quinta-feira, 24 de abril de 2014

MEDO... (de ValériaC)

Quantas vezes na minha vida, eu deixei que o medo me paralisasse, porque erroneamente eu acreditava  que se me subjugasse a  ele, teria em mim,   a sensação de segurança.

Percebi com o passar do tempo, que essa proteção tinha muito mais de ilusão, do que proteção de fato.

E tudo o que eu não me  permiti viver,  por um suposto  medo de sofrer, que na maior parte das vezes, foi um medo muito mais  mental do que real, fez eu achar que me protegia de algo que me poderia fazer algum mal,  mas  acabou  me isolando também,  do que eu tenho como bom, prazeroso, feliz, amoroso.

Percebi  que  viver me defendendo, me coloca cercada numa redoma de vidro, não  protege,  nem me traz  alegria. Me torna uma  ilha.

Decidi que quero enfrentar cada desafio, cada medo, porque vi o quanto na maior parte das vezes, eu perdi, porque não quis pagar pra ver, porque não ousei...

É por isso que sempre digo, que a verdadeira Vida...aquela, plena de sentires e  sentidos, é para os corajosos... e mesmo que ainda vez ou outra eu sinta medo, vou enfrentar, porque é melhor tentar, mesmo que eventualmente eu  me engane ou erre, do que  eu olhar pra trás e amargar a tristeza de não ter tentando buscar o que  me faz bem e feliz...

Texto de: ValériaC (em 23/04/2014 – 09:05 hs)

Imagem: Google

26 comentários:

ValériaC disse...

As minhas divagações , não têm a menor pretensão em fazer ninguém mudar o seu ponto de vista, cada ser é único, lida com as situações à seu próprio modo e é assim mesmo que tem que ser e eu respeito.

Senti vontade de compartilhar mais estas, dizendo sobre o modo como eu sinto e tenho lidado com os meus medos, uma: porque escrever é um vício que tenho e me é catártico à alma rsrsr e outra: é porque diante a um constante observar a Vida, tenho chegado a conclusões que me levaram à mudanças, as quais tem me feito muito bem, mesmo que nem sempre tão fáceis de serem vividas na prática. Se alguém ler e achar que faz sentido, que pode ser libertador ainda que desafiante, tudo bem, se achar loucura ou sei lá o que, tudo bem também.

Ao meu ver, a humanidade nestes tempos atuais, em uma boa parte, já está com maturidade suficiente para começar a questionar o que cada um traz em si, está mais do que na hora de começar a discernir e a peneirar o que realmente são as suas reais verdades, mesmo que à vezes, muito distintas dos demais, pois estas sim, são aquelas que fazem sentido na mente, no coração e na alma, sem mais se deixar contaminar com o que foi aprendido e/ou imposto pela a sociedade, pela cultura, pelas religiões à cada um de nós.

Somos livres, sempre que exercemos o nosso maior poder: nossas escolhas, desde que baseadas unicamente em nossas verdades, não, nas da massa.
E o que você escolhe: enfrentar ou se paralisar com seus medos? VC/23/04/14

Rô... disse...

oi minha amiga,

penso que é normal sentir medo,
procuro me vestir de coragem em quase todas as situações,
mas é inevitável que o medo apareça de vez em quando...

beijinhos

✿ chica disse...

Valéria, tens toda razão e teu texto, lindo! Se nos entregarmos aos medos, n~]ao vivenciaremos sensações, momentos... Lindo te ler! beijos,chica

Sheila do Blog Passarinhos no Telhado disse...

Já fiquei paralisada...já enfrentei os medos. E a sensação de vence-lo é indescritível.
Beijos Valéria!

Bergilde disse...

Oi Valéria,
Excelentes reflexões as suas,esta em particular sobre o medo é preciosa para os dias de hoje em que poucos têm coragem de confessar seus temores,suas próprias fraquezas como queiramos chamar esta sensação que muitas vezes aprisiona,mas pode também servir como força motriz para nossa personalidade impulsionar e ações de mudança no comportamento pessoal também tomarmos a nosso favor e dos outros também.
Meu apreço e abraço,

Marli Soares Borges disse...

Olá Valéria!
Vou transcrever aqui o que já disse lá no Facebook. Acho que medos todos nós temos, de alguma coisa ou de outra, disso e daquilo. Mas aí é que está, o lance mesmo é enfrentar nossos medos! E aqui que entra a Coragem que é para mim um dos ingredientes básicos da vida. Coragem para enfrentar os medos. Bjs Marli

Blog da Marli

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Verdade. Viver dentro de uma redoma não nos protege, pior que isso... nos enfraquece, porque ficamos diminutos ali dentro, e aprendemos a ter medo até de situações normais, nos acostumamos à redoma. Claro que em algums situações precisamos ter prudência, o que é diferente de medo. E não tentar algo por medo, já é a consumação antecipada da derrota. depois a gentev fica com aquela sensação ruim na boca de que poderia ter arriscado; Como seria se eu tivesse tentado? Lindo texto, amiga. beijãoooooo.

Élys disse...

Vivendo a tantos anos, muitas vezes como qualquer ser humanano, já senti medo...
Hoje aprendi, que devemos sempre analisar o que está acontecendo e verificarmos se realmente este medo tem alguma razão de ser. Se assim for devemos ser prudentes, para que nada de mal possa acontecer.
Devemos ser livres para agir de acordo com as nossas convicções, desde que, não venhamos fazer mal a ninguém ou a nós memos.

Seue textos são sempre muito bons, pois nos faz refletir.

Reparei o seu retrato, ali ao lado, no face está muito bonita.
Beijos

Gilmar Morais disse...

Penso que o medo é um bom combustível para a ousadia, para o necessário risco em busca da felicidade... alcançá-la implica ter medos dos passos, mas não significa acovardar-se na sombra de si mesmo...Não perder-se, de si mesmo, é romper os medos, com toda a força e vontade de viver... plenamente! Fraterno abraço, Valéria!

ONG ALERTA disse...

O medo é apenas mais um sentimento ele passa...
Beijo Lisette.

Célia Rangel disse...

O medo para mim é um termômetro para analisar prós e contras de uma situação. Quando possível, enfrentá-lo. Quando não, armazená-lo e procurar em um diálogo comprometido, alternativas de solução. Nunca fecho os olhos para o mesmo. É necessário sempre desvendá-lo.
Abraço.

Ilca disse...

Olá amiga,
Acho que o medo faz parte da vida, todos nós sentimos medo em algum momento. Porém, quando esse sentimento nos limita e nos impede de vivenciar determinadas experiências e sentimentos, acredito sim que atrapalha e prejudica nossas vidas.
Lindo o seu texto! Gostei de ler.
Beijos, querida Valéria.

wcastanheira disse...

Belo texto, o medo, quantas veezs defende-nos e quantas veezs prejuca-nos? Dificil analisar, pois são valores por veezs subjetivos, abstratos, mas realmente vc foi bem no enfoque correto, gostei e dxo pra amiga beijinhos e beijinhosssssssss

Nita Oliveira disse...

Blog interessante. Gostei e fico.
Beijo.
Nita

Zilani Célia disse...

OI VALÉRIA!
TEU TEXTO, TRÁS UMA MENSAGEM SINCERA E DE GRANDE VONTADE DE MUDANÇAS, TUAS, MAS, QUE NA VERDADE SERVE PARA QUE MUITOS DE NÓS, QUE EM ALGUM MOMENTO NOS ACOVARDAMOS FRENTE A ALGUMA SITUAÇÃO, SABERMOS QUE NÃO SOMOS ÚNICOS E QUE SEMPRE É POSSÍVEL CRESCER, BASTA QUE O QUEIRAMOS.
MUITO BOM TEU TEXTO.
ABRÇS

http://zilanicelia.blogspot.com.br/

Denise disse...

Importante reflexão. O medo nos paralisa e o erro faz parte do processo de aprendizagem. Portanto é melhor errar do que estar paralisado. Muita paz!

Anne Lieri disse...

Valeria,que beleza de texto!O medo pod mesmo nos paralisar e deixamos de viver coisas boas muitas vezes se não o enfrentarmos. Grande msg! bjs,

Anne Lieri disse...

Valeria,que beleza de texto!O medo pod mesmo nos paralisar e deixamos de viver coisas boas muitas vezes se não o enfrentarmos. Grande msg! bjs,

Lourdinha Vilela disse...

Que texto lindo Valéria, parece que foi feito pra mim, que ainda me sinto refém de alguns desses medos,
pessoais. Adorei te ler.
Bjs. e uma linda semana.

Isa Martins disse...

E quem não tem medo não é? Como vc disse a verdadeira coragem é enfrentá-los, olhá-los cara a cara para realmente sentir de onde eles provém, e na maioria das vezes foram aprendidos quando criança ou ao longo de nossas vidas.
Coisa boa te ler sempre minha irmã, afinal a melhor coisa que temos é poder escrever, colocar pra fora nossos sentimentos.
Beijos e lindo dia!

Kellen Bittencourt ( Trilhamarupiara) disse...

Oiii Valéria, que bom ver vc por aqui, bacana sua reflexão, tbém concordo viver é p os corajosos, temos que estar prontos p enfrentar os obstáculos da vida sem perder a alegria diante das obscuridades, hoje uma amiga soube que o filho está muito doente eu fiquei pensando nisso, é preciso coragem p enfrentar sem perder a alegria minima de viver! Bjinhosss

Kellen Bittencourt ( Trilhamarupiara) disse...

Oiii Valéria, que bom ver vc por aqui, bacana sua reflexão, tbém concordo viver é p os corajosos, temos que estar prontos p enfrentar os obstáculos da vida sem perder a alegria diante das obscuridades, hoje uma amiga soube que o filho está muito doente eu fiquei pensando nisso, é preciso coragem p enfrentar sem perder a alegria minima de viver! Bjinhosss

lis disse...

Oi Valéria
O medo paralisa e nos faz muito mal, infelizmente nem sempre temos domínio sobre ele.
Tenho época que estou extremamente preocupada e com medo do que pode acontecer com as pessoas queridas.Tento enfrentar esse medo para que não fique maior que minha Fé,
Ótimo texto Valéria, como sempre. Sou grande admiradora das suas crônicas ,
um abraço grande

Smareis disse...

Lindo Valéria!
Precisamos tentar todos os dias mesmo que o medo seja maior que nossa vontade. Temos que buscar o que nos faz feliz.
Beijos e ótima semana!

Smareis disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Smareis disse...
Este comentário foi removido pelo autor.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails