quarta-feira, 6 de novembro de 2013

LONGEVIDADE (de ValériaC)

A quantidade de idosos vem aumentando a cada dia e, por favor, ninguém se ofenda por eu falar de idosos, pois todos nós somos ou se vivermos, um dia o seremos  e  é com todo carinho e respeito que falo desta , que como uma fase da vida, chega para quem viver mais;  mas em contrapartida noto que nem esta geração com possibilidades de ser longeva, se acostuma em aceitar o fato de ser ou se tornar idoso. Desde já, apesar de ainda me faltarem vários anos para eu ser “classificada” como idosa,  tenho plena consciência de que  estou caminhando para isso e  percebo fortemente  que todos nós temos uma certa( talvez seria mais adequado dizer, grande) tendência a rejeitarmos a idade e a  tudo o que o passar dos anos possa refletir em nossos corpos, assim como os “acessórios” que de alguma forma possam vir a nos auxiliar.

Daí vem o pavor dos óculos, das rugas, dos medicamentos, da bengala, do andador, da menopausa, da tão temida calvície, dos aparelhos auditivos e por aí vai... confesso que também acho complicado ter que conviver e se adaptar a tudo isso, mas estou tendo que começar a  aprender, assim como cada um de vocês, creio eu.

Se por um lado tudo isso nos assombra, nos incomoda funcional e esteticamente muitas vezes, por outro, temos que ver o que cada “item” pode nos ajudar e chego a conclusão de que precisamos fazer as pazes com tudo isso urgentemente e aprendermos a  aceitar o que a vida nos traz com o galgar dos anos.  Então, ao invés de reclamarmos, vamos sim é agradecer por eles existirem, vamos ver o lado bom que os medicamentos ou o uso destes “acessórios” podem nos ajudar a seguir a nossa jornada com mais qualidade de vida.

Afinal, se precisarmos de óculos, vamos usar, com eles podemos enxergar. Triste seria não poder ver ou ver pouco e não podermos mais ler, costurar, bordar, nos deliciar em ver as paisagens em nossos caminhos ou não podermos mais  nos encantar em ver as pessoas que amamos...

Se tivermos que tomar medicamentos, vamos agradecer por eles existirem, se precisarmos de bengala, paciência... mas, ao menos podemos de algum modo nos locomover, pois triste seria nunca mais poder andar...

Se precisarmos de aparelho auditivo, agradeçamos em poder desta forma, continuar a ouvir os sons, as vozes das pessoas, tão bom, não é?

Que cada um de nós se cuide de corpo e alma, em prol do nosso amadurecimento, por uma longevidade mais saudável possível, em todos os aspectos,  mas sempre aceitando as inevitáveis mudanças em cada uma das fases de nossas vidas, mesmo sabendo que nem sempre é fácil, ver as rugas marcando o rosto, cabelos branqueando e outras coisitas mais que vão surgindo rsrsrs...,  nos lembremos de  saborear cada instante do melhor modo que pudermos, pois cada momento é absolutamente único, sempre... não os deixemos passar em vão,  vamos tentar aceitar  e viver com alegria, sem grandes lamentações, não nos amarguremos, pois  como diz o ditado popular: “sempre tem como ser pior”, então vamos tentar viver o melhor, certo? Afinal, a vida passa tão depressa...

Eu venho tentando, como todos vocês, vou me adaptando às visitas aos médicos, às ondas de calor da menopausa chegando, aos óculos que estou usando, consciente de que tudo isso são meros detalhes, que não são  tudo e não quero que eles acabem por estragar o resto da minha  vida, então, os  incorporo como experiências dentre tantas outras,  que também enriquecem o espírito que habita este abençoado corpo que provisoriamente a Vida me deu... e sigo adiante...

Por que escrevi este texto? Porque gostaria de incentivar quem o lesse, assim como busco incentivar a mim mesma a cada um dos meus dias,  a encarar tudo como desafios a serem vividos, a perceber as mudanças pelas quais passamos, sem fazer delas, dramas maiores do que são, de que apesar de algum pesar rsrsrsr, ainda possamos conservar dentro de nós e fora também, através de nosso modo de ser...a doçura, a delicadeza, a paciência conosco e com os outros, a gratidão pela vida, a serenidade, a alegria e a vontade de viver!

Texto de: ValériaC (escrito em 05/11/13  às 07:26 hs)
Imagem: Google

**ESTE TEXTO PODE SER COPIADO, EM SITES SEM FINS LUCRATIVOS, DESDE QUE DADO OS DEVIDOS CRÉDITOS À:


ValériaC (docefilosofia.blogspot.com.br) ou o link da  postagem

32 comentários:

  1. Meus amores de amigos e amigas, irei visitando aos poucos os seus blogs, pra matar as saudades de cada um de vocês, mas vou devagarinho porque afinal ainda estou me adaptando aos óculos e é bem estranho rsrsrsr ver o mundo através destas lentes...beijo grande em cada um de vocês...

    ResponderExcluir
  2. Valéria, que bom te ver e ler por aqui! Ainda bem estamos juntinhas por lá, no Instagram.

    Teu texto? Maravilhoso, bem abordada a temática. Eu, como estou com quase 65, sou idosa, uso óculos, tenho várias outras limitações(ósseas ,as mais importantes).Porém, faço de conta que as dores não existem. Falo com elas no meio da noite, quando me expulsam da cama me fazendo levantar para que parem: Digo à elas que sou maior que elas e que as coloco no devido lugar., rs Brigo com elas, mas não fio me queixando, nem lamuriando, nem nas escritas, muito menos em casa. Aliás, aqui, muiiiiiitas coisas que tenho, fico na "moita", aguento, só pra não começarem a querer me cuidar e limitar...

    Assim, agradeço todos os dias a cabeça que tenho, o jeito de não dar bola pra coisas dese tipo e procuro valorizar as coisas legais e boas.

    Tomara todos nós possamos ter uma velhice legal, bem assistida e om todo conforto!


    beijos,já falei demais!rs Tuuuuuudo de bom pra ti, teu novo olhar para a vida com lentes... chica

    ResponderExcluir
  3. Valéria,
    Fico feliz em te ver postando e nos dando a oportunidade de ler textos muito bem escritos.
    Ser idoso, creio, é como viver em qualquer fase da vida, falo através da minha experiência. Quando nascemos dependemos totalmente de nosso pais para tudo, vamos crescendo e nos adaptando às outras idades, mas sempre existirão desafios durante toda a vida.
    Hoje com 75 anos, uso atualmente um aparelho que me dá uma audição muito boa e fica bem imperceptível. Tomo remédio para pressão e colesterol e isso faz com que eu não sinta nenhum mal estar na mina saúde.
    Sinto-me muito bem ,pois sempre acredito que a nossa mente estando bem tudo corre bem.
    Todas fases da vida tem o seu encanto.
    Pense positivo que estará sempre bem.
    Minha querida amiga, Beijos.
    Élys

    ResponderExcluir
  4. Valéria
    Esqueci de dizer.
    Usar óculos não é um problema da idade e inclusive é até charmoso.
    Eu como operei os dois olhos devido a catarata, passei a enxergar bem. Tenho um óculos que só uso para leitura de livros.
    Minha querida, estou feliz pois percebo que você está muito bem.
    Beijos!!!
    Élys.

    ResponderExcluir
  5. Olá Valeria: É verdade que rejeitamos a chegada da velhice, mas a outra opção é pior,kkkk.
    Tenho medo de ficar dependente necessitando de ajuda para tudo e sobrecarregar as pessoas que amo, fora isso estou feliz com minha velhice ela trouxe mais liberdade de ação, mais sabedoria até pelas experiencias vividas. Quanto ao óculos sempre usei, os cabelos brancos são um charme, as rugas são resultado de sorrisos e também de lágrimas e vai por aí... O negocio é viver e tentar ser feliz sempre.
    Seu texto ajuda e é muito bem escrito PARABÉNS,
    beijos mil
    Léah

    ResponderExcluir
  6. Olá querida Valéria!
    Que maravilha poder ler suas palavras! Muito feliz!
    Não some não, obrigada pelo carinho de sempre!
    Linda postagem!
    Não tenho medo da velhice, tenho medo de partir sem ver meus netinhos. Tenho dois filhos, o mais velho tem 15 anos e o caçula tem 2.
    Não consigo me adaptar com óculos e eu preciso muito, pois só enxergo de 1 olho praticamente.
    Tenha uma linda tarde!
    Com carinho

    Femme- Mãe, Esposa, Mulher!

    ResponderExcluir
  7. Muito bom, Valéria. Só envelhece quem está vivo. Beijos. Bom te ver!

    ResponderExcluir
  8. que coisa boa te ver postando , que coisa boaaaaaa!!
    forte abraço a vc Valéria
    elisa

    ResponderExcluir
  9. Querida Valeria,não é facil mesmo ter que se adaptar a fazer tudo mais devagar,usar óculos nem tanto pois uso desde os 9 anos,mas aparelho auditivo,remedios,calores...nem me fale!Estou numa semana de exames médicos e já tive a noticia que terei que fazer reposição hormonal.Não é facil envelhecer ainda mais num mundo de jovens, e o pior:quando a alma é jovem!...rss...amei a sua msg e é bom saber que temos com quem compartilhar essas mudanças! bjs,

    ResponderExcluir

  10. Olá Valéria,
    Muito bom rever você.

    Não é mesmo fácil quando se começa a perceber as transformações que vão se aproximando em decorrência da idade. Mas fazer o quê, né? É da natureza humana e aceitar torna tudo mais leve e natural. Creio que o fundamental é se preparar física e emocionalmente para viver bem esta estação da vida. Os acessórios modernos costumam até 'enfeitar' a aparência, como no caso dos óculos.Há alguns modelos lindos-rs.
    A vida moderna e a tecnologia tem ajudado bastante com os acessórios, que não chegam a pesar com o seu uso.
    É como você disse, é melhor enxergar, ouvir e andar com o auxílio de instrumentos adequados do que não poder fazer nada disso, o que levaria a uma vida mais monótona e triste. Hoje em dia, vê-se idosos (acima dos setenta anos) com uma excelente qualidade de vida, pois fizeram por onde.
    Então, vamos agradecer a Deus pela vida e procurar vivê-la sempre da melhor maneira, independentemente do número de primaveras (e sempre conservar a jovialidade do espírito).

    Ótimos dias.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  11. Olha só...! Depois de tanto tempo volto aqui. Saudades. Colocastes aqui um assunto que me assombra barbaridade. Ainda nem cheguei lá e já estou apavorada, estou até fazendo análise. Problemas de idoso já tenho antecipado e sofro muito, às vezes preciso recorrer a bengala. Comprei uma super estilosa que era pra não ter vergonha, mas no começo foi difícil! Mas o que importa é se sentir bem e estar em paz com a idade. Olha só eu falando...rs. Um abraço carinhoso pra ti minha querida amiga! (não repara se alguma coisa aqui ranger...)

    ResponderExcluir
  12. Mais vale lá chegar
    Do que ficar pelo caminho
    Como a criança precisar
    O idoso precisa de carinho.

    Todos precisamos também
    Carinho e compreensão
    Não se deve tratar mal ninguém
    Todos temos direito uma fatia de pão!

    Boa noite para você,
    amiga ValeriaC, um beijo
    Eduardo.

    ResponderExcluir
  13. Bem assim Valeria, temos que nos permitir enfrentar cada etapa de nossa vida com igual animação e inspiração, procurando entender cada modificação e saber situar diante estas.
    Seu texto ilustra bem esta etapa da vida e somente assim teremos e seremos pessoas idosas e felizes.
    Muito bom amiga.
    Meu abraço de paz e luz.
    Bjo.

    ResponderExcluir
  14. É isso mesmo Valéria, vá se acostumando garota. "Quem não morre jovem, velho haverá de ficar", me criei ouvindo isso. E é a pura verdade, não tem jeito. A velhice é bem assim ou a gente aceita ou aceita. E ponto. Eu aceito meus 64 numa boa, não sem reclamar, óbvio, a gente bem que podia envelhecer sem dor, só isso já chegava, mas em todo o caso, ainda bem que posso comprar os remédios para neutralizar. Um beijo querida e parabéns pelo texto.

    ResponderExcluir
  15. BOM DIA MINHA FLOR !
    SAUDADES DESSE ESPAÇO SEMPRE E,VC SABE DISSO.ENTÃO VIM AQUI É MOTIVO PARA BRINDAR-NOS MINHAS DORES COM AS SUAS,RSRSRRRSSRSR...QUE NEM SÃO POUCAS E NEM QUERO DEIXAR MINHA LISTA,PARA VC NÃO ACHAR QUE ESTOU EXAGERANDO.
    QUERO SÓ BRINDAR SUA VOLTA E PRONTO.
    BJS DE RETORNO !!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  16. RSRSRSRSRSRSRRSRRSRSRRRRSSR
    VOLTEI SÓ PRA DIZER QUE ESTOU ME RECUPERANDO DE UMA CIRURGIA DE CATARATA,DA QUAL ME DEI BEM ,MAIS VC NEM IMAGINA MEU SOFRIMENTO ANTES DE FAZER .O QUE PARREI COM MINHA VISÃO...BJS

    ResponderExcluir
  17. Olá Srta Valéria! Esqueceu de mencionar os cabelos brancos rsrs! Realmente, na prática não é fácil, mas temos diante do espelho o que só a alma pode ver, e essa pode ser linda sempre! Abração

    ResponderExcluir
  18. oi minha querida,

    muito bom te ver novamente por aqui,
    e envelhecer é mesmo complicado,
    as vezes me pego pensando que gostaria de ter uns anos a menos,
    para viver mais tempo as coisas boas que a maturidade nos tras,
    mas a vida é essa e vamos trabalhando a nossa aceitação,todos os dias...
    já já você acostuma...

    beijinhos

    ResponderExcluir
  19. Oi Valzinha querida, demorei mas cheguei rs
    Pois é, como você mesma disse vamos nos adaptando a essa fase mais madura, não sem algum pesar, mas procurando aceitar os acessórios que temos que usar.
    Eu andei brigando muito com meus cabelos brancos como disse nosso amigo Ives, mas como sou loira...decidi fazer as pazes com eles e fazer de conta que são "luzes" que me trouxeram mais experiência.
    As "ruguinhas ainda estou em fase de negociação kkkk mas já balancei a bandeira branca também.
    Os óculos como disse nosso amigo Élys nos conferem um certo "charme", já que tem uns modelos bem bonitinhos.
    As dores como disse a Chica vamos fazendo de conta que não existem e na verdade elas são uma ilusão, e temos que ir expulsando.
    Como aquele texto que lemos lembra?
    Tudo são crenças que o cérebro incorporou e por isso as tratamos como reais, mas a única realidade que sabemos mesmo é que somos eternos e estamos aqui só de passagem.
    Um dia deixaremos esse corpo, essa casca, porque nossa alma é eterna e estamos aqui só pra "experenciar".
    Que cada um possa aceitar as limitações que o passar dos anos vai nos trazendo, nos cuidar, nos amar, nos respeitar, pois somos abençoados por ter a oportunidade de viver essa experiência na terra e compartilhar como nossos irmãos de caminhada.
    Você é minha irmã de alma, que agradeço por estar sempre presente em minha vida diariamente, e quando escreve esses textos maravilhosos,passa pras pessoas luz, amor e compreensão dos mecanismos da vida.
    Beijos em teu coração!

    ResponderExcluir
  20. Valéria querida adorei este brilhante texto de minha parte só tenho a agradecer por alguem lembrar-se dos idosos
    feliz aquele que chega alcançar a melhor idade como é chamada.
    é sinal de que muito viveu aprendeu e tem o que ensinar da vida e da jornada percorrida.Uso oculos estou usando bengala devido a problemas de coluna mas agradeço a cada novo dia que surge pela chance de poder fazer alguma coisa a mais para complementar meu curriculo o qual devo entregar ao chegar na patria celestial um abraço amiga saudades de voce bjs marlene

    ResponderExcluir
  21. Querida Valéria!
    Texto sábio e real, já vivo esse tempo e estou adaptando a ele com muita gratidão por tudo que acontece em minha vida.
    Hoje de manhã conversamos sobre isso(eu, marido e filha) ele não aceita com naturalidade esse tempo que Deus nos concede para curtir os filhos, netos,amigos e vivê-los de forma alegre, apesar de limitações.(normal da idade) Sei que é preciso aceitarmos essa fase e que só depende da forma de pensar de cada um. Vou mostrar esse texto pra ele,amei te ler!
    Abraços! Boa noite e um lindo amanhecer pra ti.


    ResponderExcluir
  22. Val minha irmã querida!

    Saudades!!!!
    Seu texto está MARAVILHOSO!!!
    Sabe que desde criança tive um olhar muito carinhoso pelas pessoas mais velhas?
    Acho que por isto tinha uma AFINIDADE ENORME com meus avôs e minhas avós.
    Eu sempre olhava para eles com muita ADMIRAÇÃO, e por isto cresci acreditando que deveria ser uma Fase FANTÁSTICA!
    Hoje nos meus 41 quaaase 42 anos, não posso dizer que esteja sofrendo por antecipação.....muito pelo contrário, estou muito confiante de que terei uma velhice Feliz e tranquila.
    Quanto ao corpo físico, eu pinto direto meu cabelo, pois os fios brancos já me acompanham a muito tempo.
    Óculos eu uso desde que nasci.....rsrsrsrsss.......mas devagar fui evoluindo.....rsrsrsrs.....comecei com aqueles fundos de garrafa, até que consegui reverter minha miopia
    e não preciso ficar dependente dele, mas, como muitas pessoas já disseram, realmente é um charme, pois somos contemplados por milhares de modelos, uns mais lindos que os outros.
    Quando me deparo frente ao espelho, já consigo visualizar algumas marcas de expressão, e dependo de um medicamento para regular minha tireóide, enfim.....estes são meus pequenos reparos no dia a dia no corpo físico, mas vou lhe dizer uma coisa: Mesmo com 42 anos, minha ALMA parece que parou nos 20 anos!
    Pois meu coração ainda vibra e pulsa fortemente com a emoção dos meus 20 anos, só que agora com mais experiência!
    E sei que vai ser assim futuramente!
    Pois somos muito mais que nosso Corpo Físico!
    Devemos sempre Abençoar e Agradecer por ele, pois é o Templo de nossa Alma, a morada do nosso Espírito!
    Manter nossa mente em Paz, vai auxiliar nosso corpo a encontrar um equilíbrio, nos proporcionando bem estar e muitas curas.
    Seu texto está Perfeito minha querida, e achei Lindo o título: Longevidade!
    É o que todos queremos, uma vida Longa com muita Saúde, Equilíbrio e muita Paz!!!

    Um beijo enoooorme em seu coração!!!!

    ResponderExcluir
  23. Todos nós, envelhecemos. Uns mais que outros. Mas, mais do que pela idade física, é sabermos como vamos envelhecer. Por ser a vida uma benção divina, devemos ser gratos por ela. E vivermos de uma forma mais sábia possível. Sermos felizes, não importa a idade, mas sim,escolhermos o caminho dela.
    Um beijo,
    Jorge

    ResponderExcluir
  24. Valéria,bom dia e bem-vinda ao mundo dos que usam óculos,rss!Desde muito pequenina este precioso acessório faz parte da minha vida,mas é uma questão de tempo para a melhor adaptação.
    Suas reflexões traduzem sempre muitos dos nossos pensamentos e vêm carregadas de muita lucidez,deixando aquela mensagem de esperança tão necessária para encararmos a vida seja qual for a nossa idade.
    Grande abraço,

    ResponderExcluir
  25. OI QUERIDA VALÉRIA
    Saudadd de vc amiga.Muito bom esse texto. Todos nós ficaremos velhinhos que seja com muita saúde. vim te desejar uma abençoada sexta-feira...
    Jesus te abençoe, beijos em teu lindo coração doce amiguinha!!
    Um bj
    Ana

    ResponderExcluir
  26. Olá amiga querida,
    Maravilhoso o seu texto e muito oportuno. Acredito sim, que para algumas pessoas, seja mais difícil aceitar as transformações causadas pela idade, mas, eu, graças à Deus, convivo muito bem com as minhas, e sempre procuro ter paciência para aprender a me adaptar à todas as mudanças de cada fase da minha vida. E, com relação aos acessórios, não tive dificuldades porque, felizmente, até hoje uso apenas o óculos para leitura, veja só, sou uma privilegiada, pois já tenho muitos anos de vida. O importante é manter o espírito jovem e viver cada dia da melhor forma possível.
    Feliz por seu retorno, e adorei te ler mais uma vez.
    Um beijo com todo meu carinho.

    ResponderExcluir
  27. Boa noite minha querida !!!!!!!!!!!!
    Feliz pela sua volta ...deixo meu beijo para um lindo final de semana ...
    Hoje estou no blog da Cathiaho falando da arte das rendeiras...
    http://reflexosespelhandoespalhandoamigos.blogspot.com.br/2013/11/renda-se-arte_9.html#comment-form

    ResponderExcluir
  28. Olá meu docinho, ainda bem que voltou e saiba que me reconheço em todo o seu texto pois os cabelos brancos, as rugas, e a idade do condor há muito que já faz parte da história de vida que levo comigo no dia em que Deus quiser.
    A muleta ou o andarilho ainda não chegou mas muitas outras já cá moram, e sabe que mais eu acho um desperdício das plásticas, não porque seja contra não, quem tiver assim tanto dinheiro para gastar nelas,que o faça mas em primeiro lugar pensar nos que morrem todos os dias há fome.
    Mas que Deus me perdoe quem sou eu para dizer isto somos todos iguais e todos diferentes e cada um veio cá para cumprir sua missão.
    Meu amor tenha uma linda semana e um grande e forte abraço porque voltou. Beijinhos de luz e paz.

    ResponderExcluir
  29. Olá, querida Valéria
    A efemeridade da vida até assusta a gente... é bom ter em mente o que escreveu porque ela se vai como num: zás!!!
    Seja feliz e abençoada!!!
    Bjm de paz e bem

    ResponderExcluir
  30. Excelente texto e bem lembrado precisamos a deitar e agradecer por ter a oportunidade de envelhecer,...
    Beijo Lisette

    ResponderExcluir
  31. Que o enfeite mais brilhante da casa, seja nosso coração cheio de gratidão!
    Passando para desejar um Feliz Natal...
    Cheio de paz, amor e sabedoria!

    Grande Beijo!

    ResponderExcluir
  32. Querida amiga.

    Meu desejo para os que habitam
    o meu coração,
    é um mergulho no tempo,
    onde cada dia,
    é um dia de ano novo,
    e cada sonho,
    uma senha a ser descoberta,
    nesta caminhada rumo a alegria.

    Muito obrigado por sua amizade.
    Que sejamos e façamos felizes a cada dia.

    ALUÍSIO CAVALCANTE JR.

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails