto.

    Acho enriquecedor haver tantos temas diferentes, tantos modos de ver a mesma situação, precisamos abrir a mente e vermos que a vida é muito mais que o nosso mundinho particular.

    Observando(não disse julgando) uns aos outros ampliamos nossas consciências, crescemos, enriquecemos nossas vidas.

    Saibamos cultivar nossa liberdade com inteligencia, sabedoria e muito respeito.



    ResponderExcluir
  29. Olá Valéria

    Excelente assunto que levantas, uma questão que não deveria existir vez que se todos anseiam nesta vida a liberdade, que a tenhamos pelo menos em nossa escrita, vez que não se estar a afetar ninguém ou se isto acontece, simples assim não visitar aquele cujo assunto incomoda, se for difícil compreender o direito ao gosto de cada um e porque também não custa nada dar uma palavra num cumprimento que seja pelo menos.

    Muito bom as tuas falas, compactuo e assino embaixo.

    Tenha o mais doce feriado.

    Bjinhus

    Livinha

    ResponderExcluir
  30. Apoiado, Valéria,
    é direito de cada um desfrutar de sua opinião, expô-la ou não.Aos demais ficam as alternativas de concordarem ou não.E só, o que já bastante, já que o direito à liberdade de expressão está garantido pela lei.
    Para além, digo que,a diversidade é parte constituinte da natureza humana, ou seja,somos heterogêneos, únicos em nossas particularidades e se elas não ultrapassam os direitos alheios, estamos exercendo o nosso direito de sermos, pensarmos, gostarmos e compartilharmos o que apreciamos.Que cada qual escolha suas preferências e não critique as diferentes.
    Muito bem focado esse tema, Valéria.
    Bjkas,
    Calu

    ResponderExcluir
  31. Valéria

    Uma postagem sábia e oportuna.

    Estou com você. Cada um tem o direito de se expressar como quiser. A peculiaridade de cada um deve ser respeitada. É como você bem disse. Como seria se todos postassem de acordo com a preferência de determinados leitores? A criatividade ficaria estagnada.

    Obrigada pela contribuição para a minha próxima postagem. Ficou lindo.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  32. Valéria
    Concordo com vc. Temos o direito de postar o que gostamos. Amiga ""Feliz Dia das Crianças""" à todas as suas crianças e a você também .
    Façam como eu,nunca deixem a criança que existe dentro de você morrer.....

    Um beijinho
    Ana

    ResponderExcluir
  33. Oi Valéria
    Bom poder voltar ao seu blog,poder interagir também com seus leitores lendo os comentários que deixam.
    Gostei do tema e concordo que o respeito aos outros aqui é fundamental. E há a possibilidade de sair e não voltar... isso é ótimo e simples nao?
    Nao tive problemas mas como reproduzo poemas de poetas mais consagrados pra não dar confusão rs há sempre quem ache que poderia escrever coisa própria-no início até me constrangia depois foi ficando mais fácil, porque nao sou muito de me aborrecer por pouco_ enfim se nao sei escrever ou penso que nao sei e prefiro apenas republicar que jeito né? claro que é bem mais prático do que ter que pensar, pior é sair escrevendo ou poetando sem o dom que caracteriza que o faz.
    Todos os meus amigos são especiais, e isso é que importa.
    Muita saudade ,mil abraços Valéria

    ResponderExcluir
  34. Olá, Valéria!

    Seu texto é muito pertinente, em especial num mundo em que muitas pessoas querem que sejamos suas seguidoras, que façamos só o que desejam. São críticos de plantão que só veem a ponta do próprio nariz. Sejamos livres para fazer o que quiser. Haverá sempre um leitor, um amigo que nos visita sempre.

    Abraço,

    Aureliano.

    ResponderExcluir
  35. Olá, parabéns pelo blog!
    Se você puder visite este blog:
    http://morgannascimento.blogspot.com.br/
    Obrigado pela atenção

    ResponderExcluir
  36. Concordo com voce, Acho até que aprendemos muito com postagens de temas diferentes.
    Carinhoso abraço e uma semana de muita paz.

    ResponderExcluir
  37. Meus amigos(as) Livinha, Elisa, Calu, Lis, Ana, Aureliano, Morgan e Leonice, agradeço de coração pelos comentários, pelo entendimento de cada um de voces, acerca do tema. Ajudaram a enriquecer o nosso "papo".
    Beijos e obrigada à todos!

    ResponderExcluir
  38. Ô amiga, cheguei tarde, mas... gostei, li o texto e li os comments. Achei tudo ótimo, democrático e educado. Me fez um bem danado. Infelizmente na blogosfera as coisas não funcionam bem assim porque tem sempre aqueles doentes que ficam destilando seu veneno. Mas um dia eles irão se dar conta e farão um belo tratamento curativo para o mal que lhes aflige e a paz retornará aos blogs e faces da vida. No meu caso vou logo pela Bíblia quando diz: "ninguém agrada a dois senhores ao mesmo tempo". Então Valéria, se não gostei, viro as costas e procuro outras leituras e acho ótimo que façam o mesmo comigo. Adorei o assunto que vc tratou por aqui. Bjs

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails