segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

PERDOAR (de ValériaC)

Cabe a nós, o perdão, não importa o tamanho da ofensa ou mal que nos tenha sido feito, até mesmo que jamais ele seja pedido por aquele que nos tenha ofendido ou nos causado alguma tristeza.

Até porque quando verdadeiramente não o concedemos, os maiores prejudicados somos nós mesmos, por ficarmos constantemente “ruminando” mágoas, que tal qual veneno, vai nos causando imensos danos, por nos manter presos à situações e/ou pessoas, não deixando efetivamente o passado, passar.

Faz-se necessário que entendamos a limitação e a maturidade das pessoas a cada situação, pois com certeza, quando “erramos”, nos achamos merecedores da compreensão alheia. Então, porque algumas vezes relutamos tanto em concede-la?

Sempre que deixarmos o nosso ego cheio de orgulho nos dominar, tudo o que mais conseguiremos será gerar doenças graves em nosso corpo, marcas profundas em nosso espírito, além de amargarmos e estragamos a oportunidade de construirmos um precioso momento presente.

Literalmente, perdoar é um ato de coragem, desprendimento, de escolha, de amor incondicional, que vale a pena ser exercitado firmemente em nossas vidas, pois liberta e nos faz livres, nos traz paz.

Texto de: ValériaC

Imagem: daqui

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

JUSTIFICATIVAS... (de ValériaC)

Uma das coisas que mais me chama a atenção é perceber como o ser humano de modo geral, sempre têm uma justificativa para qualquer que seja o seu comportamento, o seu modo de agir e pensar. Sempre temos uma “desculpa” para nós mesmos e para os outros.

Na vida tudo são escolhas e isso é a mais pura verdade, apesar de que muitos ainda gostem de se perceber como “vitimas” das circunstancias, do destino e das pessoas.

Sabendo que somos responsáveis por nossas escolhas e por suas consequências, creio que o mais sensato é que deveríamos ficar mais conscientes delas. Infelizmente muitas vezes, as pessoas fazem escolhas equivocadas e só depois que se dão mal, percebem o engano, choram, se dizem arrependidas. Mas, porque não são pensadas as consequências , antes de se ter um resultado “ruim”?

Em nome da carência, da solidão as pessoas perdem a ética, se relacionam com pessoas comprometidas, casadas, num vale tudo para suprir suas carências. Esquecem-se que há muitas vezes, outras pessoas envolvidas, que podem vir a sofrer e em muito se abalar. E ainda tem a coragem de dizer que por amor, vale tudo. Amor não tem nada a ver com egoísmo, com falta de ética, em passar por cima de ninguém.

Em nome da pobreza, muitos roubam, matam e justificam-se achando que não tinham outra alternativa na vida.

Em nome da ignorância, batem nos filhos ao invés de dialogar e educar com amor. Ou por sentirem-se injustiçados partem para a violência como tática de defesa. Em nome da consecução de uma suposta paz, partem para a guerra.

Em nome da ganância, fraudam, roubam, falsificam, porque acham que a vida só é boa para os espertos, não importa se vão prejudicar outros, importa somente eles, darem-se bem.

Outros não estudam o ano todo, não trabalham com afinco, mas quando são reprovados ou demitidos, ficam sentindo-se perseguidos, injustiçados, mas não veem que não fizeram por merecer por aprovação e reconhecimento.

Quanto contrassenso!!!! Mas, o impressionante é que ainda assim, cada um tem sua justificativa, especialmente no momento em que são pegos numa situação dessas, daí então mostram-se arrependidos, choram, tentam se redimir de todas as formas.

Eu não estou aqui para julgar ninguém, até porque sei que errar faz parte da nossa humanidade, porém, observarmos a vida é uma grande oportunidade de muito aprendermos sem necessariamente vivermos a experiência, além do que, temos inteligência, temos que usar de bom senso e ver se o que queremos ou fazemos vai realmente ser benéfico a nós, além de vermos se vai ou não prejudicar terceiros, pois com toda certeza, ninguém consegue de fato ser feliz passando por cima dos outros.

Sejamos inteligentes, conscientes e vamos pensar mais nas consequências, antes de agirmos, porque arranjarmos desculpas esfarrapadas é fácil, difícil pode ser arcarmos com as possíveis consequências de nossas atitudes.

Ainda assim sei que o mundo não está perdido e que tudo pode ser mudado para melhor, se deixarmos o Amor que há dentro de nós emergir e a tudo tocar! A partir do momento que amarmos verdadeiramente uns aos outros, mais e mais a energia do Amor vai a tudo transformar e veremos um mundo muito mais harmonioso. Vamos fazer a nossa parte?

Texto de: ValériaC

Imagem: daqui

domingo, 12 de fevereiro de 2012

O PODER DO AMOR (de ValériaC)

Tem dias, que fico pensativa, acabrunhada, por ver o que acontece no mundo, que tantas vezes, sequer conseguimos ajudar quem está ao nosso lado. Sei que nada adianta eu chorar junto, penso que o mais importante é de alguma forma tentar ajudar o outro a enfrentar a situação , a estimular a superação. Gosto quando posso fazer algo neste sentido, apesar de que nem sempre todos estão abertos a receberem algum tipo de ajuda. Quando escrevo, falo ou me faço de exemplo, longe de mim ser a dona da verdade, mas é na tentativa(muito embora, em alguns casos, na vã tentativa ) de ajudar, de compartilhar o que aprendi e comprovei nas minhas vivencias e observações em como lidar de uma forma mais simples, mais funcional com as diversas situações da vida, mas junto a isso, tenho aprendido que não bastam boas intenções e meu desejo em me fazer entendida, há de se respeitar a maturação do outro.

E na minha introspecção me recolho, vou seguindo, persistindo, me exercitando na aceitação, na compaixão, na empatia, na incondicionalidade do Amor, pois é o que me cabe, faço o que posso, até onde eu consigo e o resto, confio no processo da vida, pois seja pela inteligência, pelo amor ou pelo sofrimento e pela dor, a vida há de atuar em cada um, promovendo as mudanças e a evolução necessárias, mas confesso que na minha porção humana, dá uma vontade de me transformar numa estrelinha e me recolher bem longe no céu, bem quietinha, para na vida pensar, dar tempo ao tempo, esperar pela ação da vida, pelo “tempo” de cada um.

Tenho em mim algo muito forte, que o Amor é resposta e remédio, pois a tudo tem o poder de tocar e transformar. Muito embora eu tenha consciência que há os que não conseguem ter esta percepção e não olham para os acontecimentos de suas vidas, sob a lente do Amor e vivem suas vidas acorrentados nas distorções que suas dores causaram, vão se amargurando, se revoltando , sentindo-se vitimas, vão perdendo-se em lamúrias, sentindo-se impotentes, ou o pior, vão ao extremo oposto, se endurecem de tal forma, na vã esperança de se defenderem, tornando-se pessoas duras, áridas demais; porém, seja em que modo de reagir elas escolham, esquecem-se que na vida tudo pede por equilíbrio, seja a circunstância que for, pois, tudo muda de acordo como nós “olhamos” e reagimos a cada situação.

Eu queria que onde houvesse tristeza, mágoa, dor, abandono, fosse banhado pelo poder do Amor, que todos o sentissem no coração e na alma, que o deixassem agir em cada frestinha de suas vidas, que entendessem que se querem mudanças há de se fazer diferente do que sempre fizeram, que tirassem o foco de atenção ao “pior” de suas vidas e começassem a encontrar o “bem e o bom” mesmo que nos mais pequeninos detalhes, no aqui e agora, que passassem a cultivar mais alegria, bom humor, rissem até das mazelas da vida, colocassem mais leveza em seus dias, ignorassem o que não gostam, relevassem mais, aceitassem mais o que cada um é e dá, olhassem suas vidas com novos olhos, que impregnassem a tudo e a todos com compaixão e muito amor, que passassem a se amar verdadeiramente, a se valorizar, a acreditar em si e na sua capacidade de superação, pois quando passamos a nos sentir assim, mudamos nossa vibração energética e vamos nos curando profundamente, fazendo transformações, “milagres” em nossas vidas.

Creio que colocar uma pitada de Amor em tudo, sempre será a melhor escolha e mesmo que eu ainda me entristeça vez ou outra, quando vejo que há pessoas que não conseguem crer no que digo sobre o seu poder ou vive-lo na prática, vou continuar pregando o Amor, fazendo dele o meu caminho, o semeando por onde for, o colocando nos mínimos detalhes, porque é o que eu mais acredito com todas as minha forças. Que ele nos norteie, que seja uma constante em nossas vidas, tão ou mais vital do que o ar que respiramos, quero vê-lo cada vez mais a se expandir, florescer pelo Universo sem fim.

Texto de: ValériaC

Imagem: daqui

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

A VIDA É BELA... (de ValériaC)

A vida é bela, eu diria que é potencialmente maravilhosa, há tantas belezas, se nos atentarmos aos seus melhores aspectos, veremos que a vida é realmente divina.

O que me entristece é ver a maneira empobrecida, embrutecida, que tantos vivem suas vidas. Sei que não posso mudar o mundo, somente a mim mesma, mas não deixo de lamentar quando vejo pessoas vivendo de forma automática, dando pouca importância ao que deveriam dar, prendendo-se nas aparências de tudo e de todos, julgando somente pelo exterior, valorizando o efêmero, não investindo em seus interiores, no que em nós é eterno. Pessoas que simplesmente passam pela vida sem se darem conta da beleza peculiar que há na essência de cada um. Que não amam tanto quanto potencialmente poderiam amar.

Me entristece ver que muitas vezes as pessoas vão deixando a loucura do mundo as absorver por completo, que fogem de si mesmo, vivem numa busca frenética, de ilusão em ilusão, que ignoram o que lhes tenta dizer o coração, ficam correndo de um lado para o outro, achando que isso é viver; na verdade isso é perder-se de si mesmo.

Não nos esqueçamos que o tempo nesta dimensão urge, escapam-nos os dias, meses, anos como num piscar de olhos e muitas vezes não fazemos o mais importante: que é sermos felizes, espalharmos sementes do bem e alegria, de bondade, de solidariedade, de amizade e especialmente, amarmos mais e melhor a cada dia.

E você, acha que está vivendo o seu melhor? Bem sabemos que nosso exemplo pode em muito ajudar a transformar o mundo, estamos efetivamente trabalhando em fazer estas mudanças em nós? Estamos verdadeiramente amando mais, fazendo nossa parte em tornar a vida bela?

Texto de: ValériaC

Imagem: daqui

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails